Como escolher um coworking médico

coworking médico

Montar um consultório médico não é fácil. São muitas tarefas e até detalhes essenciais para que toda a estrutura funcione bem e que o objetivo final seja obtido: oferecer um bom atendimento aos pacientes e obter lucros sustentáveis para manter o negócio. Por isso, cada vez mais vem crescendo o modelo de trabalho de coworking médico.

Não sabe o que é isso? Primeiro é preciso explicar que coworking é um escritório compartilhado, em que vários profissionais trabalham juntos. Assim, na versão da área da saúde, trata-se de um clínica comunitária, com diversos médicos atendendo em um mesmo ambiente.

Porém, não pense que isso é algo “bagunçado”. Bons coworkings oferecem estruturas de qualidade e condições de trabalho adequadas. Apenas os ambientes comuns, como salas de espera, recepções e demais dependências são compartilhadas em tempo integral, por exemplo.

Para usufruir desses serviços, o médico precisa pagar uma taxa mensal, geralmente. Contudo, na maioria dos locais, não há nenhuma tarifa extra para a quantidade de pacientes atendidos ou tempo de uso do consultório. Basta adequar a agenda com os horários livres do coworking.

Quais os benefícios do coworking médico?

Após entender o que é um coworking médico, é interessante saber quais são os benefícios que essa modalidade de trabalho oferece para, com isso, realmente entender se é adequado ao que você deseja para a sua carreira.

Como já mencionado, o ponto positivo principal é a redução de custos. Você não precisará se preocupar com reformas, com insumos nas dependências comuns, com impostos do local e com aquelas contas mensais, como energia e água.

Ao pagar a taxa, você já pode aproveitar a estrutura montada sem precisar se preocupar com burocracias que nos fazem só perder tempo. 

Além disso, um coworking médico é um ótimo local para o networking, ou seja, conhecer outro médicos e criar relações de trabalho (até mesmo parcerias) que podem ser benéficas em curto e em longo prazo.

Isso é importante para todos os profissionais, seja para os recém-formados, seja para os mais experientes. 

Outro benefício é o fato de que o médico não sofre com períodos ociosos, como pode acontecer em um consultório fixo. No coworking, é possível reservar a sala apenas quando houver agendamentos.

Isso otimiza muito o tempo. Afinal, você não precisará ficar lá o dia inteiro, mesmo sem paciente, e pode desenvolver outras atividades quando não estiver no local. 

Como saber que o coworking médico é bom?

Mesmo com todos esses benefícios, ainda é muito importante saber o que verificar para ter certeza de que você vai contratar um bom coworking médico. Por isso, criamos um checklist para você ficar de olho quando for procurar um consultório desse tipo. Confira!

Uma boa estrutura é essencial

O primeiro item da lista é checar se a estrutura do coworking é boa o bastante para desenvolver o seu tipo de atendimento. Mesmo que não seja um consultório próprio, você passará algum tempo ali e também receberá seus pacientes. Não tem como evitar, o seu nome vai ficar ligado àquele ambiente. Portanto, verifique se:

  • a sala de espera é agradável e aconchegante;
  • os pacientes são recebidos por uma equipe de recepção competente e educada;
  • são oferecidos serviços como estacionamento privativo, lanches e outros itens que vão atrair e fidelizar pacientes;
  • o consultório é um local bonito, amplo e que proporcione conforto para você e para a pessoa que vai se consultar.

A localização do coworking médico deve ser considerada

A localização do coworking também é extremamente importante. Isso porque as pessoas que você atenderá e o preço que você cobrará pelas consultas mudarão de acordo com o local.

Caso você já tenha uma base de pacientes, verifique em quais regiões da cidade eles moram. Com isso, você pode optar por um coworking que se situa próximo a esses bairros.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Não será nada positivo você começar atender em um local no centro da cidade quando a maioria do seu público está na periferia e vice-versa.

Outra opção é, se a sua cidade tiver um bairro que é conhecido por ter muitos hospitais e clínicas, você pode verificar se há coworkings médicos na região. É uma estratégia para conquistar mais pacientes

O local deve ser adequado para a sua especialidade

Algumas especialidades médicas precisam mais do que uma maca para o exame físico. A oftalmologia, por exemplo, requer diversos aparelhos, mesmo que seja uma consulta de rotina. 

Então, tenha em mente tudo o que você precisa para realizar um bom atendimento e verifique se o coworking médico oferece esses equipamentos e/ou estruturas. 

É importante entender como funcionam os horários

O conceito de coworking é dividir o espaço com outros profissionais. Portanto, lembre que os horários de atendimento também serão divididos. Provavelmente, você não poderá ficar o dia inteiro no local.

A orientação aqui é você checar quais os horários que você pode marcar consultas no consultório compartilhado e verificar se eles se adequam aos seus outros compromissos. 

Afinal, se você encontra um coworking em que você poderá atender apenas pela manhã, mas você já atua em um hospital nesse período, por exemplo, não terá como optar por esse estabelecimento. 

Um coworking médico deve ter um bom acesso à tecnologia

O acesso à Internet e a outras tecnologias está incluído na parte da infraestrutura do coworking. Porém, como não pode ser visto, há o risco de esquecer de verificar esses item tão importante.

Por isso, é válido perguntar aos profissionais que já atendem no local o que eles acham da velocidade da Internet e se enfrentam problemas quanto a isso. Caso seja possível, também faça testes.

Outro item que é interessante de ter no coworking é o serviço de agendamento eletrônico, em que os próprios pacientes, de forma online, conseguem marcar suas consultas.

Isso torna os colaboradores da recepção mais focados no bom atendimento às pessoas que já estão na sala de espera e evita erros, como agendar duas pessoas em um só horário. 

É importante analisar se um coworking vai ser bom para a carreira

Um último item a se analisar, mas que também é essencial: você precisa avaliar se atender em um coworking será bom para a sua carreira

Caso você tenha o sonho de ter uma clínica própria, por exemplo, pense se é melhor investir em já construir algo ou realmente trabalhar no consultório compartilhado para economizar dinheiro para o investimento.

Também veja se atuar dentro de um hospital seria o melhor para o que você pretende ter em sua vida profissional. 

É a partir de todas essas análises que você terá certeza de que a sua escolha por um coworking médico foi acertada e, assim, poderá aproveitar todos os benefícios que esse modelo de atendimento pode lhe proporcionar.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue navegando pelo Blog iMedicina!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: