Pesquisa de Palavras-Chave – Como e por que todo médico deveria fazer

Tempo de leitura: 9 minutos

Como você determina os assuntos dos artigos do seu blog? Existem várias opções para essa resposta. Assuntos que você mais gosta, assuntos do momento (coisas sazonais, como doenças do verão, cuidados com a saúde no inverno e etc.), dúvidas frequentes dos seus pacientes, e muitos outros. Todas essas formas de curadoria de conteúdo são válidas e têm o seu lugar, porém não podem ser o carro chefe do seu marketing de conteúdo.

Toda estratégia de Marketing de Conteúdo deve estar embasada em uma coisa primordial: Pesquisa de Palavras-Chave.

O termo palavra-chave é bem comum e difundido no meio do Marketing Digital, e está muito relacionado à principal ferramenta de busca da internet, o Google. Palavras-chave são, de maneira simplificada, os termos usados pelos usuários para buscar determinado assunto.

Pesquisa de palavras-chave

No Marketing de Conteúdo, o termo abrange também o norte das pautas que serão escritas em blogs e em toda a estratégia de conteúdo. Como então essas palavras são escolhidas? O que elas significam na prática?

Um exercício prático de como as palavras-chave funcionam

Vamos pensar no que te levou a ser médico, no que te fez escolher a sua especialidade. Qual a sua missão? Com certeza você viu problemas que quer resolver e por isso se dedicou a ser bom no que faz. Que problemas são esses? Que soluções você traz? Quais são os termos pelos quais você quer lutar? Essas são as suas palavras-chave.

Aqui no iMedicina, por exemplo, lutamos por palavras como: software médico, sistema médico e marketing médico, por exemplo. Por quê? Essas são algumas das palavras que definem o nosso negócio. Elas simplificam o que fazemos e as soluções que entregamos aos nossos clientes. Na prática, quando falamos de “brigar” por um termo, estamos dizendo que nos empenhamos em ter os melhores conteúdos sobre esses assuntos, e, assim, aparecer nas primeiras posições do Google.

Porém, não basta apenas escolher as palavras-chave que gostamos e acreditamos nos definir. Imagine um blog que só falasse sobre três assuntos? Não iria longe. Além de ter as palavras-chave mais estratégicas para a sua prática médica, também é importante que você tenha conhecimento do que os seus pacientes e pacientes em potencial estão buscando. Para isso, nossa dica é…

… Faça uma pesquisa de palavras-chave

Como dissemos, apenas escolher as palavras-chave certas não é o suficiente. Você deve selecionar as que estiverem de acordo com seu nicho de mercado, ou seja, aquelas que se relacionem com a sua especialidade, com os problemas que você resolve. A maneira mais certeira de fazer é através da pesquisa de palavras-chave.

Pesquisar palavras-chave significa descobrir o que está sendo buscado e em que quantidade. E isso não é feito a esmo, não se preocupe. O próprio Google disponibiliza uma ferramenta chamada Keyword Planner (Planejador de Palavras-Chave, em inglês), que é a forma que nós indicamos.

Utilizando o Keyword Planner do Google Adwords – um passo a passo.

O Google Adwords é a ferramenta de criação e gerenciamento de anúncios do Google. Seus anúncios podem ser exibidos na pesquisa do Google, no Youtube ou em canais parceiros. Os formatos dos anúncios são: texto, imagem e vídeo.

Dentro da plataforma do Adwords existe uma ferramenta muito interessante e útil, o Planejador de palavras-chave. Para acessá-la basta clicar aqui e fazer login com a sua conta do Google.

Após o login, você encontrará uma tela igual a essa:

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

Essa é a página de visão geral das suas campanhas de Adwords. Para acessar o Planejador de palavras-chave, você precisa clicar no ícone de ferramentas (canto superior direito) e em “Planejador de palavras-chave” no menu “Planejamento”, como marcado na tela abaixo:

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

A tela que abrirá a seguir é da ferramenta de planejamento.

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

Repare que, em verde, temos uma opção que diz “Encontrar novas palavras-chave e ver dados de volume de pesquisas”. As três opções listadas abaixo são as mais interessantes para este momento e é nelas que iremos focar.

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

A clicar na primeira opção, a seguinte tela será aberta:

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

Você deverá preencher pelo menos uma das três opções do primeiro bloco, nós sugerimos que preencha duas. Repare na segmentação. É importante segmentar a sua busca para a sua cidade ou região de atuação. Ao clicar no lápis você consegue editar a localização. Lembre-se de excluir a segmentação Brasil. Essas são as partes importantes e que devem ser preenchidas com atenção. Após fazê-lo, clique em obter ideias.

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

Utilizamos como exemplo um cardiologista em São Paulo. A palavra “cardiologista” que foi colocada no campo “Seu produto ou serviço”, na tela anterior, fica posicionada acima. No quadro de baixo são elencadas palavras “semelhantes”, e que podem ser do seu interesse. Na segunda coluna estão listados os volumes de busca.

Nota: Se você faz anúncios no Google, os números serão mais precisos. Esses números em “margem” só aparecem para as contas que não são ativas no Adwords.

Pesquisa de palavras-chave adwords keyword planner

As três opções de busca da tela acima geram uma tela de resultados na mesma estrutura. Quanto mais palavras-chave forem inseridas no começo, mais resultados e ideias serão oferecidos.

O que fazer com tanta informação?

Nosso conselho é que você crie uma planilha sua.

Nem todas as sugestões dadas pelo Google serão relevantes para o seu negócio, não é mesmo? Analise as informações que foram geradas e selecione aquelas que você acredita serem mais relevantes.

Dentre as coisas que você deve levar em conta, duas merecem uma atenção especial volume de busca e “estágio de compra”. Vamos explicar.

Volume de busca

Este é um dado que mostra, como o nome já indicou, o volume mensal de buscas da palavra-chave em questão. Ele indica o número de pessoas interessadas na solução que você entrega. Com isso dá pra ter uma noção bem grande de quantas pessoas podem ser atingidas pela sua estratégia digital.

“Estágio” ou “Intenção de Compra”

O que isso quer dizer? Que você deve analisar onde essa palavra se encaixa no seu funil de vendas. Vamos ver um exemplo para ficar mais fácil de entender.

Quais as chances de que uma pessoa que pesquisou o termo cardiologia esteja interessada em marcar um consulta? Não muita altas, não é mesmo? Ela pode ter interesse em saber mais sobre o campo da cardiologia, mas não necessariamente em procurar um cardiologista.

Agora pense nas intenções da seguinte busca: sinais de problema cardíaco. Podemos dizer que essa pessoa está muito mais propensa a marcar uma consulta do que a primeira, não é mesmo?

Esses termos indicam estágios de um funil de compra. Quanto maior a probabilidade de que essa pessoa marque uma consulta, mais fundo de funil é a palavra-chave buscada. Quanto mais genérica, mais topo de funil.

Termos fundo de funil, muitas vezes, não possuem um volume tão alto. Enquanto isso, termos topo de funil costumam ter volumes muito grandes. Em uma estratégia de Marketing de Conteúdo, é interessante que topo, meio e fundo de funil sejam abordados. Por isso, em muitos e muitos casos, vale a pena apostar em palavras-chave que não apresentem o maior dos volumes de busca.

O objetivo e a lógica por trás de uma pesquisa de palavras-chave

A ideia por trás de pesquisar um termo de busca é aproveitar as ideias que serão geradas e criar uma lista de priorização. A palavra-chave é o principal elemento que separa o problema que os seus futuros pacientes têm e a solução oferecida por você. Por isso, ter uma lista bem elaborada das palavras-chave mais estratégicas e importantes para as pessoas que você quer ajudar (logo, as mais importantes para o seu consultório ou clínica) é importante não apenas para suas ações de Marketing, mas para a sua prática médica em geral, como um negócio.

Se você não tem muita certeza sobre o uso da internet por pacientes para pesquisar assuntos de saúde, te indico pausar a leitura deste artigo e abrir, em outra janela o texto “O paciente e o Uso da Internet”. Ele te dará um pouco mais de contexto sobre a importância de uma estratégia digital bem definida.

Como vimos dois parágrafos acima, na internet, a palavra-chave é o separador entre seus potenciais pacientes e o seu consultório. Por isso, conhecer suas personas é fundamental para desenvolver sua estratégia.

Quer um exemplo? Já aproveito e te dou uma outra dica de ferramenta, o Google Trends.

Um termo estratégico para os dermatologistas, e que a maioria dos nossos clientes nos envia como palavra-chave é o nevo. Os nevos incomodam muitas pessoas, e o seu tratamento é vantajoso para os dermatologistas. Porém, será que os pacientes buscam por nevos na internet? Observe a imagem abaixo:

Google Trends - Pesquisa de Palavras-chave

Quando comparamos o termo “nevos” e o termo “pintas”, fica claro o que é buscado. Fica claro como o paciente procura, qual é o termo que ele considera melhor. Esse cuidado é essencial. Mesmo que você use o termo nevo, é importante que se refira ao problema também como pinta, para que haja essa conexão do seu público.

Por fim, podemos resumir o processo de pesquisa de palavras-chave nos seguintes passos:

  1. Os termos que você considera essenciais;
  2. Os termos semelhantes, sugeridos por ferramentas de busca e que façam sentido;
  3. Adequação dos termos ao que é relevante para a sua persona.

Com essa lista em mãos, você consegue pensar na sua estratégia de conteúdo, de anúncios, e até mesmo na linguagem utilizada por você, dentro do consultório. Quer saber mais sobre assuntos Marketing Digital para Médicos? Acesse o e-book gratuito “Marketing digital: o passo a passo para quem quer começar AGORA a melhorar os resultados do consultório!” e comece já a sua estratégia.