Segurança de Softwares Médicos: Tudo o que Você Precisa Saber

segurança prontuário eletrônico

Quando o assunto é segurança dos dados salvos em sistemas de prontuário eletrônico, várias são as perguntas que os profissionais de saúde possuem. Como o assunto é pouco explorado, sempre somos surpreendidos com conceitos errados e que são repassados entre colegas médicos, colocando em risco aqueles que recebem as informações equivocadas.

Para acabar com todas as dúvidas sobre o assunto, nosso CEO, Raphael Trotta, médico oftalmologista e desenvolvedor do iMedicina, explica em detalhes essas questões:

Vamos a um resumo do que foi dito.

Softwares médicos em Nuvem X Instalados

Existe uma falsa ideia de que um software em nuvem é menos seguro do que um software instalado. Como você viu no vídeo, essa não é uma verdade. Os softwares em nuvem contam com todas as camadas de proteção de invasão dos servidores, que geralmente são empresas gigantescas e extremamente confiáveis. O iMedicina utiliza a Amazon AWS para essa função, a mesma escolha da NASA e de dezenas de bancos digitais.

Os softwares locais salvam os bancos de dados em formato de arquivos, que não possuem qualquer tipo de proteção contra roubo ou cópia. Se o computador usado para fazer o registro possui qualquer tipo de conexão com a internet, os dados estão em risco, em caso de invasão.

Como conversamos, é bem mais fácil um Hacker invadir o computador de uma clínica do que os servidores da Amazon AWS ou mesmo uma aplicação como a do iMedicina, que contam com monitoramento de acessos 24h por dia.

Amazon AWS HIPAA Compliance

O Software do iMedicina fica armazenado nos servidores da Amazon, compatíveis com a legislação HIPAA para armazenamento de dados em saúde.

Aqui está um link que explica em detalhes quais os protocolos utilizados pela Amazon que geram a conformidade com a HIPAA.

SBIS

A SBIS (Sociedade Brasileira de Software em Saúde) é uma sociedade que tem auxiliado no processo de certificação de tecnologias na área de saúde. Ela é uma das entidades independentes que certificam softwares em saúde. Veja o que ela diz sobre a certificação:

Note que o processo não é obrigatório. Ainda, em 2018, o CFM emitiu essa nota:

Como anunciado, houver término do convênio entre CFM e SBIS.

Ainda, é válido lembrar: softwares auditados são auditados apenas em uma versão. A certificação não tem como se manter válida se o software muda. Como no iMedicina lançamos novas versões todos os meses, e como a certificação costuma demorar quase 1 ano, ao lançar uma versão certificada ela já estaria obsoleta em 12 versões. Como nosso objetivo é fornecer um software que melhora todos os meses, optamos por não participar do processo OPCIONAL de certificação da SBIS.

NGS 1 e NGS 2

Respectivamente: Nível de Garantia de Segurança de nível 1 e 2. São os dois selos fornecidos pela SBIS. Basicamente, apenas o NGS2 dá a garantia para o médico que os dados não precisam ser impressos e apenas as cópias dos bancos de dados desses softwares são válidas.

O NGS1 é um conjunto com centenas de regras de segurança. No iMedicina, a praticamente todas elas. Digo “praticamente” pois vários dos pontos ali listados são protocolos ultrapassados. Nesses casos, vamos atrás sempre dos protocolos mais atuais de proteção dos dados.

O NGS2, além do que o NGS1 solicita, pede também a assinatura digital do documento.

As formas de você se resguardar, com 100% de garantia, são as seguintes:

  • Imprima, assine e guarde o documento impresso
  • Salve o arquivo como PDF e use um software como o Acrobat Reader para assinar digitalmente seu documento, com uma assinatura digital válida (emitida por um órgão certificador, seguindo o padrão ICP-Brasil). Guarde o PDF assinado.

A maior parte das clínicas, no entanto, utiliza os dados em nuvem sem assinatura. Imprimem apenas os prontuários de pacientes que solicitam ou aqueles que tiveram algum tipo de intercorrência. Não acreditamos ser esse o melhor caminho, mas é de longe o mais utilizado nas clínicas e consultórios brasileiros.

O iMedicina trabalha com os protocolos de segurança de mais alto nível disponíveis no mercado. Para conhecer, basta acessar nosso site ou, se preferir, testar gratuitamente clicando aqui!

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.