Projeto Medicina Preventiva: saiba como funciona

Tempo de leitura: 3 minutos

PROJETO MEDICINA PREVENTIVA: SAIBA COMO FUNCIONA

A medicina preventiva é um grande desafio para a saúde pública e privada, já que através dela é possível prevenir o aparecimento de doenças e até erradicar doenças contagiosas como sarampo e poliomielite.

Os médicos atuam para intervir no aparecimento de doenças, baseados nos dados epidemiológicos que mapeiam as comunidades. Dentro da Medicina Preventiva há ações como vacinação, projetos de atividade física e emagrecimento, exames periódicos de colesterol, câncer e diabetes, campanhas contra o fumo etc.

Os check-ups regulares são estimulados, para que possa ser detectado algum tipo de doença logo no começo e principalmente para avaliar as condições físicas do cidadão, observando seu cotidiano, tipo de alimentação, nível de estresse e trabalho.

Tipos de Medicina Preventiva
Há quatro tipos de medicina preventiva, divididas em:

– Prevenção Primária: começa a agir desde o período gestacional, para que o bebê não nasça com doenças, analisando o DNA, doenças já existente da mãe, contágios etc. Para pessoas de todas as idades, ela age coletivamente para impedir que o indivíduo tenha determinadas doenças. A vacinação é um dos exemplos desse tipo de prevenção;

– Prevenção Secundária: faz o diagnóstico de doenças logo em seu estágio inicial, onde podem ser tratadas com maior eficácia. Doenças como câncer e tuberculose, quando descobertas logo no início, podem ter tratamento mais simples e eficaz;

– Prevenção Terciária: usa métodos para diminuir o impacto de doenças já existentes, equilibrando as funções do organismo e amenizando as suas complicações;

– Prevenção Quartenária: evitam ou minimizam ações desnecessárias ou excessivas no sistema de saúde, como cirurgias no lugar de tratamentos.

Realizadas em postos de saúde públicos e privados, ajudam a diminuir ou extinguir os índices de mortalidade, de disseminação de doenças infectocontagiosas e surgimento de doenças crônicas.

Médico da Família
O médico da família dá atenção primária à saúde do indivíduo, criando vínculos com os pacientes de seu grupo comunitário. Conhecendo seus hábitos, cultura, trabalho e moradia, é possível prevenir que as doenças aconteçam.

Eles agem em visitas domiciliar ou em postos de saúde locais, com pessoas de todas as idades e gêneros, sem restrições. Os resultados são tão bons que apesar de ser um projeto iniciado pelo SUS, o setor privado copiou a ideia e alguns planos de saúde adotaram o médico de família como medicina preventiva.

Medicina Preventiva em Empresas
A medicina preventiva nas empresas tem como principal objetivo manter seus funcionários saudáveis e aptos para o trabalho. Os maiores índices de problemas causados em escritórios são a partir de má postura, estresse, hipertensão e má alimentação.

Com esses dados, os médicos oferecem palestras instrutivas para mostrar o quanto pequenas atitudes fazem grande diferença. Como uma alimentação balanceada pode trazer as vitaminas e sais minerais necessários ao corpo. E que pequenos exercícios previnem contra doenças na coluna, tendinite e outras lesões em ossos e músculos, ocorridos pela má postura no dia a dia.

Ações da medicina preventiva diminuem a ausência de funcionários por motivos de doenças e acaba impactando diretamente na motivação ao trabalho, refletindo na produtividade e na redução de custos a médio e longo prazos.

A empresa precisa avaliar a demanda e os custos da implantação de medicina preventiva, mas logo o retorno financeiro justifica.

Busque mais informações em nosso blog!