As cinco vantagens dos processos de telemedicina para os profissionais da saúde

Tempo de leitura: 5 minutos

As cinco vantagens do processo de telemedicina para os profissionais da saúde

A telemedicina já é uma realidade para muitos procedimentos na área da saúde em vários países. No entanto, ainda há um grande potencial a ser explorado por esse sistema que vem modificando a relação entre médicos e pacientes.

Os reflexos da tecnologia em questão podem ser observados, sobretudo, na prestação de serviços, pois há maior eficiência nos atendimentos. Para se manter atualizados, diversos laboratórios e clínicas buscam implementar as ferramentas da telemedicina. Essa adaptação requer um investimento inicial, mas traz uma série de pontos positivos tanto para o público quanto para os profissionais da saúde. Para que você compreenda melhor o assunto, acompanhe a nossa lista de cinco benefícios da telemedicina para os médicos.

O que é telemedicina?

Antes de tratarmos das funções oferecidas pela telemedicina, é importante entender como a técnica funciona e quando ela é recomendado. “Tele” é um prefixo de origem grega que indica ações executadas a distância. Sendo assim, na medicina, a expressão se refere às condutas em que a distância representa um desafio. Os cuidados propiciados pela telessaúde, outro nome para a ferramenta em questão, apresentam como base a tecnologia da informação para efetuar as tarefas. Como resultado, esse modelo permite a comunicação entre pacientes e especialista, bem como qualquer outro indivíduo que esteja autorizado.

A intenção dos criadores foi a democratização do acesso a um atendimento de qualidade, em particular para as pessoas que vivem em regiões mais remotas. Reduzem-se, assim, as disparidades geográficas e econômicas que atingem o setor da saúde em praticamente todas as nações.

Essa inovação conta três pilares, que são: emissão de laudos, teleassistência e a teleducação. Todas as frentes são de grande relevância e possuem serventias distintas.

Emissão de laudos: os médicos e o público em geral podem verificar on-line os resultados de exames realizados, independente do laboratório.

Teleassistência: a telemedicina possibilita à equipe de profissionais acompanhar o quadro clínico do paciente em casa ou em qualquer outro local.

Teleducação: por fim, mas não menos relevante, está o comprometimento da técnica com a capacitação dos médicos. Pela internet, o especialista pode participar de programas como videoconferências, palestras, cursos, entre outros.

Os cinco benefícios da telemedicina para os médicos

Utilização na cirurgia robótica

Os avanços na ciência viabilizam os procedimentos efetuadas por robôs, que são comandados de longe pelos médicos. O que até pouco tempo parecia cenário de ficção científica, hoje é factível. A tendência é que essas máquinas possam assumir cada vez mais atribuições e se tornem bastante hábeis em uma série de cirurgias.

Troca de informações facilitada

É bem usual que médicos sintam a necessidade de debater os casos com colegas. Dessa forma, eles conseguem ver outras perspectivas quando lidam com diagnósticos difíceis ou estão em dúvida sobre um tratamento, por exemplo. Afinal, por mais preparado que o profissional seja, não é possível dominar todos os campos na medicina e a conversa com outro especialista é de grande serventia.

Atendimento on-line

O médico é capaz de observar os pacientes em casos menos complexos sem estar presente na clínica ou hospital. Portanto, o acompanhamento de quem apresenta enfermidades crônicas, idosos e crianças com doenças simples e gestantes pode ser feito virtualmente. Isso representa um benefício significativo para aqueles que possuem dificuldades para sair de casa.

Emissão do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO)

Um ponto positivo tanto para os profissionais da saúde, quanto para as companhias é a emissão do ASO. Esse atestado indica se o funcionário está pronto ou não para realizar as atividades dentro da firma. O laudo é apresentado depois de exames de admissão, de rotina, para troca de função, de retorno ao trabalho e demissional. Com o uso da telemedicina, a comunicação entre o especialista em medicina do trabalho e a empresa é feita on-line.

Capacitação dos médicos

A área da saúde requer que os profissionais passem por atualizações o tempo todo e estudem ao máximo as novas técnicas. Com a telemedicina, o médico se aprimora com cursos e palestras de onde estiverem. Assim, há um ganho para os especialistas e também para a sociedade.

Ou seja, a telemedicina é um investimento que vale muito a pena para quem deseja atender com excelência.

A telemedicina no Brasil

A telemedicina nasceu em Israel e tem grande disseminação em seu país de origem, bem como na Europa, no Canadá e nos Estados Unidos. O Brasil ainda está se adaptando à tecnologia, mas vem mostrando ótimo crescimento nesse setor ultimamente. Hoje, há um movimento para fortalecer e popularizar os programas de assistência remota à saúde em todo o território nacional.

É possível encontrar empresas que dispõem de equipamentos para vários exames como holter, eletrocardiograma e encefalogramas. Aplica-se, então, telemedicina para que a equipe de especialistas gere os laudos para pacientes nos quatro cantos do Brasil.

Achou esse texto útil e quer saber mais? Aprofunde seus conhecimentos sobre essa modalidade inovadora neste artigo completo que preparamos para você!