Vantagens e desvantagens de atender por plano de saúde

plano de saúde

Não é de hoje que profissionais da saúde se perguntam se vale ou não a pena optar por atender através de um plano de saúde, seja em um consultório particular ou em uma clínica. Médicos, dentistas, psicólogos e fisioterapeutas estão sempre a voltas para decidir qual é o método mais vantajoso para garantir um bom número de pacientes, sem perder a lucratividade e a sustentabilidade.

Afinal, clínicas e consultórios têm como principal objetivo, oferecer o melhor em tratamentos de saúde para a população, mas também não deixam de ser negócios, que precisam garantir bons resultados financeiros para se manterem funcionando bem por mais tempo.

A questão é ampla e bastante discutida e a resposta final é que tudo vai depender de cada profissional, do plano de saúde em si e de diversos outros fatores como, por exemplo, a cidade onde atua, como é a concorrência com outros profissionais da área e até se o médico é conhecido ou não.

De qualquer forma, nós resolvemos ajudar você a tomar uma decisão que mais se adapte às suas necessidades. E por isso, preparamos um material completo que compara todas as vantagens e desvantagens de se atender por um plano de saúde.

Assim, vai ficar muito mais fácil tomar uma decisão e ficar tranquilo com os resultados. Veja a seguir.

Entendendo a missão de um plano de saúde

Antes de começarmos listar os prós e contras sobre atender ou não através de um plano de saúde, vamos relembrar um pouco da história destas empresas e qual foi o motivo que levou o desenvolvimento delas no país.

Tudo começou no ABC Paulista, ainda em meados dos anos 60, quando empresas que estavam em franco crescimento passaram a buscar formas de garantir um benefício para seus funcionários que as diferenciasse das demais, o atendimento médico.

Durante muitos anos, não havia regulamentação alguma, e as empresas baseadas no oferecimento de planos foram crescendo de forma muito acelerada no país, mais voltadas para a demanda das próprias e da população do que pela vontade dos médicos.

Somente em 1999, com a criação da ANS – Agência Nacional de Saúde Complementar, é que se começou a discutir parâmetros de qualidade e legislações que estas empresas deveriam seguir. A grande maioria das empresas de planos de saúde foi fundada por médicos e profissionais da saúde e o principal objetivo era levar o atendimento médico mais econômico, para um maior número de pessoas possível.

Ou seja, desde seu nascimento, os planos de saúde no Brasil têm como principal objetivo, oferecer o acesso ao tratamento de saúde e a prevenção contra doenças de forma mais prática, a preços mais competitivos e o mais importante, com uma qualidade maior do que o que é praticado pelo sistema público de saúde.

A praticidade se dá porque o associado não precisa buscar em diferentes locais por especialistas de áreas diferentes, já que conta com um atendimento centralizado e organizado por uma só empresa. Os preços são mais competitivos, já que ao invés de pagar pelo tratamento somente quando é necessário, a pessoa que contrata o plano de saúde paga uma mensalidade que cabe no seu bolso, e por último, não precisa contar somente com o sistema público, que infelizmente não tem condições de atender toda a população com agilidade e qualidade.

Podemos dizer, portanto, que o foco sempre foi o barateamento dos custos com saúde. Lembrar deste conceito é primordial para que você compreenda como todo o sistema funciona e qual é a relação entre operadoras, médicos e pacientes.

A seguir, veja as principais vantagens e desvantagens para os profissionais da saúde ao optarem por atender também através dos planos de saúde.

Vantagens em atender pelo plano de saúde

É certo que há certo preconceito dentro do universo médico com relação aos atendimentos por plano de saúde no Brasil. Mas é importante lembrar que muitos profissionais optam por atender pacientes de plano de saúde, inclusive os profissionais mais renomados que possuem uma agenda sempre cheia de compromissos. Isso deixa claro que optar por este tipo de atendimento pode representar muitas vantagens.

Por este motivo resolvemos também começar pelos pontos positivos e acabar com qualquer preconceito pode haver a respeito deste assunto.

A principal e incontestável vantagem é que contar com o atendimento através de um plano de saúde ajuda a aumentar a quantidade de pacientes atendidos na clínica muito mais rapidamente do que aconteceria sem ele.

Podemos dizer, portanto que este tipo de estratégia é excelente para profissionais recém-formados que acabaram de começar a atender e também para novas clínicas e consultórios.

Mas não é só isso. Atender através de um plano de saúde garante uma agenda sempre cheia, o que pode garantir uma renda inclusive em meses de pouca procura por atendimentos particulares, como nas férias por exemplo. Atender pelo plano, portanto, ajuda a manter as contas da clínica sempre em dia e manter a lucratividade de forma mais uniforme.

Outro ponto que não pode ser esquecido é com relação à popularização da clínica ou do profissional. Afinal, pacientes bem atendidos costumam indicar os médicos para seus amigos e conhecidos, que nem sempre são atendidos pelo mesmo plano de saúde.

Além disso, há outra forma de ver vantagens neste tipo de operação. Como nem sempre os tratamentos e exames que devem ser feitos são cobertos pelo plano, a clínica pode conseguir aumentar seus ganhos ao oferecer tudo em um só lugar, principalmente se o atendimento for feito com qualidade superior.

Para finalizar as vantagens de forma ainda mais atual, é importante lembrar que em tempos de crise e dificuldade econômica, até pacientes que preferiam o atendimento particular passam a procurar por formas mais econômicas de continuar com seus tratamentos e passarão a procurar por profissionais que atendem por seu plano de saúde.

Ficou convencido? Antes de tomar sua decisão final, dê uma olhadinha nas desvantagens que optar por atender por um plano de saúde podem garantir para você.

Desvantagens em atender pelo plano de saúde

Não há novidades a respeito das desvantagens de atender por plano de saúde. A maioria deles gira em torno da questão financeira mesmo.

A principal desvantagem de atender pelo plano de saúde e também a mais conhecida de todas elas, é o baixo valor pago aos médicos por atendimento. Há anos conselhos de medicina e profissionais se unem para tentar melhorar este repasse, mas a verdade é que pouco tem se conquistado neste sentido.

Alguns planos de saúde chegam a oferecer valores praticamente irrisórios, que não conseguem nem pagar os custos fixos envolvidos em cada atendimento e por isso antes de tomar qualquer decisão é preciso fazer as contas e verificar se vale ou não a pena apostar neste tipo de atendimento.

Outra questão que faz muitos profissionais da saúde fugirem do atendimento via plano de saúde é a burocracia que envolve cada atendimento. Alguns convênios solicitam comprovações para alguns tratamentos e em alguns casos, até perícias e o pagamento é liberado dias depois do atendimento ter sido realizado.

Também é preciso levar em conta a própria operadora e qual seu alcance na região onde o profissional atua. Afinal, se multiplicam as empresas que oferecem planos de saúde no Brasil, principalmente os empresariais que demandam mais praticidade para ambos os lados.

Porém, alguns destes planos possuem poucos conveniados em algumas regiões do país, o que acaba não trazendo nenhum benefício para a clínica ou consultório.

Atender ou não pelo plano de saúde? O segredo é pesquisar antes de decidir

Contar com o atendimento via plano de saúde pode trazer muitas vantagens, mas há riscos envolvidos, principalmente ligados à lucratividade de uma clínica. Por isso, antes de optar por atender ou não por este meio é preciso fazer uma longa e demorada pesquisa.

Converse com diferentes planos de saúde, compare as propostas e não deixe de conversar com colegas e outros parceiros que já tomaram sua decisão. Os sites dos Conselhos Regionais também são excelentes locais para tirar dúvidas a respeito e se ainda assim ficarem dúvidas, coloque tudo no papel.

Uma boa forma de avaliar se a questão financeira não será um problema é ter as contas sempre em dia, e se planejar para o recebimento do pagamento pelo menos um mês depois do tratamento já realizado. Neste sentido, uma boa gestão da área financeira se faz ainda mais importante e contar com profissionais experientes neste departamento é essencial.

Em muitos casos, as cooperativas podem ser uma excelente opção, verifique as opções disponíveis em sua cidade.

O mais importante é que se decidir por atender os pacientes via plano de saúde, procure dar sempre o mesmo atendimento que disponibiliza para os pacientes particulares. Assim, vai conseguir passar uma boa imagem de sua clínica ou consultório e vai ter sempre um número cada vez maior de pacientes chegando.

Afinal, o plano de saúde pode ser o maior aliado para aumentar a popularidade de profissionais e da clinica como um todo.

Independente do caminho escolhido é importante que o profissional da área da saúde enxergue o seu consultório como um empreendimento que precisa de atenção estratégica. É preciso investir parte do seu tempo para planejar ações para divulgação do consultório e aumento da qualidade do atendimento.

Investir em uma boa gestão pode impactar bastante nos resultados que o consultório te oferece todo mês. Por isso, é importante começar a pensar em investir em tecnologia para centralizar todos os processos do consultório – administrativo, financeiro e estratégico – em um só lugar: um software de gestão e marketing para consultórios.

Você sabia que existem softwares médicos extremamente eficazes que auxiliam na gestão do consultório e no relacionamento com os pacientes? E que, inclusive, podem ajudá-lo na parte estratégica e no marketing do consultório? Já pensou se, no seu software médico, além de gerenciar seus pacientes, você pudesse também criar e conduzir o seu próprio site e blog?

No iMedicina nós oferecemos essa possibilidade! Conheça nossa proposta visitando a nossa página e entenda melhor como informatizar o seu consultório e atrair novos pacientes!

Gostou deste artigo? Mantenha-se informado lendo mais artigos como este.

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.