Secretaria de Saúde: por que os médicos devem conhecer suas ações?

A Secretaria de Saúde é um órgão governamental do Estado ou Município que faz parte da estrutura da saúde pública no país. Atua de maneira descentralizada e assume responsabilidades dentro das prerrogativas do Sistema Único de Saúde (SUS).

As ações desenvolvidas pelas Secretarias de Saúde visam prioritariamente à prevenção e promoção da saúde de todo e qualquer cidadão, baseadas no princípio da democratização de seus serviços. Estes órgãos são responsáveis por formular as políticas públicas locais de saúde e promover a implantação do tipo de assistência necessária.

A saúde e o bem-estar da população dependem de múltiplos fatores. As ocorrências ligadas à saúde como endemias, epidemias, o surgimento de novas doenças, aliados aos constantes avanços da pesquisa científica na área médica, trazem a necessidade de novos procedimentos, novas recomendações de conduta, tanto preventivas, quanto de ações corretivas.

A relação de confiança entre médico e paciente passa pela certeza de receber o melhor atendimento e usufruir de todos os procedimentos adotados e recomendados pela Administração para a promoção de sua saúde.

Desempenhar com competência este papel exige do profissional uma formação contínua e uma constante informação de todas as ações e recomendações estabelecidas oficialmente pela Secretaria de Saúde em benefício da população.

Por que o médico precisa estar informado sobre as ações da Secretaria de Saúde?

Mesmo após a sua graduação, o médico precisa estar em formação continuada para acompanhar a dinâmica dos fatores que envolvem os estados de saúde pública e os avanços das pesquisas científicas na área médica.

As informações atualizadas dos novos procedimentos e recomendações médicas determinadas pela Secretaria de Saúde qualificam o profissional pelo domínio do conhecimento e pelo perfil de excelência no exercício da medicina.

É através do médico e de sua relação direta com o seu paciente e a comunidade que são aplicadas e fortalecidas as medidas e procedimentos diretos preconizados pelas Secretarias de Saúde.

Como manter-se informado sobre as ações da Secretaria de Saúde?

O acesso à informação é garantido pela própria Secretaria de Saúde, que contribui para fortalecer os processos de gestão de informação e do acesso ao conhecimento científico na área de saúde, tanto para os médicos, quanto para a população em geral.

Todas as informações relativas às ações realizadas pela Secretaria de Saúde e seus órgãos vinculados são repassadas de forma específica para a população em geral e o profissional de saúde.

Isto porque a disponibilidade destas informações atende a objetivos específicos. Os informes direcionados ao cidadão têm o propósito de informar e fornecer orientações práticas de prevenção e controle das doenças.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Para o médico, estas informações são obtidas de maneira minuciosa e detalhadas, com o acesso a dados estatísticos importantes e informes técnicos elaborados por profissional qualificado.

Por exemplo: a população em geral é informada das ocorrências, dos alertas e das medidas preventivas realizadas para impedir a infecção pelo zika vírus.

O profissional de saúde, por sua vez, obtém orientações integradas dentro de um contexto de emergência da saúde pública no país, com o estabelecimento de protocolos de assistência e vigilância em resposta a ocorrência dos casos de microcefalia e sua relação com o zika vírus.

Quais as ações regulares das Secretarias de Saúde?

As Secretarias de Saúde estaduais e municipais, através de suas instituições vinculadas, desenvolvem importantes atividades de maneira regular, que são ações tradicionais entre as políticas de atenção à saúde do SUS.

O controle preventivo e corretivo de doenças, por exemplo, é feito por diferentes instituições e órgãos ligados à Secretaria de Saúde que desenvolvem ações estratégicas de vigilância à saúde:

Vigilância Epidemiológica

Desempenha um conjunto de ações preventivas e medidas de controle de doenças infecciosas em saúde pública ou individual. Monitoram o cenário epidemiológico através de ações fundamentais que permitem definir as medidas necessárias para controlar a ocorrência, o aumento e a propagação das doenças;

Vigilância Sanitária

Responsável pela execução de ações complexas que visam à eliminação, diminuição ou prevenção de riscos diretos ou indiretos à saúde. Suas ações interferem nas questões sanitárias oriundas do meio ambiente, da circulação e produção de bens de consumo e dos serviços prestados que se relacionam direta ou indiretamente com a saúde.

O Hemocentro de São Paulo é administrado pela Secretaria de Saúde do seu Estado. Esta Fundação desempenha um importante papel na saúde pública em Hematologia e Hemoterapia, promovendo o fornecimento e a qualidade dos estoques de sangue e seus hemocomponentes (plaquetas, hemácias, plasma e crioprecipitado) para atender às transfusões.

Além disto, o Hemocentro é hoje um centro de pesquisas hematológicas e hemoterápicas, tornando-se um padrão de excelência em atendimento.

Estas, dentre tantas outras ações estratégicas da Secretaria de Saúde, são fundamentais para atender às necessidades da população no que diz respeito à saúde. E o médico, como um protagonista neste cenário, precisa estar bem informado destas ações para servir com excelência a estes cidadãos.

O conteúdo deste texto foi relevante para você? Confira outros textos interessantes em nosso blog!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.