5 erros mais comuns ao responder um briefing de marketing

briefing de marketing

O briefing de marketing é uma das etapas mais importantes para que as estratégias de divulgação do seu consultório sejam efetivas.

Este documento norteará todas as ações que serão realizadas em seu plano de ação. Por isso, é fundamental que você o preencha com cuidado e atenção.

Neste artigo, vamos listar os erros mais comuns ao responder este levantamento para que você evite-os e tenha sucesso nas suas campanhas. Acompanhe para saber o que não fazer para ter sucesso.

O que é briefing de marketing?

Se você ainda não tem familiaridade com os termos ligados ao marketing médico, pode estar se perguntando do que exatamente estamos falando.

Antes de mais nada, é preciso explicar o que é um briefing de marketing é para que ele serve. 

Trata-se de uma espécie de questionário de entrevista que aprofundará em diversos pontos da sua carreira e da sua área de atuação.

O intuito deste levantamento é saber quais são:

  • os diferenciais do seu trabalho;
  • os tratamentos que você oferece;
  • a relação de exames que realiza;
  • o tipo de atendimento – particular e/ou convênio (neste segundo caso, vale relatar também quais são os convênios atendidos);
  • os seus objetivos em médio e longo prazo;
  • como você espera ser percebido pelos seus pacientes.

Além desta primeira etapa de investigação, pode ser necessário ainda entender um pouco mais sobre o seu gosto pessoal e a identidade visual do seu consultório.

Isso acontece porque um planejamento de marketing médico completo e efetivo, geralmente, inclui ações como a criação de um site médico e a produção de conteúdo para redes sociais.

Em ambos os casos, é necessário que um designer execute o serviço para a entrega do projeto final. Logo, ele precisará de recorrer ao briefing para entender quais são as suas expectativas e preferências.

5 erros mais comuns

Tendo em vista a relevância do briefing de marketing, já deu para perceber que você deverá dedicar algum tempo para preenchê-lo corretamente.

Antes de começar a executar essa tarefa, saiba quais erros mais frequentes você deve evitar:

1) Não separar vida pessoal da imagem profissional 

É comum que muitas perguntas do briefing sejam sobre a sua trajetória. Contudo, muitas pessoas confundem a intenção destes questionamentos e acabam incluindo muitos detalhes pessoais.

Lembre-se que toda a estratégia de marketing médico é voltada para construir a sua reputação profissional e consolidar seu nome como autoridade no assunto em questão.

Logo, assuntos como hobbies, histórias familiares ou interesses pessoais não são relevantes para esse objetivo.

Cite apenas as informações ligadas à sua experiência profissional e detalhes que reforcem o seu compromisso com a saúde do paciente.

2) Exagerar no tamanho das respostas

Já citamos anteriormente aqui que o ideal é que o briefing de marketing seja bem detalhado para que a sua estratégia seja mais assertiva.

Contudo, vale ressaltar que detalhamento não tem nada a ver com prolixidade. É possível descrever todos os seus objetivos e diferenciais com objetividade, sem exageros.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Um briefing muito longo pode confundir o profissional que está produzindo o conteúdo da sua campanha, já que ele pode não saber filtrar o que é realmente relevante para o seu consultório.

Geralmente, estes documento costumam variar entre três a cinco páginas. A não ser que você tenha um currículo com longos anos de atuação, dificilmente, será necessário extrapolar esse limite.

3) Ser muito breve nos apontamentos

Assim como respostas longas deixam o profissional responsável pelas ações perdidos, um briefing muito curto pode ter o mesmo efeito.

Você deve ser o principal interessado em passar as informações necessárias para que as suas estratégias sejam feitas. Por isso, reserve cerca de uma hora na sua agenda e faça isso em um ambiente que favoreça a concentração.

Respostas muito breves e evasivas podem fazer com que as ações implantadas para o seu consultório não atinjam o resultado esperado.

Se você estiver solicitando a criação de um site médico, por exemplo, pode ser que ele fique pobre de conteúdo e cause rejeição ao acesso. Na prática, isso significará menos pacientes agendando consultas e menos retorno financeiro do seu negócio.

4) Não identificar o que é estratégico para o seu negócio

Dificilmente encontraremos no mercado médicos que realizem apenas um ou dois tipos de atendimentos. A maioria dos profissionais opta por diversificar os seus serviços, ampliando a gama de tratamentos realizados.

O perigo disso é não saber identificar quais são os atendimentos mais rentáveis para o seu consultório.

Para entender isso melhor, pense no exemplo de um gastroenterologista. Ele pode atender pacientes que tratam doenças como gastrite, refluxo, cirrose, cálculo na vesícula, etc.

Se o foco dele é ampliar o atendimento de pacientes para a realização de exames e procedimentos, pode ser interessante dar mais destaque aos tratamentos de gastrite e cálculo na vesícula. Afinal, eles têm mais retorno financeiro para o profissional.

Use esta mesma lógica para identificar quais tratamentos você quer pôr em evidência na sua estratégia de marketing médico. Ter clareza sobre os seus diferenciais ajudará você a encontrar os resultados mais rápido.

5) Usar termos técnicos na descrição dos problemas de saúde

Na ânsia por se mostrarem especialistas em uma área, muitos médicos acabam exagerando em termos técnicos ou repassando informações de difícil compreensão para os seus pacientes.

O problema disso é que em vez de ajudar a pessoa a entender quando procurar os seus serviços, você acaba fazendo com que ela desista do agendamento.

Lembre-se que as pessoas que acessarão o seu site e as suas redes sociais são leigas no assunto e estão em busca de conteúdo fácil de consumir.

Simplifique as informações que você tem a passar para que todos compreendam o que você tem a dizer. Quanto mais simples e o objetiva for a sua linguagem, mais as pessoas entenderão o que você quer oferecer. 

Conclusão

Como você pode perceber, há alguns cuidados que devem ser tomados ao responder um briefing de marketing médico para que a sua estratégia seja bem-sucedida.

Portanto, reserve um tempo para respondê-lo com atenção, evitando os erros listados acima. 

Fazer essa tarefa com tranquilidade e assertividade vai assegurar que o seu consultório atinja os objetivos esperados e você tenha mais estabilidade financeira. É ou não é um bom motivo para se dedicar com carinho!?

Quer aprender mais sobre esse assunto? Faça download do ebook Clínicas Digitais para entender como informatizar o seu consultório, atrair e fidelizar pacientes. 

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: