Principais resoluções dos Conselhos de Medicina sobre os convênios médicos

convênios médicos

Principais resoluções dos Conselhos de Medicina sobre os convênios médicos

Conselhos regulamentam práticas dos convênios de saúde a fim de proteger pacientes e profissionais

O Conselho Federal de Medicina, junto aos Conselhos Regionais dos estados brasileiros são os órgãos responsáveis por regular e fiscalizar o exercício profissional da medicina no Brasil. Com tal incumbência, o CFM e os CRM’s administram todos os aspectos da ação dos médicos com suas legislações, resoluções e portarias, baseadas no Código de Ética Médica, na Constituição Brasileira e em outras definições sociais.

Como tudo na medicina, o credenciamento a convênios de saúde também não fica de fora das resoluções do Conselho. Essa pauta era regulada por algumas resoluções do CFM, porém boa parte delas foi revogada e/ou reformulada. A resolução que ainda hoje está em vigor e que discorre sobre a atividade dos convênios médicos é a de nº 1.642 de 2002.

O que manda a resolução

O documento começa com as considerações iniciais acerca do exercício da medicina, do conselho, e dos convênios médicos. Em resumo, deixa claro que: O trabalho médico deve trazer bem à quem recebe (paciente) e quem o presta (médico), não podendo ser explorado comercialmente por terceiros. Diz ainda que os médicos tem autonomia e que devem trabalhar de acordo com o salário correspondente á atividade, e com liberdade de escolha por parte dos pacientes.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Ainda nestas considerações iniciais, situa as empresas prestadoras de seguros e planos de saúde como companhias que obrigatoriamente devem ter matrícula regular no Conselho Regional de Medicina do estado em que atua, de acordo com a lei nº de 1998. Ainda nestas cláusulas, o CFM determina:

Em seu relacionamento com pacientes e médicos, as empresas de serviços de saúde ou intermediários devem respeitar a autonomia do médico na escolha de métodos diagnósticos e terapêuticos. Adotar apenas protocolos médicos que tenham sido estabelecidos pelas associações de especialidades ou pela Associação Médica Brasileira. Deve remunerar de forma justa o profissional, encaminhando previamente a tabela de honorários ao respectivo CRM para aprovação.

Sem reter os valores por nenhum motivo, as empresas devem fazer o repasse dos honorários diretamente ao médico. Não deve vincular os honorários a nenhuma restrição de solicitação de exames complementares, além de respeitar o sigilo do profissional, ou seja, não pressioná-lo ou constrangê-lo para que revele seu diagnóstico por qualquer motivo, respeitando o código de ética profissional. Os reajustes de honorários devem ser explicitamente estabelecidos nas cláusulas do contrato entre médicos e empresas de convênios. Médicos e empresas também estão vedados de participar de licitações de menor preço, de acordo com o Código de Ética Médica.

Sanções e punições

As empresas que descumprirem o que se estabelece por esta resolução terão o seu registro cancelado perante o Conselho Regional de Medicina. O cancelamento será comunicado à ANS para que tome as providências necessárias. Além da impossibilidade no registro, em caso de descumprimento, o profissional técnico responsável da empresa em questão também responderá procedimento ético-profissional.

Para finalizar, a resolução proíbe os médicos de prestar serviços para estas empresas. O texto revoga todas as disposições em contrário, além das resoluções anteriores.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.