Marketing Médico: O Que É e Como Funciona?

Marketing Médico
Powered by Rock Convert

Com um número cada vez maior de profissionais de saúde, o setor tornou-se mais concorrido, o que faz necessário o desenvolvimento de ações que mostrem o diferencial dos seus serviços. Neste sentido, o marketing médico é essencial para atrair novos pacientes.

Neste artigo, abordaremos os principais tópicos sobre o tema, além de apresentar para você algumas estratégias eficientes para seu consultório. Então, se tem interesse em conhecer mais desse mundo, continue a leitura.

Afinal, o que é marketing médico?

Trata-se de um conjunto de práticas realizadas com o objetivo de promover/divulgar qualquer atividade profissional relacionada à medicina. Embora seja possível alcançar outras metas, o principal benefício dessa estratégia é atração de novos pacientes.

Contudo, diferente do que muitos imaginam, o marketing não é apenas fazer a publicidade de um serviço ou produto, mas é também comunicar  e entregar valor para o seu público. Por isso, o sucesso de uma campanha depende da experiência que você oferece.

Durante muitos anos, a melhor forma de conquistar pacientes era através do bom e velho boca a boca, além dos catálogos dos convênios e da distribuição dos cartões de visita pelos principais comércios da cidade.

Com a expansão do uso das tecnologias digitais, as pessoas mudaram o seu comportamento de consumo e também passaram a ser mais exigentes do que antigamente. 

Além disso, em razão de estarem cada vez mais preocupadas com a sua saúde, utilizam a internet para tirar suas dúvidas sobre doenças e para encontrar especialistas bem avaliados por outras pessoas.

Então, não é que o marketing médico tradicional não funcione mais, pelo contrário, essas práticas ainda são eficientes para alcaçar novos pacientes. Porém, com uma boa presença digital, você potencializa as suas estratégias, além de ajudar as pessoas.

Entenda a importância de fazer o seu marketing

O mercado digital é um setor em plena expansão, pois, a cada dia que passa, mais pessoas se tornam usuárias da internet e das redes sociais. A representatividade é tão grande que, respeitando algumas exceções, é possível encontrar clientes para todo tipo de negócio.

Então, você tem todos os motivos para está inserido neste ambiente. Caso contrário, está indo no caminho inverso e tende a encontrar muitas dificuldades para crescer a sua base de pacientes e expandir o seu consultório.

Ainda, para que você tenha uma ideia, segundo uma pesquisa da Internet and American Life Project do Pew Research Center, 35% dos norte-americanos afirmam utilizar a internet para buscar informações sobre os seus sintomas.

Dessa forma, você também aproveita a sua presença digital para levar o seu conhecimento e a sua experiência a essas pessoas, evitando que elas encontrem conteúdos mentirosos ou mal-intencionados.

Portanto, o marketing médico não é importante só para atrair mais pacientes, mas também para fidelização e para ajudá-los na promoção da sua saúde. Porém, cabe ressaltar que essas estratégias não anulam o bom atendimento presencial.

Como funciona?

Quando falamos de desenvolver ações de marketing, não estamos falando de questões muito complexas. Porém, existem etapas que precisam ser cumpridas para que você consiga alcançar resultados satisfatórios.

Então, veja a seguir o que precisa ser feito para montar um bom planejamento de marketing sem desviar o foco do que é mais importante, a atuação médica.

Saiba por onde começar

O primeiro passo para começar a divulgar a sua clínica na internet é definir quais são os seus objetivos. Isso porque o marketing pode ser realizado para alcançar inúmeras possibilidades. Dentre as mais importantes, podemos citar:

  • educar a população sobre a importância de cuidar da sua saúde ou sobre os sintomas que podem indicar algum problema;
  • desenvolver a sua autoridade em determinado segmento da saúde;
  • Conquistar novos pacientes;
  • fidelizar os pacientes atuais.

Assim, após definir qual resultado você espera alcançar, é hora de conhecer a sua persona.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Conheça a sua persona

No marketing, identificar a sua persona é uma tarefa essencial para o sucesso de qualquer estratégia. Para isso, você precisa analisar as características comuns entre os seus pacientes,  pois a persona é uma pessoa fictícia criada com base nestes dados.

Ainda, ao ter a sua persona, você pode concentrar todos os esforços de marketing para esse público específico, melhorando a assertividade da sua comunicação e facilitando o alcance dos resultados esperados.

Conheça algumas estratégias eficientes

Existem diversas estratégias que podem ser aplicadas no marketing médico. Algumas podem ser combinadas, outras não. No entanto, a melhor escolha será aquela que mais se aplica a sua persona.

No caso dos profissionais de saúde, apesar das diferenças, os perfis dos pacientes são parecidos. Neste sentido, listamos algumas estratégias eficientes para você inserir no seu planejamento.

Marketing de conteúdo

O marketing de conteúdo é um dos pilares de sustentação de qualquer campanha, pois é capaz de oferecer muitos benefícios, como, por exemplo, fortalecer sua presença digital, se tornar uma autoridade, educar as pessoas e fidelizar os pacientes.

Além disso, é uma estratégia que apresenta um retorno muito alto sobre o investimento. O marketing de conteúdo consiste na criação de um blog e na elaboração de artigos informativos, que respondam às dúvidas das suas personas.

E-mail marketing

O velho e bom e-mail continua sendo uma ferramenta muito eficaz para atrair novos clientes e fidelizá-los. Uma boa estratégia é criar uma newsletter periódica sobre assuntos relacionados à saúde e/ou com artigos do seu blog.

Outrossim, você pode usar o e-mail marketing para felicitar os pacientes nos aniversários, falar sobre medicamentos ou tratamentos realizados, entre outros.

Site otimizado para conversão

Atualmente, ter um site médico é o ponto de partida para qualquer consultório se inserir no meio digital. Porém, para não ser apenas mais um entre as milhares de páginas, ele deve ser bem projetado e pronto para a conversão.

Dessa forma, o seu site precisa ter um design que funcione bem tanto em computadores quanto em celulares, interface intuitiva, conter todos os dados de contato e estar associado com o seu blog.

Postagens para as redes sociais

As redes sociais são um terreno fértil para a captação de pacientes, mas também muito concorrido. Embora existam diversas redes, recomendamos que você dedique mais atenção ao Facebook e ao Instagram.

Ainda, você pode utilizar essas redes para divulgar os conteúdos do seu blog ou até para criar postagens específicas para elas, seja sobre uma notícia importante sobre o setor de saúde ou curiosidades sobre tratamentos e doenças.

Saiba o que você não pode fazer no marketing médico

A prática do marketing médico é regulada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e visa coibir divulgações mentirosas, abusivas ou sensacionalistas. Essas regras constam no Manual de Publicidade Médica, estabelecido na resolução n.º 1.974/11.

Portanto, para evitar punições do CFM, você precisa conhecer bem essa norma. A seguir, listamos as principais regras que devem nortear as suas estratégias de marketing:

  • fotos dos pacientes: não devem ser utilizadas em materiais promocionais, mesmo que o paciente autorize;
  • campanhas sensacionalistas: toda a comunicação feita por você, seja nas redes sociais, no site, blog ou e-mail, não deve conter chamadas ou palavras sensacionalistas que causem grande impacto na população, como, por exemplo, anunciar uma nova pandemia;
  • comercialização de equipamentos: os consultórios são autorizados a anunciar equipamentos médicos. Porém, os anúncios não devem passar a mensagem de que garantem o sucesso de um tratamento;
  • títulos de especialista: é permitido divulgar até dois dos seus títulos de especialista, desde que registrados no Conselho Regional de Medicina (CRM);
  • uso do material impresso: os receituários, guias de exame e qualquer outro material impresso que exista no consultório deve conter nome do médico, especialidade, CRM e o registro de qualificação de especialista (RQE);
  • veto ao uso de algumas expressões: nas publicidades do consultório, não devem ser utilizados os termos “o melhor”, “o mais eficiente”, “o único capacitado”, “o resultado garantido” ou similares que passem a mesma ideia;
  • participação em campanhas publicitárias: os profissionais de saúde estão terminantemente proibidos de participar de anúncios de produtos, marcas, métodos ou técnicas não reconhecidas pela comunidade científica;
  • oferta de preços ou descontos: as peças publicitárias não podem conter os preços ou as formas de pagamento e parcelamento para a realização de procedimentos, tampouco conceder descontos como promoção;
  • consultoria médica virtual: a substituição de consultas virtuais por presenciais não é autorizada, salvo algumas exceções.

Portanto, com o conhecimento dessas informações, você já está apto a iniciar as suas estratégias de marketing. No entanto, lembre-se que nada substitui um bom atendimento, um ambiente adequado e com a devida aparelhagem médica.

Enfim, se você quer mudar a realidade do seu consultório e melhorar a sua imagem profissional, o marketing médico é o caminho a ser seguido. Quando bem feito, são grandes as chances de conquistar muitos pacientes. Tenha um consultório online e alavanque seus resultados!

Quer aprender mais sobre esse assunto? Faça download do ebook Clínicas Digitais.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: