Academia Nacional de Medicina: qual o seu papel?

Tempo de leitura: 3 minutos

Academia Nacional de Medicina: qual o seu papel?

A Academia Nacional de Medicina foi fundada pelo Governo Provisório da República em 21 de novembro de 1889 pelo Decreto nº 9. A instituição tem a sua sede na cidade do Rio de Janeiro e atua na contribuição dos avanços da medicina no país. O órgão é de grande estrutura que abriga museu e biblioteca e possui como base discutir as premissas médicas.

O órgão tem como um dos principais papéis responder as perguntas ao Governo Federal sobre todas as questões que envolvem a saúde pública. A Academia possui informações sobre vacinas e pesquisas e projetos de medicina e saúde que podem levar a desenvolver métodos e curas de doenças. Além de prestar esclarecimentos sobre epidemias e epizootias e também sobre os diferentes casos da medicina legal.

A Academia promove com frequência estudos e discussões sobre os diversos âmbitos que desafiam a medicina atual. É uma instituição que preza desenvolver e progredir na área de projetos de medicina, cirurgia e saúde pública. Visando que a medicina é um membro fundamental a sociedade, a Academia objetiva promover avanços a fim de que a medicina seja acessível e de qualidade a todos os cidadãos brasileiros.

Por ser uma academia, promove encontros e discussões com profissionais da saúde para premiar trabalhos de autores que de alguma forma estão contribuindo para os avanços medicinais. Além de promover congressos nacionais e internacionais e outros eventos científicos de projetos de medicina. E também opinam sobre os procedimentos da educação médica no Brasil, visando manter um ensino de qualidade.

A sua missão e objetos da Academia

A Academia Nacional de Medicina tem como o foco principal discutir as ideias médicas e farmacêuticas a fim de aprimorar a qualidade da saúde brasileira. Por isso, convoca profissionais da área em reuniões periódicas em que se debate os avanços e problemas da medicina tanto nacional quanto internacional. Há 100 membros titulares que participam da instituição.

Além disso, a Academia se responsabiliza em auxiliar e aconselhar o Governo Federal em educação médica e saúde pública, atuando juntamente com a sociedade para construir novos parâmetros na medicina no Brasil.

Dá-se o nome de academia pelos incentivos a pesquisa e pós-graduação da medicina que a instituição realiza. A Academia promove cursos, simpósios e prêmios que contribuem nos avanços científicos da profissão.

A história da Academia Nacional de Medicina

A fundação da Academia Nacional de Medicina foi fundada pelo Dr. Joaquim Cândido Soares de Meireles no reinado do imperador D. Pedro I em 30 de junho de 1829. Teve como primeiro nome Sociedade de Medicina do Rio de Janeiro, mais tarde foi intitulada como Academia Imperial de Medicina. A academia foi fundada pelos mesmos objetivos que são atribuídos até hoje. Foi criada justamente pela falta de avanços medicinais que existiam na época.

As reuniões da Academia acontecem todas as quintas-feiras às 18h desde a sua fundação em sessões abertas ao público. Sendo assim, uma das únicas entidades científicas por se reunir ininterruptamente durante quase dois séculos no Brasil.

Quer saber mais? Acesse nosso site!