Identidade visual da clínica: 4 dicas para estruturar a sua

Identidade visual da clínica

Por consequência do surgimento constante de novos profissionais no mercado, todo médico que almeja o sucesso precisa buscar meios para se diferenciar da concorrência. Neste sentido, desenvolver uma boa identidade visual da clínica ajuda a se destacar e a comunicar os seus valores.

Mas, afinal, você sabe o que é identidade visual? Entende a importância de criá-la? Sabe como estruturá-la corretamente? Caso não, recomendamos a leitura deste artigo. A seguir, responderemos a essas e muitas outras dúvidas.

O que é identidade visual?

Trata-se do conjunto formado por símbolos, formatos, tipografia, cores e outros elementos que, quando reunidas, representam a imagem de um profissional para o seu público. Dessa forma, uma marca, nome ou serviço passam a ser reconhecidos por essa identidade gráfica.

Ainda, a identidade visual precisa transmitir os valores, o conceito, o propósito, a missão e o posicionamento do profissional na sua área de atuação. Porém, para se diferenciar no mercado, ela precisa ser bem definida, interessante e única.

Ademais, o desenvolvimento de uma boa identidade visual da clínica não se limita a construção de um bom cartão de visitas. Na verdade, ela irá representar a personalidade da empresa em todos os canais de comunicação que forem utilizados pelo profissional.

Outrossim, a estruturação de uma identidade visual deve abranger o logotipo, os cartões de visita, receituário, laudos dos exames, materiais de divulgação, sinalização interna da clínica, postagens nas redes sociais e até uniforme dos funcionários.

Por fim, quando um consultório constrói uma representação gráfica coerente e forte, os pacientes passam a identificá-lo apenas pelas cores, pelo logotipo ou pela reunião desses símbolos, o que aumenta a sua credibilidade.

Então, agora que você já entendeu o que é a identidade visual da clínica, precisamos falar sobre a importância de desenvolvê-la e todos os benefícios que podem ser obtidos com ela. Ficou interessado? Continue a leitura.

Por que é necessário desenvolver a identidade visual da clínica?

Em um mercado cada vez mais competitivo, oferecer um bom atendimento não pode ser o único diferencial de um profissional de saúde. Para alcançar o sucesso, é necessário investir em outras ações, tais como, construção da identidade visual e estratégias de marketing médico.

Assim, ao desenvolver um logotipo interessante ou utilizar uma paleta de cores que reflete a personalidade do profissional, o paciente se identifica e tende a se fidelizar. Caso contrário, o médico perde a oportunidade de atrair e de estabelecer uma relação com seu público.

Ainda, a identidade visual pode ser responsável por criar vínculos com os pacientes. Quanto mais houver elementos que sejam familiares para eles, maior será a sensação de proximidade e até de necessidade em relação aos serviços oferecidos.

Dessa forma, o contato constante com essa marca fará com que ela seja armazenada na memória do paciente, favorecendo o consultório no momento em que ele precisar tomar a decisão de procurar assistência médica.

Com isso, além de se diferenciar, você passa a ser reconhecido pelas pessoas, o que também aumenta a sua autoridade enquanto médico, se tornando uma referência na sua área de atuação. Esse reconhecimento também é responsável pelo sucesso de suas ações para atração e fidelização de pacientes.

Alguns bons exemplos de sucesso de uma boa identidade visual são o Mc Donald’s, a Nike, Adidas, Mastercard e Apple. Essas marcas são facilmente identificadas pelas suas cores ou pelos seus logotipos.

Como a identidade visual da clínica pode ser utilizada?

A identidade visual da clínica precisa estar presente em todos os canais de comunicação da empresa e em todas as formas de divulgação. A padronização é essencial para o fortalecimento da marca.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Por isso, as cores do seu logotipo, por exemplo, precisam estar inseridas no uniforme da equipe e na sinalização interna do consultório, tais como, placas de orientação, cartazes, panfletos e até nas faixas pintadas no chão.

Ademais, todo o material de papelaria da sua clínica deve respeitar a identidade visual desenvolvida. Ou seja, precisa conter a paleta de cores, o logotipo, a tipografia e outras características pertinentes.

Da mesma forma, a identidade visual da clínica deve se estender ao site médico, às redes sociais, ao blog, ao e-mail marketing e à qualquer outra forma de comunicação com os pacientes.

Para isso, essas plataformas e ferramentas precisam preservar as mesmas cores e tipologias que forem utilizadas nos materiais de papelaria e na sinalização interna do consultório. Ao ampliar essa comunicação, você acelera o processo de reconhecimento, fortalece a sua presença digital e dá solidez à marca.

Conheça algumas dicas para estruturar a sua identidade visual

Agora que já falamos sobre o conceito, a sua importância para os profissionais de saúde e sobre as formas de utilizá-la, chegou a hora de transformar toda a teoria em prática.

Assim, preparamos algumas dicas que irão ajudar na estruturação da sua identidade visual. Então, se você tem dúvidas sobre quais aspectos considerar para o desenvolvimento da sua marca, continue a leitura.

1) Planejamento da identidade visual da clínica – o que levar em consideração?

Para desenvolver uma identidade visual que transmita a personalidade da clínica, é preciso planejar todas as etapas, processo conhecido como briefing. Para isso, o primeiro passo é identificar cores, símbolos e tipografias que sejam coerentes com a mensagem que a marca deseja transmitir.

Posteriormente, deve se considerar o perfil do seu público. Por exemplo, se você é pediatra, a identidade precisa ser atrativa para os pais e para as crianças. Além disso, é fundamental que a sua marca não deixe dúvidas sobre o tipo de atendimento realizado na clínica e as especialidades disponíveis.

2) Definição da identidade gráfica: cores, tipografia, elementos e símbolos

Após a realização do briefing, você já tem as informações necessárias para iniciar o processo criativo. Neste sentido, é importante dedicar-se a análise e estudo dos itens que irão compor a sua identidade visual, tais como:

  • símbolos: o logotipo é o símbolo que estará presente em todos os seus materiais de comunicação. Ele pode ser mais abstrato, como linhas curvas ou espirais, ou literais, como o desenho de uma gestante, um bebê, entre outros;
  • elementos: para compor a identidade visual você pode se utilizar de formas geométricas, como retângulo, quadrados, círculos e triângulos. A melhor alternativa será aquela que respeitar o perfil levantado pelo briefing;
  • cores: as cores possuem significados e são responsáveis por provocar sensações em nosso cérebro. O azul e o lilás, por exemplo, transmitem a ideia de limpeza e calma. Por isso, é comum que as cores mais pesadas, como o preto e o vermelho, sejam evitadas em consultórios médicos;
  • tipografia: diz respeito ao tipo de letra que será usada na identidade visual da clínica. Esse elemento deve estar em sintonia com os símbolos e cores escolhidas.

3) Divulgação

Com a estruturação da sua identidade visual, chegou o momento de divulgá-la para o seu público. Para isso, existem inúmeras possibilidades, como, por exemplo, televisão, jornais, revistas, site médico, redes sociais, e-mail marketing, panfletos, etc.

De modo geral, investir em estratégias de marketing médico tem se mostrado a melhor alternativa, pois, além do menor custo, quando comparado à mídia tradicional, tem o potencial de alcançar um número maior de pessoas.

4) Auxílio profissional

Embora a construção de uma identidade visual forte pareça algo simples, trata-se de um processo longo e que exige conhecimento técnico e acadêmico, pois, o objetivo é desenvolver uma marca com personalidade e que transmita a mensagem desejada.

Neste sentido, recomenda-se que profissionais de saúde busquem auxílio de profissionais especializados na criação de identidades visuais para médicos. Com isso, o resultado será mais assertivo e, provavelmente, terá maior sucesso.

Então, se você deseja construir a sua marca e necessita desse suporte especializado, saiba que o iMedicina dispõe de um marketplace com fornecedores experientes nas áreas de design e marketing, sendo todos aprovados pela empresa e com garantia de entrega do serviço para todos os clientes.

Portanto, a estruturação de uma forte identidade visual da clínica trará bons resultados para você e se tornará um diferencial em meio a concorrência. Por isso, não perca tempo, procure auxílio profissional e inicie o desenvolvimento da sua marca.

Quer saber mais como estruturar uma boa estratégia de marketing médico? Fale com um consultor e conte com o iMedicina para orientar todo seu planejamento para conquistar cada vez mais resultados!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: