O médico deve cobrar pela consulta por telemedicina?

telemedicina

A consulta por telemedicina é um atendimento como qualquer outro, a única coisa que muda é o canal, que passa a ser digital. Portanto, é recomendável realizar a cobrança como se fosse realizada presencialmente, pois se trata de um serviço médico prestado. Mas, claro, o profissional deve levar em consideração as especificações do procedimento na hora da precificação.

Durante esse período, você vai se deparar com diferentes situações. Há pacientes que estão cientes dessa necessidade e já se adiantam perguntando sobre como o médico gostaria de que o pagamento fosse realizado.

Por outro lado, há também aqueles que não entendem que a consulta virtual se trata de um serviço, demandando uma explicação mais detalhada sobre o assunto.

Continue a leitura deste artigo para saber o que a legislação fala sobre isso e saiba quais são os seus direitos como profissional.

Como funciona a consulta por Telemedicina?

A consulta por telemedicina refere-se ao atendimento médico à distância. Embora seja uma opção muito vantajosa, tanto para o paciente quanto para o médico, esse tipo de consulta ainda não tem uma resolução definitiva que autorize tal procedimento.

No entanto, em razão da pandemia da COVID-19, o CFM (Conselho Federal de Medicina) e o Ministério da Saúde permitiram que as consultas fossem realizadas de maneira online.

Essa consulta remota deve ser feita por meio de plataformas de telemedicina seguras, a fim de garantir que as informações a respeito do paciente sejam protegidas. Elas podem ser de caráter inicial (primeiro atendimento), de acompanhamento, de supervisão ou de urgência.

A consulta à distância também pode atender desde os cuidados primários até diferentes especialidades, como reabilitação, cardiologia, pneumologia, etc.

Quais as vantagens que ela oferece?

A telemedicina facilitou o contato entre o médico e paciente nesse período difícil da pandemia da COVID-19. Por meio dela, você consegue oferecer um atendimento de qualidade sem expor seus pacientes ao risco de contágio. Veja, a seguir, quais são as outras vantagens oferecidas pela ferramenta.

Agilidade no atendimento

Quando a consulta ocorre de maneira online, o paciente pode ser atendido no conforto do seu lar, não sendo necessário se locomover até o consultório. Nesse sentido, pode-se dizer que a telemedicina agiliza a assistência, uma vez que o médico não precisará esperar o paciente chegar para, então, atendê-lo.

Como tudo é online, acaba que a consulta, por vezes, é mais rápida. Com isso, existe a possibilidade de ampliar o número de consultas diárias ou, então, usar esse tempo a mais para se dedicar a outros compromissos, como estudar ou até mesmo separar um tempo maior para a família.

Otimizar o tempo com a ajuda de um consultório online resulta na melhora da qualidade de vida e redução do estresse devido à sobrecarga de trabalho.

Redução de custos

Mesmo que a haja cobrança pelo atendimento, o paciente tem a oportunidade de reduzir os seus custos com a consulta, uma vez que não precisará gastar com gasolina e nem transporte público para chegar ao consultório. Isso se dá, principalmente, nos casos em que o paciente mora em uma cidade diferente de onde o consultório se localiza.

Do ponto de vista do profissional, a telemedicina ajuda a reduzir custos também. Como a interação é remota, não é necessário contar com muitos materiais e espaço para atender os pacientes. Além disso, o profissional pode realizar a consulta de onde estiver, basta ter acesso à internet.

Ampliação de público

A facilidade do acesso ao atendimento proporcionada pelas consultas à distância, permitem atrair mais pessoas interessadas em seus serviços.

Na área da saúde é muito comum que os pacientes indiquem os profissionais para seus amigos e familiares e, como o atendimento não impõe limites de distância, fica muito mais fácil atrair novos pacientes.

Isso auxilia o consultório a crescer muito além do esperado, principalmente neste momento de crise econômica que se agravou por conta da pandemia.

Dessa forma, além de ficar à frente da concorrência, você também consegue ter mais recursos para atrair e fidelizar mais pacientes.

Diagnósticos precisos

Sempre que o médico se depara com um caso muito atípico, é normal que ele precise estudar mais sobre o assunto e até mesmo consultar outros colegas de profissão para acertar no diagnóstico.

No entanto, em virtude da distância, isso pode levar bastante tempo. A consulta remota consegue favorecer até mesmo os profissionais de saúde, sabe por quê?

Porque por meio dela existe a possibilidade de agendar videoconferências com outros especialistas para discutir o caso em questão.

Essa reunião pode acontecer durante o atendimento, com a presença do paciente, ou até mesmo após a consulta. Com isso, o médico consegue trocar informações com outros profissionais de maneira mais ágil e segura, beneficiando o diagnóstico e antecipando a escolha do tratamento.

Segurança dos dados

Uma das principais preocupações em relação às consultas por telemedicina é a segurança dos dados do paciente. Nesse momento, você precisa contar com uma plataforma que ofereça um serviço de criptografia de ponta a ponta na conexão do vídeo. Dessa forma, somente pessoas que têm acesso à sala podem ter ciência do conteúdo da consulta.

Além disso, o acesso precisa ser protegido por protocolo HTTPs, com certificado digital de 256 bits e o IP de acesso e navegadores precisam ser registrados para monitoramento de acessos indevidos.

O que a legislação fala sobre cobrar pela consulta por telemedicina?

De acordo com a Lei 13.989/20, em seu artigo 5º, “a prestação de serviço de telemedicina seguirá os padrões normativos e éticos usuais do atendimento presencial, inclusive em relação à contraprestação financeira pelo serviço prestado”.

Isso significa que você pode, sim, cobrar pelo atendimento. Embora feito de maneira remota, o atendimento médico particular online também esclarece dúvidas, orienta, prescreve e encaminha o paciente conforme a necessidade.

Isso precisa ficar claro ao paciente desde o início, para que não haja problemas futuros. Uma boa maneira de se resguardar é registrar em prontuário, o termo de aceite preenchido pelo paciente.

A consulta por telemedicina é um coadjuvante dos atendimentos presenciais, muito necessário. Imagine uma crise de saúde em que os pacientes precisem lotar os postos de atendimento para ter orientação adequada?

Com o uso da tecnologia certa, os profissionais da saúde conseguem exercer o seu papel sem colocar a sua saúde em risco ou expor o paciente.

Quer saber mais sobre telemedicina e outros assuntos importante para seu consultório? Continue navegando pelo blog!

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: