Software para clínica: expectativas x realidade

software para clínica

Nós não compramos nenhuma ideia, inovação ou promessa de solução sem criarmos expectativas. Não há razão para comprarmos tais propostas sem acreditar, de alguma forma, que os problemas mais comuns que nos atingem serão solucionados.

E quem já passou por situações ruins, sabe de cor a lição: cultivar muitas expectativas acerca de qualquer coisa pode te deixar meio frustrado e decepcionado.

Mas quando o assunto é software para clínica, sinto dizer que é extremamente complicado encontrar o culpado. O problema não está na promessa, nem na sua expectativa em relação aos benefícios do software para clínica, mas sim no sistema como um todo que ainda enxerga de forma pouco abrangente o exercício do profissional da área da saúde.

As grandes promessas que os softwares para clínicas fazem não são as vilãs dessa história. Isso porque a ideia do que um software pode fazer por você  é realmente grandiosa. Usar a tecnologia a favor da praticidade, organização e agilidade do seu consultório ou clínica é realmente a opção mais inteligente  e o caminho mais óbvio a se seguir atualmente.

Quem não opta pela informatização fica para trás – disso ninguém pode discordar. Porém, o que teria potencial para ser uma grande transformação para o seu consultório, acaba sendo uma solução meia boca, algo que tapa alguns buracos e não faz nem cócegas em outros.

O primeiro importante fato que temos que entender é que nós enxergamos muito mal onde estão localizados os nossos principais problemas no consultório. Se interpretamos mal os nossos problemas, dificilmente encontraremos a solução ideal para eles, certo? Pior ainda: dificilmente saberemos o que devemos exigir de um software para clínica. Isso porque não analisamos, estudamos e nem visualizamos de forma abrangente a nossa realidade médica.

Você conhece a frase:

“Quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve.”?

software para clínica

É exatamente essa a história de quem adquire um software para clínica. Para aqueles que não sabem exatamente quais problemas desejam solucionar, quais são as reais fontes das suas principais queixas e nem o que realmente querem para o consultório ou clínica, qualquer coisa serve.

E aí, quando quase nada é resolvido, e nós nos sentimos parados no mesmo lugar, com a sensação frustrante de que nada mudou apesar do investimento e do esforço, nos vemos tentados a colocar toda a culpa na proposta “falsa” do software para clínica que adquirimos. Mas não é bem assim…

Expectativas x Realidade

Para começarmos a entender melhor o porquê de tantos profissionais da área da saúde estarem frustrados com seus softwares para clínica, vamos conversar um pouquinho.

Sendo extremamente sincero: você já parou para pensar o que realmente deseja para o seu consultório? Onde você quer chegar com ele? Quais são os seus objetivos? Para alcançá-los, quais estratégias você acha que deve desenvolver?

Depois de responder, sinceramente, todas essas questões, responda esta última: um software para clínica pode mesmo te ajudar a conquistar o que você deseja para o seu empreendimento?

Não sejamos injustos com a tecnologia: ela pode fazer muito por você, mas não é mágica e depende muito do uso que você fará dela para ser realmente efetiva.

O dia a dia no consultório é muito complexo e a gestão envolve ações que vão muito além da agenda e do prontuário eletrônico. É preciso que você entenda a complexidade das suas funções para saber exatamente o que pode e deve cobrar da empresa que desenvolveu o software que você utiliza.

Para entender o que você pode ou não cobrar do seu software para clínica, vou tentar adivinhar algumas das suas expectativas em relação a essa tecnologia e que, muitas vezes, são mesmo prometidas pelas empresas. E isso não é erro delas, mas sim um erro de compreensão da realidade complexa de um consultório ou clínica. Uma má compreensão que vem de todos os lados: do gestor, do profissional de saúde, da secretária, da empresa e do software.

Então, vamos quebrar algumas ideias que já fazem parte do nosso imaginário.

 

Se você quer agilidade no atendimento

software para clínica

Se você pensou bem, analisou, estudou e ampliou a sua visão a respeito dos reais problemas no consultório e detectou que este é um ponto crucial para transformar a rotina do seu consultório para melhor, não fique nervoso se o seu software não atender a essa expectativa.

Um software para clínica não vai, de forma alguma, agilizar os seus atendimentos sozinho. Pense no seu atendimento utilizando papéis, há um tempo atrás, e no seu atendimento agora, via software. O que você fazia antes que deixou de fazer agora?

Na verdade, sendo realistas, a agilidade pode ter diminuído drasticamente, inclusive. Com o papel, apesar da demora para redigir, manusear, encontrar fichas e armazenar prontuários, você escrevia o que achava necessário.

Em alguns softwares, muitas vezes, você terá que preencher dezenas de campos burocráticos que não precisava preencher no papel. Você vai perceber, frustrado, que o software que adquiriu esperando tornar o seu atendimento mais ágil, não cumpriu essa função.

E aí? Será que as suas expectativas estavam erradas? Ou a promessa do software era falsa?

Nenhum dos dois.

A tecnologia de um software para clínica pode mesmo agilizar, e muito, os seus atendimentos. Mas é uma tecnologia feita para milhares de realidades diferentes e, se você não coloca um pouquinho da percepção do seu empreendimento e da inteligência de negócio no seu software, ele não vai atender às suas necessidades, propriamente dito.

Então, a não ser que você desenvolva um software só para você, é preciso que haja diálogo e uma boa compreensão das propostas de software que aparecem para você.

Se a sua principal necessidade é agilizar os atendimentos, você precisa saber procurar e exigir uma proposta de solução que resolva essa questão para você: um software para clínica mais flexível, por exemplo, em que você pode definir como deseja realizar o atendimento e possa moldá-lo conforme as necessidades do seu consultório.

Sabendo as principais causas que levam um paciente até você, o que é essencial e obrigatório a ser respondido na anamnese? Quais informações precisam estar na ficha do paciente?

Entendendo melhor o seu consultório e respondendo a essas perguntas, você consegue dar o primeiro passo rumo a um atendimento mais ágil e prático.

A ideia sempre é descobrir o que você precisa e como um software para clínica pode ajudá-lo com isso.

Se você quer pacientes fiéis ao seu consultório

Se você analisou bem a realidade do seu consultório e descobriu que o que quer  é fidelizar os seus pacientes para obter uma receita mais estável e equilibrada, o que você precisa é investir em relacionamento pós-consulta e não em um prontuário eletrônico que não fará nada por você nesse sentido.

Pense bem: o que um software para clínica pode fazer para aumentar a satisfação dos seus pacientes no consultório e fazer com que eles retornem?

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Entendendo bem que essa é uma expectativa sua, você deve procurar por softwares que podem te auxiliar no relacionamento com os seus pacientes. E organização e agilidade no atendimento nem sempre serão seus aliados nessa estratégia: para garantir um público fiel ao seu consultório é preciso ir mais fundo, construindo um relacionamento mais aprofundado e estreito com os seus pacientes.

Portanto, avalie se o software para clínica que você está pensando em adquirir possui recursos especificamente voltados para esse objetivo, para que as suas expectativas não sejam frustradas.

O seu trabalho no consultório vai além do momento da consulta, mas diz respeito à gestão e à estratégia também. Portanto, se você ainda não compreendeu que o seu consultório é também um empreendimento e precisa de atenção, dificilmente encontrará as respostas que precisa no software, pois não está fazendo as perguntas certas: meus pacientes ficarão mais satisfeitos? Como esta proposta de software pode me ajudar a melhorar o relacionamento pós-consulta?

 

Se você quer diminuir as faltas

Se você tem notado que o foco principal dos seus problemas no consultório tem sido o alto número de faltas e alimenta grandes expectativas de que um software para clínica resolverá isto para você, é melhor reavaliar estas expectativas.

Não que um software não tenha potencial para ajudá-lo a diminuir as faltas: ele tem. Mas preciso enfatizar mais uma vez: de nada adianta um software com alto potencial se você não entende direito suas necessidades e a fonte dos seus problemas.

O primeiro passo, nesse caso, é tentar descobrir quais as razões para este alto número de faltas: é um problema na comunicação? Na organização da agenda? Seus funcionários da recepção estão sendo claros ao informar a data e o horário aos pacientes? Se forem esses os casos, você precisa de uma agenda eletrônica inteligente que minimize os erros de comunicação entre os seus pacientes e a secretária. Então invista em um software para clínica que ofereça uma agenda prática e inteligente.

Porém, se você acredita que a razão para o alto número de faltas está no fato de que os seus pacientes, às vezes, se esquecem do horário e data em que marcaram consulta com você, priorize um software para clínica que possua um recurso de lembretes de consulta, por exemplo. Isso pode auxiliá-lo no seu objetivo principal: diminuir as faltas no consultório. Por isso é preciso entender muito bem quais são suas necessidades e de que forma um software pode ajudá-lo a satisfazê-las.

Se você quer atrair mais pacientes

 software para clínicaSe, no fim das contas, você descobre que o que queria mesmo era atrair mais pacientes e dobrar o faturamento do seu consultório ou clínica, sinto dizer que um software para clínica pode até ajudá-lo em outros pontos da sua gestão, mas vai frustrá-lo neste quesito.

Muitas coisas vão mudar, seu tempo será otimizado e você verá os benefícios que informatizar o consultório trará para a sua rotina, mas não vai ver os valores da sua receita subindo como queria. O problema é que você está mirando nas soluções erradas: só oferecer um atendimento de qualidade não é o suficiente para atrair mais pacientes ao seu consultório.

Bons médicos nem sempre são bons empreendedores e é essa visão que falta aos softwares para clínicas e aos profissionais da área médica: nós também somos empreendedores e precisamos enxergar o consultório como um negócio que precisa de investimento em divulgação.

Se o atendimento no seu consultório é de excelência, o seu público precisa saber disso e descobri-lo. Então, no caso, o que você precisa vai além da informatização do consultório: você precisa de marketing.

Se o que você precisa para aumentar o faturamento é o marketing, por exemplo, mas ainda não descobriu este fato, é fácil jogar a culpa no software para clínica que utiliza. Mas vamos combinar que, nessa história, não há culpados.

Você não tem culpa por desconhecer as necessidades do seu consultório enquanto empreendimento (ninguém nos ensina isso e aprendemos na prática)  e nem o software tem culpa por não oferecer a você aquilo que nem você mesmo identifica como uma necessidade.

Todo o sistema, de um lado os profissionais de saúde e do outro as empresas de software para clínica, precisa compreender que o papel do profissional da saúde que administra um consultório ou uma clínica vai além do atendimento e da gestão financeira: é preciso haver estratégia se queremos alcançar objetivos maiores. E estratégia não é algo que dá para ser entregue de bandeja, assim, sem nenhum esforço.

Toda boa estratégia nasce de um bom entendimento de negócio. E nem o seu software, nem os melhores consultores do planeta vão realizar isso sozinhos sem a sua ajuda: você é a maior fonte de informações sobre o seu consultório.

Por isso, é importante que você faça a sua parte, procurando entender as necessidades e objetivos do seu consultório, antes de comprar uma proposta de solução de um software para clínica.

Um software para clínica pode, sim, atender a todas as suas expectativas, inclusive a de ajudá-lo com o marketing do seu consultório, mas para isso, você deve delinear muito bem quais são e fazer as perguntas certas à empresa que está te propondo o software.

Uma proposta realista

Aqui, no iMedicina, nós tentamos cercar todos os pontos que se referem ao exercício do profissional de saúde em seu consultório: a gestão administrativa, a gestão financeira, o atendimento, a estratégia de marketing e o relacionamento com o paciente. 

Procuramos compreender mais profundamente as reais necessidades do profissional e pensamos em soluções práticas que poderiam ajudá-lo no dia a dia, a partir de uma intensa pesquisa em consultórios e clínicas. À frente do projeto, temos profissionais da área da saúde que vivem na pele o dia a dia médico.

De pouco adianta uma super tecnologia que não dialoga com as suas necessidades e a sua linguagem. Por isso, ao desenvolvermos o iMedicina, privilegiamos a sua liberdade de ação no sistema.

software para clínica

Sabemos que é muito difícil representar todos os profissionais de saúde e todas as demandas específicas em um só software. E seria um erro tentarmos fazer isso no iMedicina. Então, tentamos deixá-lo o mais flexível possível para ser moldado segundo as suas necessidades.

Disponibilizamos recursos de estratégia de marketing e relacionamento: mas é você quem executa a sua estratégia. Te orientamos caminhos, disponibilizando as ferramentas necessárias para segui-los, mas você só alcança resultados se conhece bem o seu empreendimento e sabe onde quer chegar.

Também disponibilizamos um prontuário totalmente flexível às demandas do seu consultório: você não precisa preencher campos que considera desnecessários, pois a tela é livre para que você a utilize da forma que desejar durante a anamnese. Mas cabe a você estabelecer os padrões de atendimentos recorrentes em seu consultório para personalizar o iMedicina para deixá-lo mais ágil e eficiente.

A proposta que fazemos é de uma parceria: aliamos a nossa tecnologia ao seu entendimento de negócio, ao conhecimento que você tem do dia a dia no seu consultório. A ideia é trabalharmos juntos!

Nossa equipe de suporte e consultoria está sempre aberta para ajudá-lo a solucionar problemas e utilizar o iMedicina da melhor forma possível em seu consultório ou clínica.

Além disso, para ajudá-lo a entender melhor pontos importantes sobre estratégia e planejamento (sabemos que esses não são temas recorrentes nas faculdades de medicina), junto ao iMedicina há uma Universidade de cursos completos sobre marketing, planejamento estratégico, criação de marca, relacionamento, blog em saúde, etc.

Dessa forma, podemos entregar a você não só as ferramentas e os recursos tecnológicos, mas também uma base de conhecimento para que todas as escolhas que você faça para o seu consultório sejam estratégicas e eficazes.

software para clínica

Se você ainda não conhece nossa proposta e o que podemos fazer pela gestão do seu consultório, dê uma olhada na nossa página! Lá você vai entender melhor tudo o que podemos fazer juntos.

Caso queira um contato mais personalizado para nos contar um pouquinho sobre você e o seu consultório, solicite a ligação de um de nossos consultores, por aqui!

No mais, continue acompanhando nossas dicas aqui no blog!

Espero que tenha ajudado!

Até!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.