Trabalhar com telemedicina vale a pena?

A telemedicina é o conjunto de tecnologias e telecomunicações utilizado para o fornecimento de informação médica a pacientes e outros profissionais de saúde que estão distantes do médico. Essa orientação é feita, mais comumente, por computadores via internet, mas também podem ser utilizados telefones, smartphones, tablets e até robôs, com expectativa de que a variedade de itens aumente ao longo dos próximos anos, por conta da rápida evolução da tecnologia.

A telemedicina surgiu em Israel, mas é regulada mundialmente pela Associação Americana de Telemedicina (ATA) dos Estados Unidos. Dessa forma, é reconhecida pelos Conselhos Brasileiros de Medicina, bem como as leis domésticas. A modalidade funciona em três frentes principais: a teleassistência (médicos conversam entre si para auxiliar um ao outro na tomada de decisões), a teleducação (profissionais instruindo alunos durante procedimentos ou durante aula em sala) e a emissão de laudos a distância.

Uma das mais importantes conquistas da telemedicina é a cirurgia a distância, com o controle de robôs. Mas ela também pode ser utilizada para prover assistência a pacientes com dificuldades de locomoção, idosos, crônicos e gestantes de alto risco; promover a educação à distância ou orientação a outro profissional; construir bancos de dados de referência epidemiológica e publicação de artigos científicos para auxiliar em diagnósticos.

Quais as vantagens?

Como há maior acesso a especialistas e à medicina de ponta, a qualidade do serviço recebido com a telemedicina aumenta. Além disso, o paciente não precisa se deslocar ao serviço de saúde, economizando tempo e reduzindo o risco de contrair infecção hospitalar. Os médicos têm a chance de participar de programas educacionais de qualquer lugar do mundo e conseguem auxiliar colegas de profissão na hora de tomar decisões.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

O sistema de saúde também é beneficiado pelo uso da telemedicina, já que a assistência fica descentralizada, tem a oportunidade de abranger sua área de atendimento, os custos são reduzidos e há a integração de informações entre serviços de saúde e pesquisas clínicas.

Vale a pena?

A modalidade vem se consolidando no Brasil, um país de várias dificuldades no campo da medicina, já que, com o uso de tecnologia, é possível quebrar barreiras de distância e questões socioeconômicas e culturais. Há um esforço ativo para a promoção e o desenvolvimento da telemedicina, com programas de cooperação e assistência remota à saúde.

O ramo que mais cresce em território nacional é a emissão de laudos à distância, já que o médico consegue ter acesso rápido ao exame do paciente em qualquer lugar, por qualquer aparelho que tiver acesso à internet.

A telemedicina no Brasil pode auxiliar bastante na assistência primária, principalmente em pequenas comunidades isoladas dos grandes centros urbanos, reduzindo a chance de o paciente desenvolver doenças mais graves que podem levar à morte. A tecnologia pode ajudar a aumentar a qualidade das ações de agentes e profissionais de saúde, com a integração desses profissionais com os centros de referência em saúde. Isso promove a retirada da equipe do isolamento e dos recursos escassos e concede um mecanismo de prevenção, tratamento e diagnóstico contínuo.

Gostou do assunto? Se você deseja saber mais sobre a temática da telemedicina, não perca a leitura deste artigo super completo que preparamos para tirar suas dúvidas!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.