Medicina: conheça a profissão e o mercado de trabalho

medicina

Um profissional da Medicina trabalha na promoção da saúde, na prevenção e no tratamento dos males diversos que afetam os seres humanos. Ele pode ser um médico generalista, e atuar de muitas formas, cuidando de todos os tipos de pacientes, ou médico especialista, focando em apenas uma área médica. O médico atende indivíduos e comunidades, a depender de sua escolha.

Formação e carreira de Medicina

O curso que forma médicos é o de Bacharelado em Medicina, que tem cerca de seis anos. Ele tem o caráter de curso básico, formando, portanto, clínicos gerais. Para se especializar em uma área, o recém-formado deve passar por uma residência médica, que dura pelo menos dois anos.

O profissional de medicina pode também escolher uma modalidade de especialização. Tanto a residência, quanto a especialização, devem ser reconhecidas pela Associação Médica Brasileira (AMB) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). A especialização ditará a forma de trabalho do médico. As mais comuns são:

• Alergia e imunologia;
• Anestesiologia;
• Cardiologia;
• Cirurgia;
• Dermatologia;
• Geriatria;
• Ginecologia e Obstetrícia;
• Genética;
• Otorrinolaringologia;
• Pediatria;
• Psiquiatria;
• Urologia.

No início de carreira, o médico pode trabalhar no atendimento privado, normalmente em consultório particular. Alguns ingressam no serviço público, atuando em Unidades Básicas de Saúde, serviços de pronto-socorro, postos, hospitais ou ambulatórios. Outros preferem trabalhar na área administrativa, realizando atividades relacionadas ao planejamento e à implementação de ações e políticas de saúde.

Entre as funções exercidas por um médico, estas são as principais:

• Solicitação de exames;
• Realização de diagnósticos;
• Cirurgias;
• Prescrever formas de uso de medicamentos;
• Esclarecer, através de programas, a forma correta de prevenção e tratamentos de doenças.

Com o passar dos anos, o profissional evolui de acordo com seu trabalho. Se ele atua com atendimento, seja no serviço público ou privado, ganha experiência, habilidade e técnica. No entanto, suas atividades permanecem basicamente as mesmas. Já na área administrativa, se for um bom profissional, o médico evolui nos cargos, podendo assumir altas funções, como coordenação e diretoria.

Mercado de trabalho

Para poder atuar, o profissional deve antes ser registrado no Conselho Regional de Medicina. Embora o mercado mude de acordo com a região, a medicina é a carreira com a maior remuneração e maior porcentagem de ocupação. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), quase não há médicos desempregados no Brasil. Sempre há vagas para profissionais, principalmente no interior. Como existem mais médicos nos grandes centros, as populações das cidades afastadas demandam muito atendimento.

O recém-formado pode procurar emprego no setor privado ou realizar concursos para atuar em serviços públicos. No setor privado, seu salário dependerá do ambiente de trabalho, pois o preço cobrado por médicos em consultórios depende de algumas variáveis. Mas podemos estimar o salário inicial de um médico recém-formado, que é de aproximadamente R$ 2,3 mil. É o valor pago por uma bolsa de residente atuando 60 horas por semana.

Já um profissional que atua por 62 horas semanais, recebe uma média mensal de R$ 6,5 mil. Um médico com experiência recebe entre R$ 12 mil e R$ 18 mil mensais. Apesar disso, há profissionais que ganham mais por cobrarem de acordo com seu conhecimento e experiência. Nas cidades do interior, há postos de saúde que pagam salários de cerca de R$ 20 mil.

É muito importante entender que, atualmente, para garantir seu espaço no mercado, o profissional da área da saúde deve estar sempre atualizado e investindo em ações que aumentem a visibilidade de sua clínica ou consultório, através de uma estratégia de marketing e de um bom atendimento e relacionamento com o paciente.

Você sabia que existem softwares médicos extremamente eficazes que auxiliam na gestão do consultório e no relacionamento com os pacientes? E que, inclusive, podem ajudá-lo na parte estratégica e no marketing do consultório? Já pensou se, no seu software médico, além de gerenciar seus pacientes, você pudesse também criar e conduzir o seu próprio site e blog?

No iMedicina nós oferecemos essa possibilidade! Conheça nossa proposta visitando a nossa página e entenda melhor como informatizar o seu consultório e atrair novos pacientes!

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.