Usando as redes sociais a favor do meu consultório médico

Tempo de leitura: 3 minutos

Usando as redes sociais a favor do meu consultório médico

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais as pessoas estão conectadas a laços virtuais. As mídias sociais como o Facebook, Twitter entre outras redes cada vez mais tem atingido mais usuários. E para realizar uma boa campanha publicitária, é preciso ir até onde o seu público está. Por isso, as mídias sociais cada vez mais têm sido utilizadas com uma plataforma de estratégia de marketing para conseguir mais clientes, no caso pacientes.

Essa é uma excelente maneira de divulgar o seu trabalho, pois vai permitir uma aproximação do paciente com o profissional. Uma publicidade bem produzida com imagens e frases de efeito podem ser essenciais.

É preciso utilizar-se de uma linguagem interativa e próxima do público, para que possam compreender a mensagem transmitida e certificar-se que essa pode ser a sua melhor opção. O ato de compartilhar e interagir com o público pode ser a chave para o sucesso da sua empresa. Procure sempre responder aos comentários e compartilhar conteúdos que sejam de interesse do público. Aderir a esse modelo de publicidade pode trazer diversos benefícios para a sua clínica.

Quais cuidados devo tomar ao fazer a divulgação publicitária do consultório nas redes sociais

Importante ressaltar que o Conselho Federal de Medicina estabelece determinadas legislações para a divulgação e publicidade médica. Caso não sejam seguidas, o profissional pode responder junto ao Tribunal de Ética do Conselho Regional de Medicina onde exerce a sua função.

Segundo a lei regulamentadora, as peças publicitárias do consultório exibidas na internet devem conter os dados do médico ou diretor responsável pela clínica. Os dados CRM devem ser exibidos em local de destaque e que seja visível, inseridos entre um retângulo de cor branco, emoldurado por filete interno em letras de cor preta em Humanist, Bold ou Futiger.

O médico deve atuar a fim de não estimular o sensacionalismo ou autopromoção. É preciso que mesmo nas redes sociais, os materiais compartilhados sejam de conteúdos verídicos, válidos e comprovados.

Fique atento, pois a lei regulamenta a proibição de usos pejorativos como “o melhor” ou “mais eficiente médico” da cidade ou região, assim como incentivar que o médico citado é o único capaz de realizar determinados procedimentos. É vedado assegurar a garantia de cura ou resultados do tratamento ao paciente ou aos seus devidos representantes legais.

Deve-se ter precaução no uso de linguagens. Não se deve fazer a colocação de linguagens que incitem que pacientes que utilizam o determinado serviço médico terá uma melhoria no desempenho físico, mental, sexual, intelectual ou emocional.

É proibido também utilizar a imagem de pacientes que obtiveram sucesso no tratamento para recomendar o serviço médico ou do consultório. Assim como, na regulamentação do uso de imagens, é proibido utilizar fotografias de pacientes para oferecer exemplos de eficácia de tratamento como o antes e depois. No demais fica proibido utilizar qualquer imagem de doenças ou lesões de doenças ou que causem desconforto ao público leigo.

Mesmo assim, há diversas maneiras de promover a sua clínica pelo uso das redes sociais. Essa é uma plataforma cada vez mais utilizada como estratégia de marketing que pode atrair o público necessário para o sucesso do exercício da sua profissão.

Se você gostou desse artigo, temos mais assuntos de seu interesse no nosso blog. Continue acessando!