O processo de informatização dos centros médicos

Tempo de leitura: 9 minutos

Cada dia mais, a tecnologia faz parte de nossas vidas e tem como finalidade resolver problemas em poucas horas, que em outras épocas ou situações poderiam levar de uma semana a um mês. O processo de informatização dos centros médicos é essencial porque permite uma melhor organização e administração, uma redução nos custos, no tempo e nos estragos ao meio ambiente. Afinal, quantos papéis e arquivos são necessários para um consultório que atenda uma média de 30 pacientes por dia? Sem contar no espaço físico que seria necessário para armazenar toda essa informação, lotadas de armários, com gavetas cheias e arquivos que precisam de muito tempo para serem achados.

Facilidade em armazenar dados de pacientes do Centro Médico

Cada paciente gera informações que precisam ser armazenadas. Começamos pelo que fica registrado nos consultórios com as informações básicas para o cadastro, como nome, idade, identidade, CPF, entre outros. Soma-se os dados que ele passa durante a consulta, sobre o que ele sente e quais as suas reclamações, e por meio da anamnese e exame físico, como peso, altura, pressão arterial, etc. Após isso, as informações sobre o diagnóstico e quais exames serão necessários, além da orientação terapêutica sobre o caso, qual o tratamento será utilizado e que remédio foi receitado. Essas informações são únicas de cada paciente, em cada consulta. Uma nova visita ao médico sempre incluirá novos dados e informações, resultados de exames e como o paciente está se sentindo durante o tratamento. Tudo isso deverá ser devidamente registrado na ficha do paciente.

O prontuário eletrônico é um assunto muito discutido na área médica. Isso porque ele é muito prático e permite ao médico obter os dados do paciente de forma rápida e fácil, através de uma simples pesquisa no sistema. Ele também reduz os custos administrativos. Se no passado apenas um médico detinha toda a questão da saúde do paciente em seu prontuário, hoje em dia, ele pode ser dividido através das diversas especialidades que tratam separadamente cada problema, mas que podem trabalhar juntos.

No caso do paciente ser atendido por uma equipe médica, no prontuário podem ser encontradas as informações de anotações dos diversos especialistas que participaram do processo e ainda apresentar os resultados de exames, com o resumo do profissional que o realizou. Dessa forma, o prontuário se transformou em um conjunto de informações e dados que realmente contemplam o estado da saúde ou da doença do paciente, facilitando o diagnóstico e a escolha de uma orientação terapêutica que seja efetiva.

Para auxiliar o trabalho do profissional de medicina, o prontuário eletrônico também pode conter as informações da Classificação Internacional de Doenças, o que facilita na hora de gerar um diagnóstico. O sistema também pode criar alertas e lembretes para o cuidado da saúde do paciente, com avisos sobre exames e procedimentos. Seu paciente precisa repetir o mesmo exame a cada três meses? O sistema pode avisar você sobre isso para que entre em contato com o seu paciente.

Com um bom sistema e a tecnologia necessária para um centro médico, imagine a seguinte situação: um paciente chega a um pronto-socorro para atendimento. Ele retira uma senha para ser atendido e a primeira chamada é o cadastramento com os dados básicos, e os sintomas que o fizeram buscar o atendimento. Logo, ele é chamado para a triagem, que tira a temperatura e faz exames físicos básicos. Com o sistema, o médico consegue recebe todas essas informações antes que o paciente chegue à sala da consulta. Assim, ele já sabe o que deverá examinar e quais perguntas serão feitas. O paciente também não precisa levar os exames, ele fica disponível direto no prontuário eletrônico e o médico consegue acessar na mesma hora.

Conheça a condição de seus pacientes por um clique

Um bom sistema pode ainda permitir com que o médico gere relatórios sobre condições de seus pacientes. Quantos pacientes de determinado sexo e faixa etária têm uma doença específica? Não é necessário contar com a memória do médico, nem ficar horas analisando as fichas, correndo o risco de esquecer alguém. Isso é rápido, e o sistema trabalha para você. Precisa saber quantas pacientes do sexo feminino, abaixo de 50 anos têm mioma? O sistema calcula e gera o relatório e o gráfico.

Mas, por outro lado, é preciso ter cuidado com a questão do sigilo médico-paciente. Por isso, a questão da segurança é um dos primeiros pontos a se pensar ao realizar o processo de informatização de um centro médico. Deve-se escolher um sistema que priorize a segurança das informações, para que o profissional esteja tranquilo na hora de utilizar. Outro ponto que se deve observar é o armazenamento em nuvem e como funcionam os backups do sistema. Isso tudo garante que as informações armazenadas não sejam perdidas. Afinal, de nada adianta economizar o papel se quando for precisar dos dados eles não estejam lá. Lógico que mesmo o papel tem possibilidades de se perder, ou em casos extremos, serem incinerados em um incêndio. O que não acontece com um sistema informatizado, com backups regulares. Hoje em dia, o celular pode fazer as vezes de computador. Você não está no consultório, mas precisa urgente da informação sobre um paciente? O sistema pode ser acessado por meio de smartphones e facilitar o acesso às informações necessárias.

Economize tempo agendando consultas on-line

Hoje em dia, até mesmo o agendamento das consultas pode ser feito pela Internet, através dos horários disponibilizados previamente. Mas isso é confiável? Se você escolher um sistema de qualidade, é sim. O paciente agenda o horário através do site, e recebe um e-mail ou mensagem com a confirmação. Um dia antes da consulta, ele recebe novamente um e-mail ou mensagem lembrando-o do agendamento. Esse processo ainda pode reduzir a falta às consultas previamente agendadas. A vida agitada e corrida que todos temos atualmente pode fazer com que muitas pessoas se confundam em relação aos compromissos ou então os esqueçam completamente. Por isso, o lembrete com a data e o horário da consulta faz diferença e ainda demonstra uma atenção especial ao paciente.

Com o processo de informatização, você não precisa sobrecarregar seus funcionários e eles podem realizar um melhor atendimento ao paciente. A secretária economizará o tempo em que ela gastaria procurando as fichas e poderá informar calmamente as informações importantes em relação a consulta ou ao procedimento. O auxílio da tecnologia possibilita um atendimento mais humano e focado no que é importante: seu paciente. A automatização e padronização dos processos faz com que situações automáticas sejam resolvidas rapidamente e o tempo seja utilizado para resolver coisas que necessitem das qualidades de um ser humano.

Facilidade na gestão do centro médico

Na questão de administração, o processo de informatização ganha ares de grande importância. Quando o médico decide gerir um consultório, pode se valer de um sistema para centralizar todas as informações que dizem respeito ao seu negócio. Afinal, além do seu ofício, ele acumulará uma série de outras tarefas que podem ser facilitadas com a informatização. Isso porque tem sistemas que geram o faturamento dos convênios e realizam o controle de estoque do centro médico.

Controle financeiro é condição essencial para todo e qualquer sistema. Isso porque o valor da consulta é gerado logo após o atendimento. Isso evita cobranças duplicadas ou esquecidas, o que traz dificuldade para o controle da clínica. O fluxo de caixa é calculado automaticamente, especialmente se o módulo financeiro for conectado ao prontuário ou à agenda, sendo gerado no momento em que acontece. Calcular as entradas e saídas dos recursos financeiros facilita a previsão orçamentária e você pode saber como será o fim do mês. Estatísticas de crescimento e resultados sobre o valor investido também podem ser realizadas.

Também é possível fazer a gestão dos funcionários do centro médico utilizando o sistema. A prioridade do médico é atender ao paciente. Como fazer isso de forma satisfatória se ele está preocupado com a gestão de pessoas? O sistema ajuda nesse processo. Isso porque você pode criar uma lista de tarefas para que seus funcionários realizem diariamente. Assim, você pode ter o controle sobre o que acontece durante o dia de trabalho ou ficar sabendo prontamente quando uma tarefa não é realizada. Evita a cobrança desnecessária e a indisposição que ela causa. Afinal, caso uma cobrança precise ser realizada, ela terá dados concretos como argumento. Seu funcionário está deixando de fazer tarefas importantes diariamente? Você pode sentar e conversar sobre os motivos dessa situação e descobrir porque ela acontece.

Nos dias de hoje, optar por facilidades faz com que seu dia dure mais e ajuda você a se concentrar no que realmente é importante. A tecnologia deve ser usada para facilitar os processos que ocorrem em centros médicos. Escolher um bom sistema, com preço acessível e que atenda à necessidade do consultório e dos profissionais faz a diferença tanto na hora do atendimento, quanto na gestão. É possível otimizar o trabalho tanto do médico, quanto dos profissionais que fazem parte de um centro médico. Um controle maior e conhecimento sobre o que acontece pode melhorar até mesmo a receita do estabelecimento e, principalmente, o relacionamento com os pacientes.

Quer saber mais sobre sistemas e como eles podem ajudar você? Confira outros textos sobre isso em nosso blog!