Telemedicina pós-pandemia: jornada do paciente entre o digital e o físico

Telemedicina pós pandemia: jornada do paciente entre o digital e o físico

A pandemia de Covid-19 provocou muitas mudanças no comportamento do paciente, aumentando a busca por serviços digitais. Neste sentido, existe uma expectativa de que a telemedicina pós-pandemia transforme o setor permanentemente.

Você já consegue imaginar o futuro dos serviços de saúde? A ampliação do acesso à telemedicina e a digitalização dos pacientes tende a causar uma grande revolução na forma como os atendimentos médicos são realizados.

Qual o futuro da telemedicina pós-pandemia?

A transformação digital dos pacientes é um movimento que já estava em curso, sendo iniciado a partir da popularização da internet. A possibilidade de ampliar o conhecimento sobre saúde a partir das pesquisas online trouxe muitos adeptos ao ambiente virtual.

No entanto, com a necessidade de isolamento social, causado pela pandemia do novo coronavírus, houve um considerável crescimento no número de pacientes digitais. Estamos falando de pessoas que passaram a buscar profissionais de saúde preparados para oferecer consultas online.

Neste sentido, surge a dúvida sobre o futuro da telemedicina no pós-pandemia, principalmente sobre a possibilidade desse formato substituir gradualmente as consultas presenciais no Brasil. Mesmo com a maior demanda, acredita-se que as duas modalidades de atendimento irão coexistir.

Por isso, os médicos e demais profissionais de saúde precisam se preparar para este futuro híbrido para serem capazes de oferecer ao paciente a possibilidade de escolher o formato que lhe é mais conveniente.

Como a jornada do paciente será influenciada pela telemedicina pós-pandemia?

A digitalização das relações de consumo era um processo em curso e que agora foi amplificado. Seja pelo uso dos bancos online, dos aplicativos de delivery ou de transporte, a população já estava migrando sua rotina para este ambiente.

Entretanto, no setor de saúde essa transformação ocorria com menor rapidez, em especial no Brasil. Isso porque o país ainda não conta com uma regulamentação abrangente para oferecer atendimentos por telemedicina, já que este é um tema que ainda assusta os médicos brasileiros.

No entanto, a pandemia exigiu a flexibilização da telemedicina. Assim, em função da segurança e da praticidade trazida por esse formato, os indivíduos passaram a buscar pelos serviços digitais. Consequentemente, isso tem gerado uma mudança na jornada do paciente.

Isso porque a demanda pela telemedicina faz com que eles se dividam entre os canais digitais e físicos. Ora consumindo os serviços presenciais e ora os virtuais. Assim, é preciso compreender como o paciente descobre que está doente, o meio em que busca por um profissional de saúde, a forma como recebe resultados de exames e os canais que mais utiliza para se comunicar.

Dessa maneira, é possível se adaptar a este novo momento e estar preparado para a telemedicina pós-pandemia. Então, conheça os benefícios que a consulta online tem oferecido, tanto para os pacientes quanto para os profissionais de saúde.

Você pode gostar: Guia completo sobre telemedicina

Benefícios da consulta online

A partir de uma análise mais ampla, é possível afirmar que a principal vantagem da telemedicina é entregar uma experiência positiva ao paciente. A ferramenta elimina a necessidade de deslocamento, agiliza o atendimento e garante o acesso à saúde em regiões remotas. A seguir, conheça mais benefícios deste formato de consulta.

Democratização do acesso à saúde

A possibilidade de atender aos pacientes remotamente faz com que o profissional de saúde alcance um público ainda maior. Especialmente aqueles que residem em regiões distantes dos grandes centros e de difícil acesso à saúde.

Isso porque a telemedicina exige apenas que o paciente tenha uma conexão à internet. A ferramenta não exige equipamentos muito avançados. Além disso, a consulta online pode ter um custo menor em comparação com a presencial. Ademais, também leva assistência médica a pessoas com dificuldade de locomoção, portadores de deficiências e idosos.

Melhora da qualidade do atendimento médico

Outro benefício da telemedicina é a melhora na qualidade do cuidado oferecido aos pacientes. Com o atendimento à distância, existe uma tendência na redução de internações hospitalares e maior engajamento dos pacientes com os tratamentos prescritos.

Redução de custos com a telemedicina pós-pandemia

O alto custo dos atendimentos presenciais é uma das barreiras para a ampliação do acesso aos serviços de saúde. Porém, com a consulta online há uma redução considerável nesse custo, sendo umas das principais vantagens desse formato.

Ainda, essa economia é facilmente explicada pela diferença de despesas envolvidas em uma consulta presencial e por telemedicina. No primeiro caso, existe uma grande equipe envolvida, além de diversas despesas fixas. Por outro lado, o atendimento remoto exige apenas uma plataforma para mediar a comunicação e a conexão à internet.

Mais acesso aos cuidados com saúde mental

O uso da telemedicina por psicólogos e psiquiatras tem causado impacto significativo no tratamento dos pacientes. Como não há a necessidade de realizar exames físicos, as sessões de terapia são facilmente realizadas de forma virtual.

Ademais, os atendimentos à distância trazem mais sucesso para o tratamento psicológico. Isso porque o paciente não precisa se deslocar, se sente mais confortável e seguro em um ambiente conhecido, tem um custo menor com a consulta e acesso mais rápido ao diagnóstico.

Evolução contínua da telemedicina pós-pandemia

Assim como outras tecnologias aplicadas à saúde, as plataformas de telemedicina estão em constante evolução. Além disso, com a grande demanda por esses atendimentos, a concorrência se torna maior, fazendo com que haja o desenvolvimento contínuo de ferramentas inovadoras.

Acessibilidade da ferramenta

Por ser uma plataforma online, é possível acessá-la de qualquer lugar e a partir de qualquer dispositivo conectado à internet. Dessa forma, ela pode ser acessada por pacientes de outras cidades e estados.

Além disso, com o fim das barreiras geográficas, os pacientes podem consultar-se com médicos renomados de diferentes regiões, ampliando o acesso a tratamentos mais complexos e trazendo mais assertividade para o diagnóstico.

Facilidade na troca de informações entre médicos especialistas

Outro benefício importante da telemedicina é a facilidade da troca de informações entre os profissionais de saúde. Com um software médico seguro, existe a possibilidade de compartilhar informações entre profissionais, a fim de obter uma segunda opinião.

Segurança dos dados dos pacientes

Uma das principais preocupações com a expansão do uso da telemedicina no pós-pandemia é a segurança das informações dos pacientes. No entanto, as principais plataformas do mercado são baseadas na nuvem.

Assim, elas contam com um alto nível de proteção dos servidores externos, pois os dados armazenados passam a ser criptografados. Outrossim, em função da rotina de backups, reduz-se o risco de perda dessas informações.

Enfim, as consultas online representam um grande passo para a modernização dos serviços de saúde. Além disso, elas promovem a democratização do acesso aos profissionais de saúde, levando assistência médica a todos que necessitam.

Portanto, como você pode perceber, o futuro da telemedicina pós-pandemia parece brilhante, pois temos possibilidades ilimitadas para consultórios, clínicas e centros médicos. Então, implemente uma ferramenta segura e passe a oferecer atendimentos à distância para seus pacientes.

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: