O que é um software médico e por que você deve ter um

software médico

A inovação é parte essencial de diversos setores da economia. Na área da medicina não é diferente. O uso da tecnologia se mostra fundamental em várias frentes no âmbito da saúde, desde equipamentos cirúrgicos moderníssimos aos famosos softwares médicos para administração de clínicas e consultórios.

Esses sistemas, dotados de funcionalidades para gestão, organização de prontuário, agenda eletrônica e outros fins, prometem facilitar e muito a rotina dos médicos, secretárias e gestores de saúde.

Processos digitais nos consultórios pareciam uma alternativa secundária até alguns anos atrás. Hoje, esses recursos se mostram indispensáveis para acompanhar o dia a dia agitado dos profissionais e até dos pacientes.

Mas, você sabe exatamente o que são esses sistemas, o que eles oferecem e por que seu consultório precisa de um? Acompanha o artigo e entenda melhor sobre esse assunto.

O que é software médico

Software é um termo utilizado para designar uma série de sequências lógicas, que executadas por um computador, realiza as funções para que foi desenvolvido. Os apps do celular, o sistema operacional que faz um computador funcionar, um jogo, uma plataforma de streaming, tudo isso é um software.

Nesse sentido, podemos dizer que os softwares médicos são programas desenvolvidos para computadores, tablets e smartphones a fim de desempenhar funções que dão mais praticidade às atividades realizadas dentro de um consultório ou clínica.

Um software médico pode ser desenvolvido para otimizar a gestão do consultório e os fluxos financeiros, digitalizar o prontuário, oferecer recursos eletrônicos para agenda e marcação de consulta e disponibilizar ferramentas de automação de marketing.

No mercado é possível encontrar sistemas para cada um dessas funções. Também há softwares que integram tudo o que o consultório médico precisa para melhorar sua produtividade e ter mais segurança por meio dos processos eletrônicos.

Ainda,  há produtos que são off line e produtos que são online. A diferença entre eles é um divisor de águas e saber como cada um funciona pode ser primordial na hora de adquirir o seu.

Software online software offline

Como o próprio nome já diz, os sistemas offline são aqueles que não dependem de internet ativa para rodar. Mesmo sem a presença da rede, conseguem executar algumas tarefas. Para isso, eles precisam ser instalados em cada uma das máquinas utilizadas no consultório.

A partir daí, ele só funciona na máquina em que for instalado. Portanto, sempre que precisar utilizar o sistema, precisará utilizar aquele mesmo computador. 

A segurança desses softwares está intimamente ligada à segurança da rede local e dos computadores, pois são mais sensíveis de ataques por vírus e hackers que roubam dados e informações.

Já os sistemas online dependem totalmente da internet para funcionarem porque são armazenados em nuvem. Isso quer dizer que ele está disponível independente da máquina utilizada. Você acessa a plataforma por meio de endereço eletrônico, faz login com usuário e senha próprios, o que facilita bastante a mobilidade.

As funcionalidades do sistema podem ser acessadas de qualquer lugar, por vários dispositivos diferentes. Assim, se o médico precisa de uma informação rápida sobre um paciente e não está no consultório, basta acessá-la do local que estiver. Até mesmo os compromissos da agenda ficam mais fáceis de controlar, pois podem ser checados do próprio celular, a qualquer momento.

Os softwares armazenados em nuvem precisam ser hospedados em um servidor que dá a ele toda essa acessibilidade. Também por isso, são mais seguros, pois contam com toda a proteção que esses servidores oferecem. 

Softwares pagos x softwares gratuitos

“Não existe almoço grátis.”  Quem nunca ouviu essa expressão? Ela significa que muitas vezes o que é oferecido gratuitamente tem segundas intenções ou não é confiável.

Em muitas situações, isso infelizmente se concretiza. No entanto, no mundo virtual esse pensamento se tornou um tanto ultrapassado. 

A tecnologia trouxe poder aos novos modelos de negócio que conseguem oferecer qualidade e segurança em serviços totalmente gratuitos. É só lembrar de softwares como o  Spotify, o Instagram, o Whatsapp e por aí vai.

Nessa perspectiva, os softwares médicos gratuitos também conseguem solucionar com êxito os problemas para os quais foram desenvolvidos.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

O software grátis do iMedicina, por exemplo, integra agenda, prontuário eletrônico, agendamento online e telemedicina em uma plataforma com custo zero para o médico. Assim, o profissional pode começar seu processo de digitalização do consultório com toda segurança e praticidade inerentes da empresa. 

O programa gratuito do iMedicina atende com competência àquilo que se dispõe e o médico pode utilizar sem prazo de expiração, sem surpresas desagradáveis. À medida que o profissional encontra necessidade, vai investindo nas funcionalidades pagas.

Começar por um software gratuito muitas vezes faz o médico entender realmente como um software é indispensável às rotinas do consultório. Além disso, experimentar o sistema sem custo facilita na hora de escolher a empresa certa, pois já a conhecendo, certifica-se da qualidade e adaptabilidade aos seus serviços.

As funcionalidades pagas de um software sempre vêm para somar. Mas, o ideal é que o médico escolha em qual momento da sua carreira ele deve utilizá-las e, não, serem parte de um pacote “empurrado” ao comprador, por pura estratégia comercial.

Por que ter um software médico

Por tudo que já foi citado anteriormente não é difícil responder essa pergunta. Processos manuais demandam tempo e são bem mais suscetíveis a erros que processos eletrônicos. Além do mais, a tecnologia traz uma série de vantagens à gestão do consultório e ao atendimento do paciente. Entenda melhor.

Acessibilidade

Um dos principais pontos que fazem os softwares médicos serem indispensáveis é a o fácil acesso às informações armazenadas ali. 

O gestor do consultório tem total controle do seu andamento diário, onde quer que esteja. As secretárias têm acesso organizado ao cadastro de cada paciente e  às agendas de cada profissional sincronizadas em uma mesma tela.

 As informações dos pacientes ficam disponíveis aos profissionais de saúde com rapidez e segurança, mesmo fora da clínica. 

Em tempos como esse, em que o afastamento social é necessário, um médico consegue fazer um atendimento por telemedicina, acessando todos os dados do paciente, sem sair de casa.

Mobilidade

Conseguir acessar tudo de qualquer computador ou dispositivo traz muito mais independência para os profissionais do consultório. Imagine só poder consultar a sua agenda do celular, sem ter que ficar ligando para a secretária para saber dos compromissos?

Segurança

Perder a ficha de um  paciente traz um transtorno enorme. Com os softwares médicos, as informações sigilosas do atendimento ficam armazenadas digitalmente, tornando inviável a perda ou extravio. 

Também evita rasuras e má interpretação por falta de legibilidade e organização.

Organização 

Gerir um consultório dá trabalho. Acompanhar as despesas e as receitas, entender o que precisa ser melhorado e o que está funcionando exige muita dedicação, que por falta de tempo, às vezes acaba ficando em segundo plano.

Um software médico consegue reunir todas essas informações que otimizam a gestão e facilitam o acompanhamento diário. A ferramenta também consegue otimizar tarefas como agendamento de consulta, cadastro de pacientes, as prescrições durante os atendimentos, entre outras.

Automatização 

Quanto tempo uma secretária gasta marcando um atendimento? E ligando para confirmar a consulta? E ligando outra vez para lembrar o paciente do retorno? 

Essas são situações do cotidiano facilmente automatizadas com o uso de um software médico. 

O agendamento eletrônico possibilita que o próprio paciente visualize a agenda do médico, os convênios e os valores, sem depender da ligação da secretária.

As automações de e-mail enviam mensagens de retorno, lembretes de consulta e ainda auxiliam estratégias de marketing, ao serem configuradas uma única vez, sem que tenha alguém disponível para essas tarefas o tempo todo.

Utilizar um software é muito mais que digitalizar seus processos. É também ter mais segurança para tomar decisões baseadas em informações organizadas. As diversas funcionalidades integradas podem fazer o consultório alcançar um outro nível. 

Continue navegando no blog e saiba mais sobre esses e outro assuntos para o seu consultório.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.