Sou esteticista: como faço para abrir uma clínica estética?

esteticista

A palavra estética está relacionada à beleza, à capacidade de pessoas ou objetos de serem belos. Preocupados e especializados com a beleza das mulheres e, nos dias de hoje, até mesmo com a beleza do homem, os esteticistas acabaram por se multiplicar em todo o Brasil, terra de uma população notadamente vaidosa e preocupada com a própria aparência. Vale ressaltar que este é um negócio que exige profissionais qualificados. Esteticista ou outros devidamente habilitados.

O mercado para o esteticista

Ainda existem diferenças entre clínicas estéticas e centros estéticos. As clínicas estéticas precisam do trabalho de responsáveis técnicos (normalmente médicos), além da necessidade de registro no órgão específico, que é a Associação Brasileira de Estética e Saúde Complementar (ABRAESC), pois estes estabelecimentos fazem cirurgias na pele e outros procedimentos que exigem a supervisão de profissionais regulamentados. Já nos centros de estética são realizados serviços mais superficiais como limpezas de pele, peelings, hidratação, nutrição fácil, tratamentos contra flacidez, estrias e varizes, dentre outros.

O mercado de estética no Brasil é um dos que mais cresce no mundo, e nem mesmo a atual crise financeira parece abalar o gosto das brasileiras e brasileiros por cuidar da própria aparência. Neste sentido, ao começar um novo negócio, o esteticista pode optar entre abrir um negócio próprio e independente, ou ainda se filiar a alguma franquia do ramo.

Ao escolher por se franquear, o empresário ou empresária deve levar em conta que terá as vantagens da franquia adotada: maquinário, apoio e suporte logístico, peso da marca e outras facilidades para entrar de cabeça no mercado. No entanto, o que o franqueado acaba perdendo é justamente o lucro: tem que pagar royalties, direito de imagem, e outros débitos em relação ao franqueador.

Ao optar por caminhar com as próprias pernas, tenha em consideração que você e sua clínica de estética percorrerão o mesmo percurso de estabelecimento e consolidação que a franquia já possui. Portanto, coloque tudo na ponta do lápis e veja o que pode ser mais rentável.

Burocracia e estrutura

Sempre se lembre de cumprir com as exigências burocráticas da lei, tanto para a abertura de empresas (CNPJ, INSS, Inscrição Estadual, Alvará de Funcionamento, Declaração de Sociedade ou de Empresa Individual, Licença da Vigilância Sanitária), além da documentação específica com relação a estabelecimentos de saúde e estética, dentre eles, o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), que precisa estar em situação regularizada, além de verificar detalhes junto à Secretaria Municipal de Saúde.

Lembre também que a lei proíbe a propaganda de equipamentos para bronzeamento artificial, além de situar os aparelhos eletroativos de correção estética como “classe de risco II”.

Busque construir um ambiente agradável aos clientes em todos os sentidos possíveis. Decoração, refrigeração e outros aspectos físicos da clínica devem ser pensados para trazer conforto ao paciente. Leve em consideração também o tratamento pessoal com a clientela. Cada dia mais pessoas são atendidas por centros de estética, de ambos os sexos e de várias classes sociais. Garanta que o paciente seja tratado com respeito e de forma igualitária.

Típico de um setor em franco crescimento, é natural que os esteticistas tenham cada vez mais concorrência. Leve ela em conta quando for abrir o negócio. Pense sobre o local da clínica e o público-alvo. Pense sobre clientes que podem ser conquistados ou perdidos por outras clínicas. Faça planejamento comercial, e busque manter o melhor custo-benefício. Aposte em divulgação da empresa.

Investimento e pessoal

O investimento inicial para uma clínica de estética pode parecer alto. Estima-se que varia em torno de R$ 200 mil, que custeiam equipamentos, pessoal, estrutura e capital de giro. Normalmente, uma clínica de esteticista oferece serviços como tratamentos para emagrecer, drenagens linfáticas e até mesmo cirurgias de lipoaspiração. Mas busque expandir ainda mais as possibilidades de atendimento no intuito de conquistar mais clientes.

Em sua clínica, reserve espaço para salas de atendimento, banheiros, recepção, sala de espera e área administrativa. Se possível, tenha estacionamento próprio. Mesmo que você seja o esteticista proprietário, pode haver a necessidade da contratação de mais profissionais da área. Verifique os currículos e capacidades do candidato com atenção. São a alma de sua clínica.

Matéria-prima e equipamento

Além de aparelhos típicos para escritórios e decoração, veja alguns equipamentos que normalmente estão presentes nas clínicas de estética: vaporizadores, emissores de microcorrentes, aparelhos de vacuoterapia, aparelhos de terapia endérmica, ionizadores, aparelhos de peeling e termoterapia, mantas e almofadas térmicas, cadeiras para massagem, cadeiras reclináveis, cadeiras para lavagem de cabelo, poltronas hidráulicas, secadores, estufas e ferramentas.

As matérias-primas que serão utilizadas também merecem especial atenção. Busque fazer compras em grandes quantidades para tentar diminuir o custo de material. Tenha a disposição sprays, argilas, óleos emulsificantes e leites de limpeza, gel e produtos para massagem. Não se esqueça dos artefatos cirúrgicos e dos equipamentos de limpeza e esterilização, sempre à disposição.

Se você é esteticista, para facilitar o agendamento e a gestão de sua clínica de estética, dedique um bom investimento ao software de administração. Com o iMedicina, você organiza toda a agenda de atendimentos de todos os profissionais, lida com aspectos burocráticos, economiza cliques e tempo para um melhor aproveitamento de recursos em seu estabelecimento!

Conheça a nossa proposta para esteticistas visitando a nossa página!

Quer saber mais? Acesse o nosso blog.

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.