Série [ESTRATÉGIAS]: presença digital com foco em resultados

Tempo de leitura: 5 minutos

Não… você não precisa do site mais bonito do mundo, ou de um investimento de R$10.000,00 para criar a sua marca e identidade visual.

 

Você só precisa de um lugar para converter seus visitantes. Só isso. Um lugar que consegue receber a sua argumentação e a sua comunicação, para conduzir seus visitantes ao longo do processo de decisão e levá-los até seu consultório.

 

Você também não precisa de uma equipe de redatores experientes, com jornalistas e profissionais especializados em redes sociais. Você só precisa atualizar seu site com conteúdos que você domina, com uma frequência que é estável (digamos… uma vez por semana seria ideal, duas vezes por mês seria o mínimo viável para ter resultados).

De vez em quando, copie e cole os links dos artigos que você escreveu nas suas redes sociais, dizendo que tem novidades no seu blog. E mande um e-mail para seus pacientes avisando também.

 

Para isso, você pode usar ferramentas gratuitas, como Wix ou WordPress. Você pode desenvolver por conta própria, o que te tomaria um pouco de tempo e teria uma curva de aprendizado… ou pode também contratar uma estrutura com um profissional.

O que interessa é que o seu site tenha uma estrutura capaz de levar as informações e que a organização de conteúdo conduza os seus visitantes até o seu site principal, onde decidem em agendar ou não uma consulta. Sempre publicando conteúdos novos, você garante que toda vez que seu potencial paciente acessar o seu site ele vai encontrar algo novo para ajudar nesse processo de decisão… até o dia que ele vai pegar o telefone e vai agendar um horário com você.

 

No iMedicina, oferecemos algumas facilidades para você! Você pode criar o seu site com uma estrutura que estudamos profundamente por aqui e validamos na prática com mais de 300 clientes. Basta trocar os conteúdos para o do seu consultório! E para fazer isso, você também não precisa de nada muito elaborado… Basta colocar as informações que são suficientes para que o paciente se sinta seguro ao agendar um procedimento com você. Nesse momento da leitura, se ainda não começou o teste do iMedicina, corre lá e inicie. Não custa nada e vai te ajudar a entender exatamente o que estamos dizendo aqui. Acesse esse link aqui para o teste gratuito.

 

Seria interessante que, nesse mesmo site, o usuário conseguisse ter acesso à sua agenda e já, inclusive, agendar uma consulta, sem precisar ligar para fazê-lo por telefone. Mais de 60% dos pacientes que entrevistamos, ao longo dos últimos 4 anos, nos disseram que dão preferência por serviços com agendamento online se tiverem essa opção.

No iMedicina, o mesmo sistema que faz a gestão do seu consultório faz a gestão do seu marketing: site, blog, agendamento online, automações de e-mail… tudo no mesmo lugar!

 

Logo, ao invés de ficar com 2 sistemas (um para uso no consultório e um para agendamento online), nós centralizamos tudo no mesmo local: o seu paciente agenda em sua agenda e a sua secretária, quando marca uma consulta, ocupa um horário de forma sincronizada no seu site.

 

A organização que você deve ter é a seguinte:

 

1) Artigos sobre assuntos mais amplos devem conter links para artigos com assuntos mais específicos. Por exemplo: um artigo sobre “10 dicas para pacientes com diabetes” deve conter um link para um artigo sobre “5 formas que um bom tratamento pode ajudar no controle do diabetes”. Note que o segundo artigo é um pouco mais aprofundado e é direcionado a um paciente que está um pouco mais decidido em agendar uma consulta do que aquele paciente que apenas foi curioso para saber das 10 dicas sobre diabetes. O segundo artigo, provavelmente, só interessaria aos pacientes com diabetes.

2) Artigos mais aprofundados devem conter links para outros artigos mais aprofundados (ainda mais profundos e completos) e também para o site principal, ou para uma página de destino em que, ao invés de falar sobre o consultório, você fala sobre como o seu consultório pode ajudar pacientes com o problema do artigo. São as landing pages.

 

No iMedicina, você pode criar quantas páginas precisar… logo, pode ter uma versão do seu site para pacientes que chegam através de textos de diabetes e uma outra versão para pacientes que chegam através de textos sobre hipertensão. No primeiro, seria interessante explicar como você se especializou para atender pacientes com diabetes e, no segundo, como você atua com pacientes com hipertensão.

 

3) No site principal, onde a pessoa tem a possibilidade de “converter” (se transformar em paciente, ao ligar e agendar uma consulta), você deve fornecer todas as informações que gostaria de ter ao marcar uma consulta: telefone, endereço, regras de agendamento, convênios, etc… e, se possível, o link do agendamento online.

 

Agora que já temos nossa presença, vamos falar sobre divulgação, no próximo artigo dessa série!

Para ver os outros artigos dessa série, use os links abaixo: