Como Calcular O Valor Dos Atendimentos feitos por Telemedicina

telemedicina
Powered by Rock Convert

Os avanços tecnológicos no setor de saúde proporcionam novas possibilidades tantos para os médicos quanto para os pacientes. O advento da telemedicina trouxe ganhos consideráveis para um consultório. No entanto, como precificar essa nova modalidade de atendimento?

Para responder essa pergunta, preparamos este artigo com os principais pontos a serem considerados ao definir o preço de uma teleconsulta. Então, se você quer saber mais sobre o assunto, continue a leitura.

Como definir o preço da consulta por telemedicina?

Uma das principais dificuldades encontradas por profissionais de saúde ao iniciarem o processo de abertura do seu consultório médico é a precificação do seu serviço. Com a possibilidade de também oferecer o atendimento remoto, essa tarefa se tornou ainda mais complexa.

Ainda, existem muitos fatores que contribuem para a grande variação nos preços praticados por profissionais de mesma especialidade, tais como, tempo de carreira, investimento em estrutura, região em que está inserido, poder aquisitivo dos pacientes, entre outros.

Como aumentar o número de consultas particulares é um dos principais objetivos da maioria dos médicos, é necessário definir uma precificação que seja justa para eles, mas que cubra suas despesas e gere lucro. Porém, como fazer isso?

Dicas para chegar a um preço justo

A busca por um preço justo e atrativo envolve diversos elementos, tais como, o valor cobrado pela concorrência, os diferenciais do seu serviço, a situação econômica do país e a margem de lucro esperada. 

Da mesma forma, ao precificar o serviço de telemedicina, os mesmos fatores continuam a ser considerados, pois, a única diferença entre as modalidades de atendimento é o meio pelo qual o paciente será assistido.

Neste sentido, preparamos algumas dicas que irão ajudar a você encontrar um valor final atrativo para ambas as partes. Vamos a elas.

Faça um levantamento das suas despesas com telemedicina

O primeiro passo na definição de preço é planejar os custos do consultório, registrar todas as receitas e despesas que já existem, a margem de lucro desejada e as metas que pretende alcançar em curto, médio e longo prazo.

Com esses dados, você consegue fazer um acompanhamento real da sua saúde financeira e também é capaz de avaliar se os seus objetivos serão alcançados conforme o esperado. Se tratando de telemedicina, você precisa mapear todas as despesas que essa modalidade oferece, como, por exemplo:

  • aquisição de certificação digital para prescrição eletrônica;
  • compra de softwares médicos e/ou plataformas de telemedicina;
  • salário de funcionários ou médicos, no caso de serem contratados para este tipo de atendimento;
  • impostos;
  • gastos com manutenção do consultório;
  • investimento na estrutura do local onde será realizada a teleconsulta.

Assim, ao elaborar o seu planejamento financeiro, é possível calcular todos os seus custos fixos e avaliar a sua capacidade de atendimento diário. Em seguida, basta analisar quanto cada consulta deveria custar para que todas as suas despesas fossem cobertas e ainda houvesse lucro.

Considere a situação econômica do momento

Dificilmente, um país não enfrenta um período de dificuldade econômica ou uma recessão. Em cenários como esse, é preciso ajustar o seu preço à realidade dos seus pacientes, a fim de garantir a sobrevivência do consultório. Por isso, é importante considerar que a sua precificação deve ser flexível e ajustável quando necessário.

Conheça suas buyer personas

A buyer persona é uma metodologia criada para definir quem são os potenciais clientes de uma empresa, sendo encontrados após uma ampla segmentação. Com isso, as estratégias de marketing médico são mais assertivas e conseguem alcançar esse público qualificado.

Neste sentido, conhecer as buyer personas do consultório é fundamental para a precificação das consultas, principalmente daquelas por telemedicina. Isso porque são dados que permitem avaliar a capacidade financeira dos pacientes, as expectativas e as necessidades deles.

Defina sua margem de lucro

A margem de lucro é um percentual estabelecido e inserido nos preços de um produto ou serviço, formando o preço final para o consumidor. Dessa forma, uma fatia do valor pago por ele será o lucro da empresa sobre a venda.

Ainda, no caso dos profissionais de saúde, a margem de lucro faz parte do seu salário e também das reservas financeiras do consultório. Uma boa forma de obter esse percentual é dividindo todas as suas despesas pelo total de horas trabalhadas em um mês.

Ademais, o resultado dessa conta deve ser o valor mínimo da hora das suas consultas. Porém, para que sua margem de lucro também considere o capital de giro do consultório, a sua precificação precisa ir um pouco além. Essa regra vale tanto para atendimentos presenciais quanto à distância.

Avalie a sua concorrência

Outra etapa importante na definição do preço da teleconsulta é avaliar qual o valor cobrado pela sua concorrência. No entanto, para que esses dados sejam corretos, considere a mesma região de atendimento e especialidade.

Considere a estrutura para serviços de telemedicina

O investimento realizado na estrutura do consultório deve ser levado em conta no momento da precificação. Isso vale tanto para os itens que trazem conforto para o paciente quanto para os equipamentos de atendimento presencial e para telemedicina.

Além disso, os custos oriundos de uma boa localização geográfica também influenciam o seu valor final. Por outro lado, se você está localizado em áreas afastadas dos grandes centros e não oferece conforto ou modernidade aos pacientes, o seu preço deve refletir essa realidade.

Saiba como a telemedicina ajuda a reduzir os seus custos

A telemedicina é uma modalidade que beneficia não só os pacientes, mas também os profissionais de saúde. Isso porque o atendimento à distância traz uma considerável redução de custos para o consultório.

Emissão de laudos à distância

Ao dispor do serviço de laudos à distância, os consultório passam a contar com uma equipe de especialistas das mais diferentes áreas para analisar e laudar os exames dos seus pacientes.

Com isso, além de reduzir o alto custo dos exames, os resultados são enviados de forma totalmente online, sem a necessidade de impressão ou deslocamento. 

Entre os mais realizados estão o ECG, espirometria, Raios-X, tomografias, mamografias e ressonâncias magnéticas. Ao utilizar o recurso de laudos à distância, o consultório ganha em agilidade, pois, os especialistas costumam encaminhar suas análises no prazo máximo de 24 horas. No método convencional, o mesmo laudo pode demorar até 15 dias para ser entregue.

Armazenamento digital de arquivos

Em consultórios não informatizados, uma das grandes dificuldades enfrentadas é a necessidade de espaço físico e da aquisição de móveis para armazenamento de inúmeros formulários e exames dos pacientes.

No entanto, nos atendimentos por telemedicina, todos os documentos são armazenados digitalmente em servidores externos, já que geralmente as plataformas são integradas ao prontuário eletrônico. Assim, é possível eliminar os custos com a compra de móveis e também a necessidade de dispor de grandes espaços.

Além disso, com o atendimento à distância, as prescrições e guias de encaminhamento não precisam ser impressas, sendo enviadas digitalmente para o paciente, o que reduz os gastos com impressão e contratação de serviços gráficos.

Maior capacidade de atendimento sem deslocamento

Ao implantar os serviços de telemedicina, as consultas ficam mais rápidas e podem ser realizadas para qualquer lugar do país com internet. Dessa forma, o médico consegue atingir públicos que antes não era possível devido à limitação geográfica.

É preciso salientar que além da devida atenção que deve ser dada à precificação de uma consulta, o profissional de saúde deve priorizar a oferta de um atendimento humanizado e individualizado, mesmo que seja feito remotamente.

Ademais, lembre-se de buscar o equilíbrio entre margem de lucro satisfatória e acessibilidade dos pacientes.

Enfim, como você pode ter percebido, a precificação dos serviços de telemedicina não difere do processo realizado para definir o preço das consultas presenciais. Afinal, a qualidade do atendimento será a mesma, mudando apenas o formato como será realizado.

Agora que você já sabe como cobrar por seus atendimentos remotos, quer saber como divulgá-los? Leia o artigo Como divulgar a telemedicina para os seus pacientes e leve seu consultório para outro nível.

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: