Papel dos Conselhos Regionais de Medicina em cada região

Que ninguém gosta de trabalhar com desordem é verdade. Nem sempre detectamos ou conseguimos resolver sozinhos os problemas que causam inconveniências tanto para quem pratica o serviço, como também para quem é beneficiado.

Dentro de uma clínica médica e fora dela a situação é a mesma coisa. Como médico de uma rede credenciada ou gestor da própria clínica, essas ocasiões também são comuns. Médicos com registros falsificados, clínicas cometendo infrações de ética, denúncias contra esses profissionais ou a falta de conhecimento dos direitos são ocorrências tão comuns quanto imaginamos.

Com o objetivo de apurar esses casos, resolvê-los e trazer estabilidade e qualidade nos serviços médicos, existe o Conselho Regional de Medicina, o CRM.

CRM: O que é esse órgão?

Sim, existe o registro que todo médico possui para atuar na área, porém, o CRM também é um órgão supervisor encarregado de avaliar quaisquer casos de ética profissional em cada região do país. Existe o Conselho Federal de Medicina, que abrange em âmbito nacional, mas cada estado possui um conselho regional de medicina subordinado a investigar situações da região.

A princípio, parece algo chato ter um órgão que monitore seu trabalho e ver se você age da maneira correta, mas o conselho regional de medicina tem a função de ajudar os médicos a agirem com políticas de saúde respeitáveis e íntegras, de forma a promover bem-estar tanto para a classe médica e também aos pacientes beneficiados.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Quais os papéis dos Conselhos Regionais de Medicina?

Para averiguar os casos, o conselho regional de medicina exerce o papel de julgar as ocorrências chegadas ao órgão e decreta regimentos ético-profissionais para promover a ética no trabalho, mesmo em casos de imprudência de algum especialista ou para aperfeiçoar futuros trabalhos.

Porém, quem pensa que o conselho regional de medicina é uma autarquia somente para “dedurar” quem age erroneamente, se engana. Além de cumprir funções legais, a entidade responsável precisa agir, com o conselho federal de medicina, na garantia dos direitos que os médicos possuem caso alguma instituição ou gestão infrinja o provimento de privilégios que a classe médica tem. De modo simples, o órgão defende o profissional, quando ele age de maneira correta, e estabelece regimentos que o protejam de outras situações semelhantes.

Agindo em caráter jurídico, a organização possui uma equipe variando de cinco até vinte e um membros que fiscalizam o exercício da profissão, mantém registros atualizados dos médicos atuantes no estado, fazem expedições do registro de CRM, representam o conselho federal na região, publicam artigos ou outros relatórios sobre mudanças, desempenhos técnicos ou a relação de novos profissionais na área entre outros trabalhos. Ocorrendo infrações, a instituição também pune quem age errado. Tudo isso para assegurar que tudo aconteça na devida ordem e de forma ética.

Vendo esses detalhes, fica mais fácil ver que a organização traz muitos benefícios e liberdade para quem trabalha nos serviços de saúde e fornece bem-estar à população. E agora você já sabe: se o CRM entrar em contato com você e sua equipe, não se desespere. Tudo isso é para transmitir mais tranquilidade e integridade ao seu trabalho.

Gostou desse artigo? Veja em nosso blog outros artigos relativos a esse assunto e muito mais!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.