A minha clínica estética é bem vista no mercado? Descubra!

clínica estética

Para alguns profissionais atuantes no mercado, saber o que um consumidor pensa da sua loja ao visitá-la pode ser uma tarefa difícil. A falta de erros e inconveniências funcionam como uma espécie de garantia de que o funcionamento do estabelecimento está normal e que os clientes estão satisfeitos. Na verdade, nem sempre é assim. E você deve estar atento a isso na sua clínica estética.

No mercado estético, porém, essa tarefa fica um pouco mais fácil devido a um contato mais constante com o cliente. Entretanto, ainda sim, profissionais e técnicos têm dúvidas se a clínica estética onde trabalham é bem vista no ramo.

Por ser um ramo que tem evoluído frequentemente, essa análise precisa ser feita diversas vezes. Se você não tem o costume de fazê-la ou não sabe por onde começar, aí vão algumas sugestões a serem pensadas a respeito.

Avaliações dentro da clínica estética

Uma ótima clínica estética possui uma equipe bem treinada. No mínimo, eles precisam ter algum curso técnico na área. Quando um estabelecimento apresenta profissionais mal preparados, que utilizam materiais de péssima qualidade ou realizem procedimentos duvidosos, o cliente foge rápido!

Se você possui deficiência nesse quesito, corrija e prepare seus colaboradores a agirem da melhor forma possível, desde a forma de atendimento ao público, durante a consulta no estabelecimento e a pós-consulta.

Um dos critérios que identifica um estabelecimento de saúde e estética ser de boa qualidade é o preço. Mas quando se fala em preço não é preço barato. É o valor correto que está de acordo com a qualidade que a clínica estética propõe. Os clientes desconfiam logo se o empreendimento oferece um valor muito baixo. Por isso, veja se os preços oferecidos dos serviços feitos em seu consultório estão em conformidade com a qualificação que o estabelecimento possui.

Pesquisa de opinião

Se quiser saber se a clínica estética é bem vista no mercado, nada melhor do que ir direto à fonte: o consumidor. Não tenha medo de fazer uma pesquisa de opinião sobre sua empresa. É considerado um método tão prático e simples que fica mais fácil de detectar possíveis erros que você possa estar cometendo ao atender seus clientes. E o melhor de tudo é que você não os paga para realizar a divulgação do seu trabalho. Se seu serviço está sendo bem falado, ótimo. Mas se não está sendo, melhor correr atrás de consertar o problema.

Outro aspecto é a regulamentação da clínica. Não pense que os clientes não observam isso porque isso só vale a quem trabalha no recinto. Os consumidores notam quando uma clínica está funcionando de acordo com a legislação vigente da categoria estética. E essa avaliação é notada na estrutura física da empresa, nos aparelhos utilizados durante os procedimentos e em outras situações. Esteja em dia com todas as documentações, alvarás e registros para autorização de funcionamento. Isso pode salvar sua empresa de algum cliente que faça propaganda negativa.

Essas avaliações precisam ser recorrentes. Afinal, o mercado é algo instável e sempre se inova. Não só os concorrentes observam como também seus clientes notam a qualidade da sua clínica estética. Então, fique atento.

É muito importante entender que, atualmente, para garantir seu espaço no mercado, o profissional da área da saúde deve estar sempre atualizado e investindo em ações que aumentem a visibilidade de sua clínica ou consultório, através de uma estratégia de marketing e de um bom atendimento e relacionamento com o paciente.

Você sabia que existem softwares médicos extremamente eficazes que auxiliam na gestão do consultório e no relacionamento com os pacientes? E que, inclusive, podem ajudá-lo na parte estratégica e no marketing do consultório? Já pensou se, no seu software médico, além de gerenciar seus pacientes, você pudesse também criar e conduzir o seu próprio site e blog?

No iMedicina nós oferecemos essa possibilidade! Conheça nossa proposta visitando a nossa página e entenda melhor como informatizar o seu consultório e atrair novos pacientes!

Gostou do artigo? Acesse nosso blog para saber mais sobre o assunto e conferir outros textos.

[posts-relacionados-gerais][/posts-relacionados-gerais]

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.