Prontuário Eletrônico

Descubra tudo sobre essa ferramenta

O prontuário eletrônico é uma ferramenta que veio para trazer mais agilidade e qualidade no atendimento ao paciente. Essa inovação tecnológica já é homologada pelo Conselho Federal de Medicina e usada em milhares de consultórios espalhados pelo mundo. Sua função é armazenar os dados do paciente com mais segurança e melhorar o acesso em casos de emergência. Nos Estados Unidos há, inclusive, um incentivo governamental para que o prontuário eletrônico seja utilizado. No Brasil, já tramitam diversos projetos de lei no mesmo sentido.

O que é
Prontuário Eletrônico

Trata-se de uma importante e necessária ferramenta tecnológica destinada aos médicos e/ou clínicas com o objetivo de tornar ágil e prático o gerenciamento de pacientes e de todos os assuntos referentes à eles.

Também conhecido como Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), é uma versão digital de toda a documentação dos pacientes atendidos por determinado profissional de saúde, tais como, histórico médico, exames realizados, prescrição de medicamentos e etc.

A partir da era tecnológica pela qual o mundo está passando, todas as áreas de atuação precisarão se modernizar para se tornarem ainda mais atrativas, tanto para os clientes atuais, quanto para a captação de novos consumidores.

Com a medicina não foi diferente. Atualmente, o desenvolvimento de novas soluções médicas como essa, buscam não apenas servir como um armazenamento digital dos dados e informações de prontuário, mas também procuram otimizar o atendimento, reduzir os gastos e trabalhar a atração e fidelização dos pacientes.

Como surgiu o
Prontuário Eletrônico

Então, talvez você se pergunte: em que momento essa nova ferramenta surgiu? Os primeiros sistemas de prontuários digitais surgiram na década de 60, nos Estados Unidos, a partir da parceria entre grandes hospitais americanos e grandes universidades, como Harvard.

Posteriormente, foram feitos diversos esforços para que os registros médicos fossem realizados em meio digital. Assim, em 1991, o IOM – Institute of Medicine publicou uma carta solicitando que o uso do prontuário em papel fosse abandonado em até 10 anos.

Contudo, aqui no Brasil, esse processo foi mais lento e apenas em 2002, o Conselho Federal de Medicina regulamentou/autorizou o uso do prontuário digital. Até os dias atuais, este recurso é homologado e controlado pela resolução CFM nº 1.821/07.

O que diz a
resolução CFM nº 1.821/07.

Trata-se da regulamentação que aprova as normas técnicas de uso dos sistemas informatizados para a guarda e manuseio dos prontuários dos pacientes, além de autorizar a eliminação do uso do papel e a troca de informações por via eletrônica.

Contudo, no que diz respeito ao fim do registro em papel, há uma condição a ser cumprida. Apenas os sistemas que atendam aos requisitos do “nível de garantia de segurança 2 (NGS2)” podem destruir esses documentos físicos, desde que digitalizados.

Ainda, o NGS2 é um grau de segurança da informação que exige o uso de assinatura/CRM digital certificada. Isso significa que os dados só podem ser mantidos em seu formato digital exclusivo (substituindo o papel), quando assinados digitalmente. A notícia boa é que fazer isso é gratuito hoje em dia: todo documento em PDF pode ser assinado digitalmente com ferramentas muito simples, como o Acrobat Reader. O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação oferece um plugin gratuito (baixe aqui) para o Acrobat que te permite assinar qualquer documento.

Assim, você pode usar um sistema de prontuário eletrônico com nível de segurança adequado e assinar seus documentos digitalmente, mantendo a validade jurídica dos mesmos.

Para que servem os
Prontuários Eletrônicos

Quando uma atividade profissional não acompanha a evolução do mercado e continua a utilização de mecanismos obsoletos, a redução no número de clientes é uma consequência comum.

No caso dos profissionais e de clínicas de saúde, o prontuário digital é um importante aliado na otimização do tempo, na organização de informações, na praticidade da busca do histórico do paciente e na agilidade na inserção de novos dados.

Assim, com o aprimoramento tecnológico todo o fluxo diário de trabalho é facilitado. Para que você tenha uma ideia, veja abaixo o que esta ferramenta pode propiciar.

  • Conhecer o perfil dos pacientes que buscam o seu atendimento;
  • Ter pleno acesso a saúde financeira do consultório;
  • Fidelização de clientes;
  • Agendamento de consultas agilizado;
  • Facilidade na troca de informações com os pacientes;
  • Obtenção de métricas para desenvolvimento de estratégias de marketing;
  • Segurança de todas as informações sigilosas.

Qual o diferencial?

Como você pode perceber, o diferencial do uso de prontuários eletrônicos está em todos os recursos extras que este sistema pode oferecer. Afinal, qual paciente que não gostaria de ser atendido de forma rápida e precisa em um consultório médico?

Quem pode utilizar?

Trata-se de uma ferramenta desenvolvida por médicos para auxiliar a rotina de outro médicos. Estes sistemas foram pensados para aqueles que buscam ser reconhecidos pela excelência no atendimento que prestam aos seus pacientes e que buscam potencializar a sua carreira.

Porém, se você não acredita no poder da internet e da tecnologia, o prontuário digital não irá lhe ajudar. Isso porque todo o conceito destes softwares está alicerçado no uso tecnológico da rede.

Como funcionam os
prontuários eletrônicos?

São sistemas desenhados para oferecer uma abordagem multifuncional, associando a função de prontuário a diversos recursos, tornando o dia a dia do consultório mais prático e dinâmico. Além disso, com a integração do agendamento online, o paciente tem o atendimento facilitado.

Assim, a possibilidade de ter as principais ferramentas unidas em um único sistema gera agilidade para todas as partes envolvidas, além da redução de custos obtida pela contratação de apenas um serviço.

Talvez você se pergunte: quais tarefas esses sistemas integrados de prontuário eletrônico oferecem? Então, vamos a elas:

  • agendamento online;
  • relatórios automatizados;
  • envio de confirmação de consultas;
  • armazenamento de todo o histórico de saúde do paciente em um só lugar;
  • segurança das informações.
  • pré-cadastro de medicamentos;
  • compartilhamento de prontuários entre profissionais de saúde com maior segurança;

Além disso, alguns dos sistemas disponíveis no mercado podem ser utilizadas por clínicas com qualquer número de profissionais. Dentre elas, existem empresas que atuam apenas na área da saúde, o que torna o produto mais específico e atrativo para os médicos.

Conheça os benefícios em ter o prontuário eletrônico

Normalmente, dispor de recursos tecnológicos para exercer sua atividade profissional sempre trará muitos benefícios e otimizará os resultados oferecidos aos clientes. Da mesma forma, acontecerá na migração do prontuário de papel para o ambiente digital.

Entre as principais melhorias percebidas pelos profissionais que já utilizam este serviço, estão a segurança, centralização dos registros e a praticidade. A seguir, explicaremos mais sobre estes benefícios.

Aumento da produtividade

Uma das maiores dificuldades encontradas por profissionais de saúde para aumentar a carteira de clientes é a falta de tempo para novos atendimentos. Por isso, é necessário buscar maneiras para agilizar toda ação que demande tempo para ser feita.

Neste sentido, o prontuário eletrônico evita o desperdício das horas gastas com a procura do histórico de pacientes em arquivos e fichas impressas. Quando toda informação está em ambiente digital, existem mecanismos de pesquisas e filtros que facilitam o acesso.

Evita as dificuldades de legibilidade da receita médica

Na maioria dos casos, a prescrição por escrita manual de medicamentos é uma prática obsoleta e mantida apenas pela ausência de uma ferramenta digital.

Com o uso de um prontuário eletrônico, os remédios são prescritos de forma legível e sem erros, tornando mais veloz o atendimento do farmacêutico no momento da compra. Ademais, o médico não compromete a saúde do paciente.

Liberação de espaço físico no consultório

A manutenção de registros e históricos em papel demanda  o local apropriado para o armazenamento no consultório. A partir da migração para o digital, toda a papelada pode ser eliminada e os móveis descartados ou vendidos, liberando espaço físico que possa ser melhor utilizado.

Redução das despesas

Qualquer negócio que almeja ter lucro está constantemente preocupado em reduzir as despesas desnecessárias geradas pela empresa. Em um consultório médico não é diferente. Para obter sucesso nesta empreitada, a contratação destes sistemas digitais é necessária.

Isso porque, na maioria das vezes, as empresas que atuam neste segmento oferecem recursos integrados em uma única ferramenta, o que já diminui os custos em contratar diferentes serviços.

Outra economia pode ser alcançada na redução do uso de papel, contratação de serviços gráficos e/ou de suprimentos de impressão. Além disso, é importante ressaltar que utilizar estes itens é um desserviço ao meio ambiente.

Compartilhamento seguro de prontuários

Trata-se de um recurso utilizado apenas nos casos de profissionais de saúde que tenham o mesmo paciente, tornando mais ágil o conhecimento do histórico médico para todos os especialistas e reduzindo o tempo dedicado à anamnese. Além disso, como o prontuário é digital, há uma diminuição no número de erros e má interpretações entre os profissionais devido à dificuldade de compreender a escrita.

Conhecer a sua persona

No marketing digital, a persona é um retrato fictício de uma pessoa que tem todos os atributos encontrados no perfil do seu cliente. Com a utilização de um sistema de prontuários digitais, você tem acesso facilitado aos dados dos seus pacientes em um mesmo ambiente e a possibilidade de gerar relatórios que mostrem dados importantes sobre sua base.

Assim, é possível entender como ele chegou até você, se a maioria das pessoas que se consultam utilizam plano de saúde ou não, além de conhecer a faixa etária, gênero, estado civil e endereço.

E por que você precisa saber isso? Em posse destes dados, é possível criar diferentes estratégias de marketing para alcançar novos clientes e/ou se tornar uma referência na sua região.

Ter acesso a métricas por meio de relatórios automatizados

Vamos imaginar que você queira saber qual a média de tempo que gasta com uma consulta ou que o paciente fica na sala de espera. Como obter essas informações ao analisar vários registros em papel? Quanto tempo seria dedicado a cumprir essa tarefa?

Neste sentido, a informatização do seu consultório é uma ação imprescindível. Em grande parte das ferramentas disponíveis, apenas pela realização de simples comandos no computador, são gerados relatórios com todas as informações que desejar obter.

 E por que isso importa? Esses dados servem para que você crie estratégias direcionadas a solucionar problemas e melhorar seu atendimento no consultório. Assim, fidelizar e atrair pacientes se torna uma tarefa muito mais simples.

Agendamento de consultas prático e ágil

Uma das queixas mais recorrentes entre os pacientes é a enorme dificuldade que têm em conseguir marcar uma consulta, seja porque o telefone está sempre ocupado ou pela dificuldade em conseguir contato com o consultório.

Por meio do uso do prontuário eletrônico, o agendamento pode ser online e totalmente automatizado. Assim, o paciente precisa apenas acessar o seu site, avaliar a disponibilidade e efetuar a marcação.

Otimizar o pós-consulta

Talvez uma das etapas menos realizadas por profissionais de saúde seja a comunicação com o paciente após a consulta. Porém, assim como em qualquer outro tipo de prestação de serviço, manter um relacionamento pós-atendimento é a melhor maneira de fidelizar o cliente.

Ainda, esse problema pode ser resolvido pela contratação de uma ferramenta de prontuários eletrônicos integrada com canais de comunicação, tais como, redes sociais, e-mail e aplicativos de mensagens.

Fácil organização das informações

Diferentemente de um arquivo físico onde estão armazenadas dezenas de fichas de cadastro, resultados de exames e históricos dos pacientes, um sistema informatizado agrupa todas as informações em um único lugar, facilitando o acesso.

Além disso, na maioria dos casos, estas ferramentas são intuitivas, os prontuários e a prescrição de tratamentos são subdivididos em abas, promovendo a organização de todos os dados.

Por que devo informatizar meu consultório?

A partir de um novo cenário tecnológico, surgiu uma nova era da informação, na qual a resposta para a busca de dados precisa ser imediata. Além disso, em virtude do tempo de vida dos registros em papel, houve a necessidade de garantir a integridade dessas informações.

Neste sentido, foram desenvolvidos os sistemas de gerenciamentos digitais para consultórios médicos. A informatização da relação médico-paciente trouxe um novo potencial para o serviço clínico em esferas além da assistencial.

Ainda, o prontuário do paciente é a compilação de todo o seu histórico de saúde, uma fonte essencial de informação para o diagnóstico e tratamento de doenças. Neste documento, também constam as prescrições de medicamentos, alertas sobre alergias e outras dificuldades.

Outro aspecto importante do prontuário eletrônico é o embasamento legal que ele possui, no caso de ser utilizado para solucionar situações jurídicas, tais como, condutas médicas e resultados clínicos de tratamentos.

Assim, com um prontuário integrado que permita ao profissional de saúde conhecer, antes da consulta, o histórico, a evolução médica e possíveis tratamentos já realizados pelo paciente, é possível prestar um atendimento ágil e de qualidade.

Como escolher uma ferramenta de prontuário eletrônico

Existem diversos fatores a serem considerados antes de optar por um serviço de informatização do seu consultório. O primeiro passo é entender qual é a sua necessidade e que tipos de recursos são interessantes para você e para os seus pacientes.

Entenda qual a sua motivação em contratar o serviço

Trata-se de um tópico que parece óbvio, mas dificilmente paramos para analisar a real necessidade em contratar um serviço. Para escolher um sistema que atenda a sua expectativa, considere fazer as seguintes perguntas no quadro abaixo:
  • Que tipo de melhoria será alcançada com esta ferramenta?
  • Qual o valor que essa ferramenta irá agregar ao meu paciente?
  • Qual problema que tenho e que será resolvido por esse serviço?
  • Quais são as áreas da minha gestão que precisam ser melhoradas?

Conheça todos os recursos
oferecidos pela empresa

Como você já tem ideia do que procura, fica mais fácil a tomada de decisão. Em razão das diversas opções que existem, você deve buscar informações sobre todos os recursos que cada plataforma oferece.

Contudo, fique atento às ofertas milagrosas que prometem revolucionar toda a gestão do seu consultório por preços mais altos. Na grande maioria das vezes, você nem vai utilizar todos os recursos disponíveis. Já existem prontuários eletrônicos gratuitos no mercado que oferecem o que você realmente vai utilizar no consultório. Assim, você vai investindo à medida que encontrar necessidade, no seu tempo.

O sistema é de fácil
aprendizagem e é intuitivo?

Uma das principais qualidades de programas ou aplicativos de sucesso é a facilidade no seu uso. Estas ferramentas são chamadas de amigáveis e intuitivas, pois não necessitam de um longo processo de aprendizagem para serem manipuladas. Opte por ferramentas simples e de fácil manuseio, que não necessitem de recursos extras para funcionarem.

Avalie os benefícios prometidos pelo serviço

Normalmente, a melhor forma de vender um produto ou um serviço é promovendo ações de marketing que exaltam as qualidades daquilo que é oferecido. Contudo, estas campanhas costumam ir além do que realmente pode ser feito.

Portanto, no caso dos prontuários eletrônicos, um bom serviço ajuda na captação de novos clientes, agiliza o atendimento, facilita o agendamento de consultas, reduz as despesas do consultório e melhora o relacionamento com os pacientes.

Conheça cases de sucesso de outros clientes

A melhor forma de conhecer a qualidade de um serviço antecipadamente é verificando a avaliação de outros clientes da empresa. Geralmente, é possível conhecê-las no próprio site que vende o serviço.

Dessa forma, com o feedback de clientes reais você fica mais tranquilo em optar por determinada empresa.

Peça um teste gratuito da ferramenta

Após passar por todas as etapas e definir pela contratação de um sistema, solicite a empresa um teste gratuito. Não se preocupe, pois é uma prática comum do mercado. Afinal, não há melhor maneira de decidir por uma compra do que testando o suas funcionalidades.

Essa é uma excelente forma de entender se aquela plataforma serve aos seus propósitos, se você e sua clínica se adaptará ao uso e aos recursos oferecidos.

Procure se informar sobre requisitos e a segurança do sistema

Atualmente, os softwares mais rápidos e seguros do mercado são aqueles que oferecem o serviço em nuvem. Isso significa que todos os dados inseridos no prontuário estão salvos em um ambiente externo ao seu computador, que não precisará ser dos mais avançados.

Assim, todas as informações podem ser facilmente recuperadas. Além disso, estas ferramentas são mais ágeis, confiáveis e seguras. Porém, os serviços que oferecem mais segurança são aqueles em que há a criptografia de dados.

Prefira a ferramenta
que ofereça a mobilidade

A mobilidade e a responsividade são as palavras mais importantes do momento, quando falamos do desenvolvimento de softwares, pois dizem respeito ao uso dos recursos de um sistema em dispositivos móveis, como celulares e tablets.

Por isso, recomendamos a escolha por um serviço que permita visualizar o prontuário do seu paciente de forma fácil no seu smartphone. Geralmente, é um recurso oferecido por empresas que se utilizam dos serviços em nuvem.

Portanto, ao observar essas recomendações, é alta a probabilidade em escolher a ferramenta ideal para o seu consultório. Entretanto, você pode acertar ainda mais se souber reconhecer os principais problemas encontrados em grande parte dos sistemas.

Saiba como fugir dos
problemas

Os primeiros sistemas de prontuários eletrônicos que foram desenvolvidos, funcionavam apenas como uma planilha, sendo utilizado para registro de dados dos pacientes. Com o avanço da tecnologia, eles ficaram defasados e precisaram se reinventar.

Ainda, este era o problema mais comum encontrado nas ferramentas. Atualmente, as dificuldades são outras e você precisa estar atento a elas. Conheça mais nas próximas linhas.

Pouca ou nenhuma
integração entre sistemas

Além de causar um grande transtorno ao usuário, sistemas não integrados influenciam nas despesas do consultório e demandam tempo para a realização de tarefas simples, pois para utilizá-los, é preciso abrir dois ou mais softwares.

Assim, ao buscar o melhor serviço avalie o quanto a ferramenta é integrada. Um bom sistema oferece os recursos de marketing, prontuário, atendimento e agendamento, todos funcionando de forma conjunta. Por que marketing? Entenda no próximo tópico.

Serviço de prontuário eletrônico
sem recursos de marketing

Apesar de, na maioria das vezes, ser um serviço contratado a parte, ter os recursos de marketing à disposição é uma excelente fonte de captação de novos clientes. Geralmente, os sistemas oferecem ações de baixa complexidade, que podem ser feitas pelo próprio médico.

Entre as mais comuns estão o envio de lembretes da agenda, disparo de e-mails com pesquisas de satisfação e/ou de acompanhamento do paciente após a consulta. As melhores ferramentas do mercado, realizam estas ações de forma automática e personalizada.

Ferramentas com baixo
nível de segurança

Um dos pilares de qualquer sistema de gerenciamento de informações é a segurança dos dados. Afinal, todos os registros são privados e dizem respeito à vida dos pacientes, além de serem a base de conhecimento do profissional de saúde.

Então, já imaginou perder tudo isso? Por isso, é importante questionar o fornecedor quanto ao nível de segurança oferecido pelo sistema. Outro aspecto a ser considerado é a criptografia dos dados, pois é uma forma eficiente de se proteger dos ataques cibernéticos.

Além destas preocupações, recomendamos que você procure saber mais sobre a forma como os backups da ferramenta são feitos, a periodicidade e o local onde ficam armazenados. Neste sentido, os serviços em nuvem são muito mais seguros.

Dificuldade na migração de dados

Talvez este seja um dos problemas mais frequentes e que os usuários só descobrem quando pretendem mudar de fornecedor. A migração de dados é a etapa em que todo o histórico de um sistema é transmitido para o arquivo da nova ferramenta.

Ainda, esta operação também pode ser feita de forma inversa. A empresa que está sendo contratada pode oferecer mecanismos para resgatar os dados do software anterior.

Porém, caso você ainda não utilize nenhuma ferramenta no seu consultório, mas tenha os registros em uma planilha, antes da contratação questione o seu fornecedor sobre a possibilidade de importar estes dados.

Prontuários eletrônicos complexos

Durante muito tempo, existiu um apego a ferramentas antiquadas e complexas, que resolviam de forma bem rudimentar as funcionalidades básicas que um software de prontuário deve ter. O tempo passou e existem ferramentas extremamente amigáveis que as substituíram. Um dos principais problemas que médicos enfrentam com ferramentas complexas acontece no treinamento de novos funcionários. Se as ferramentas são simples, esse processo é menos demorado e menos impactante para a clínica.

Interfaces nada intuitivas

Quando falamos do desenvolvimento de programas, o termo “interface” refere-se à “cara” que o software tem. Uma sistema intuitivo é aquele que é fácil de utilizar e o processo de aprendizagem de todos os recursos é rápido.

Porém, essa não é uma realidade encontrada nas principais ferramentas de prontuários do mercado. Geralmente, os médicos gastam muito tempo preenchendo vários campos e a utilização dos recursos demanda vários cliques.

Prontuário Eletrônico x Prontuário de Papel

Caso você ainda tenha dúvidas sobre as vantagens do prontuário digital, a comparação entre as duas possibilidades pode ajudar a esclarecer. Porém, a utilização de papel está se tornando cada vez mais obsoleta, seja pelo viés da praticidade ou ambiental.

Quando falamos do prontuário de papel, a principal vantagem é o fato de estar disponível para todos. Além disso, não exige habilidades específicas e nem necessitam de um grande investimento no curto prazo.

Por outro lado, pesam contra este tipo de registro as seguintes desvantagens: necessidade de móvel e espaço para armazenar o histórico do paciente, falta de mobilidade, possibilidade de confusão ao ler as anotações e facilidade em ser perdido.

Já o prontuário digital supre todas estas desvantagens do papel, pois pode ser facilmente acessado de qualquer lugar, é seguro, oferece uma rápida recuperação dos dados e não ocupam espaço extra no consultório. Isso sem contar os benefícios já mencionados.

Entretanto, é óbvio que nem tudo são flores e ter um sistema informatizado também tem os seus contras, como por exemplo, necessidade de investimento no curto prazo, treinamento da equipe, mudança na rotina do consultório e a total dependência da internet.

Gerenciamento financeiro: como informatizar meu consultório resolve esse problema?

Embora a maioria dos sistemas de prontuário digital não ofereça recursos de controle financeiro, a integração deles com um software médico permite que você consiga acompanhar e monitorar o seu fluxo de caixa de forma simples, clara e automatizada.

Geralmente, os médicos dedicam a maior parte do seu tempo com o atendimento dos pacientes, separando poucas horas para analisar a saúde financeira do negócio. A organização das finanças é o primeiro passo para o crescimento do consultório.

Neste sentido, ter um sistema de controle financeiro facilita o acesso ao fluxo de caixa e ajuda a direcionar o planejamento da empresa. Um dos principais recursos oferecidos é a integração deste fluxo com a agenda do médico.

Assim, quando uma consulta é finalizada, o valor pago pelo paciente ou pelo convênio é automaticamente inserido no caixa da empresa. Dessa forma, todo o processo é descomplicado, reduzindo o tempo dedicado a este controle.

Outro recurso interessante é a possibilidade de prever as despesas futuras. Assim, o profissional de saúde sabe qual será o total dos seus custos no mês e quanto de receita ele terá disponível.

Ainda, é muito comum que haja um certo desespero quando se pensa em controle financeiro. Porém, com a utilização de um sistema integrado, a inserção dos dados é simples e intuitiva, além de todas as operações matemáticas serem automatizadas.

Então, depois de inserir todos os dados financeiros e ter uma visão macro do seu fluxo de caixa, você pode querer imprimir toda essa análise a fim de controlar de perto a saúde do seu negócio, certo?
Por isso, os recursos de gerenciamento financeiro estão preparados para gerar relatórios inteligentes com informações precisas e detalhadas sobre as finanças da sua empresa. Com esta ferramenta, fica muito mais ágil e prático manter o saldo positivo do seu consultório.

Prontuário eletrônico: conheça a solução do iMedicina

O iMedicina é a empresa de Software Médico, Líder em Relacionamento com os Pacientes. A plataforma abrange diversas soluções, além, é claro, do prontuário eletrônico. Você pode utilizar a agenda online, gestão financeira, relatórios e estatísticas, marketing médico e auxílio no relacionamento com pacientes.

O sistema não exige uma grande infraestrutura para funcionar, necessitando apenas de uma boa internet, pois está hospedados nos servidores da Amazon.

O que isso quer dizer? Significa que todo o software da empresa está na nuvem, o que torna desnecessária a compra de computadores modernos e caros. Além disso, esse tipo de hospedagem faz com que o tempo de resposta do sistema seja mais rápido e seguro.

O iMedicina desenvolveu um sistema capaz de unir tudo aquilo que você precisa para crescer com qualidade: Atração, Atendimento e Fidelização de Pacientes. Quer conhecer o software médico mais simples de utilizar no Mercado?

Compatibilidade

  • Windows
  • Linux
  • Apple
  • Chrome
  • Firefox
  • Safari

Conteúdos Educativos

Rua Prof. Antônio Aleixo, 756 – Pilotis
Lourdes – Belo Horizonte/MG

Feito com ❤ para todo o Brasil. © 2019 iMedicina. Todos os direitos reservados.

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.