Como implementar a avaliação de desempenho em seu consultório

avaliação de desempenho

A rotina de trabalho em um consultório ou clínica médica costuma ser tão corrida, que muitas vezes processos de gestão de pessoas acabam ficando de lado. Rotinas como a avaliação de desempenho são fundamentais para manter a sua equipe engajada.

Se você não sabe dizer quais são as competências e as habilidades que seus funcionários precisam desenvolver, pode estar correndo vários riscos.

Neste post, vamos explicar o que você deve levar em consideração na hora de implantar a avaliação de desempenho periódica em seu consultório. Acompanhe para saber mais.

O que é avaliação de desempenho?

O termo avaliação de desempenho pode dar uma visão simplificada sobre uma atividade muito importante para qualquer gestor.

A avaliação de desempenho é uma ferramenta poderosa de gestão de pessoas que tem como finalidade fazer um raio-x das competências técnicas e comportamentais de cada colaborador.

Ela é ideal para eliminar a percepção subjetiva que os funcionários podem ter sobre o próprio trabalho e deixar claro quais são os critérios de crescimento de carreira.

Por meio dela, é possível deixar claro quais são os pontos que o colaborador deve desenvolver para atender às suas expectativas e se desenvolver. 

Além disso, ela ainda permite que você acompanhe se o colaborador está entregando os resultados esperados e atingindo as metas pré-estabelecidas.

Pode-se dizer que esse é um recurso que pode ser usado para alcançar o máximo do potencial individual.

Por que ela é importante?

A avaliação de desempenho é um instrumento rico com diversas finalidades. 

Quando ela é aplicada de forma periódica e compromissada, é possível:

  • ter uma visão clara sobre o desempenho de cada funcionário;
  • identificar a necessidade de treinar e desenvolver a equipe da sua clínica para melhorar as suas rotinas de trabalho;
  • medir produtividade;
  • engajar os colaboradores com as metas e os resultados esperados;
  • reconhecer o desenvolvimento individual, por meio de ações de endomarketing ou bonificação financeira;
  • conhecer melhor as aptidões de cada funcionário e, se necessário, realocá-lo para outra atividade para a qual ele tem mais perfil;
  • evitar a sensação de injustiça quando for promover algum colaborador por mérito ou aumentar o salário de alguém;
  • criar um bom clima de trabalho, que terá impacto direto na forma como os funcionários tratam os seus pacientes;
  • mensurar o desempenho coletivo da equipe;
  • demitir com base em critérios objetivos.

Diante de tantos benefícios, é impossível negar a importância da avaliação de desempenho.

Quando aplicar?

Antes de sair em busca de um formato ideal de avaliação de desempenho para o seu consultório, é importante entender a periodicidade ideal.

Como estamos falando de um instrumento que tem como finalidade o desenvolvimento humano, não adianta repetir a avaliação em um curto período de tempo.

Dificilmente, você terá grandes resultados se isso acontecer. Certas competências técnicas, como a conclusão de uma pós-graduação, por exemplo, exigem tempo.

Da mesma maneira, é impossível evoluir em relação a algumas habilidades comportamentais da noite para o dia.

Questões práticas

Imagine, por exemplo, que você tem uma secretária que possui baixa extroversão e sociabilidade. Apesar de fazer o seu trabalho bem, ela é pouco receptiva ao diálogo com os seus pacientes. 

Neste caso, a funcionária deverá buscar alternativas para desenvolver sua habilidade de comunicação. É pouco provável que ela consiga evoluir significativamente em um ou dois meses.

Os resultados mais consistentes deverão ser notados a partir de 6 meses. Por isso, esse é o tempo ideal para repetir a avaliação e comparar os resultados com a edição anterior.

Caso você tenha contratado uma pessoa na sua equipe há pouco tempo, comece a aplicar a avaliação de desempenho a partir do término do período de experiência, 3 meses iniciais.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

A partir desta data, mantenha a rotina de avaliação de forma semestral.

Como aplicar a avaliação de desempenho?

Não existe um padrão para a avaliação de desempenho. Se você fizer uma rápida pesquisa pelo Google, vai encontrar diversos modelos que podem ser aplicados em sua clínica ou consultório.

Cada um deles possui vantagens e desvantagens. Portanto, antes de mais nada, é necessário ter claro quais são os seus objetivos para encontrar o que melhor atenderá você.

Listamos 3 tipos mais comuns que podem ser usados para que você encontre o perfeito para você:

1)Avaliação do gestor

É o método mais tradicional. O administrador da clínica ou o próprio médico lista quais são os pontos fortes e os fracos de cada funcionário.

A partir disso, é possível entender o que cada pessoa tem de habilidade e o que pode desenvolver. O sistema ainda permite ter uma visão mais ampla sobre o potencial da equipe. 

A única desvantagem é que é uma ferramenta unilateral. Dessa forma, o avaliador corre o risco de cometer algum engano ou injustiça por levar em consideração apenas a sua própria análise.

2) Avaliação 180 graus

Esse modelo surgiu para corrigir os problemas do anterior. Aqui, além da avaliação do gestor, há o acréscimo da autoavaliação do funcionário.

Os critérios que serão mensurados são compartilhados com antecedência para que o colaborador possa se avaliar em cada um deles. 

No dia da apresentação, médico e funcionário conversam sobre cada ponto listado para alinhar como a pessoa se percebe e quais são as expectativas sobre ela.

Essa é uma experiência rica de troca que pode gerar automotivação para mudanças e melhorias. 

3) Avaliação por metas e resultados

De todos os três tipos citados, esse é o com maior incidência de critérios quantitativos. 

Este formato tem como objetivo principal avaliar como o funcionário tem colaborado para que a sua clínica ou consultório atinjam os seus objetivos. 

Veja alguns exemplos que podem ser medidos:

  • retenção de pacientes;
  • satisfação dos pacientes com o atendimento das secretárias;
  • conversão de consultas em procedimentos, quando eles forem indicados;
  • absenteísmo do colaborador.

Conclusão

Como você pode notar, a avaliação de desempenho tem potencial de revolucionar os processos e o clima da sua clínica ou do seu consultório.

Mesmo que você ainda não conte com um profissional responsável por cuidar do RH ou tenha poucos funcionários, pode começar a aplicar esse método para medir os resultados.

Preocupar-se com a gestão de pessoas desde o início do seu negócio, ajudará você a crescer mais rápido e com consistência, oferecendo uma boa experiência aos seus pacientes. 


Gostou das dicas? Aprenda como aumentar a eficiência do seu atendimento acessando este link.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: