Quais são as principais regras para trabalhar para um convênio médico?

Tempo de leitura: 3 minutos

Quais são as principais regras para trabalhar para um convênio médico?

A grande maioria dos profissionais da área da saúde que atendem em consultórios próprios acaba atendendo, também, a convênios médicos.

Isso porque através destes planos, mais pacientes chegam para ser atendidos, movimentando o estabelecimento e fechando a conta mensal necessária para arcar com todos os custos e despesas de um consultório.

Porém, credenciar-se a operadoras não é uma tarefa tão simples, exigindo disposição e paciência para separar muitos documentos que são solicitados. Além disso, após ter seu pedido de credenciamento aceito, é imprescindível tomar cuidado com as regras de cada um dos planos de saúde para que você não seja impossibilitado de atender.

Essas regras podem variar de plano para plano, e se o seu consultório está credenciado a vários é preciso cuidado redobrado!

Conheça neste artigo algumas das principais regras que podem estar previstas nos contratos de credenciamento dos principais convênios médicos do país!

Regras básicas que devem ser cumpridas pelos médicos credenciados a convênios médicos

• Oferecer qualidade

Uma das regras de ouro dos planos de saúde é a qualidade. Basicamente falando, um usuário que paga mensalmente altos valores por um convênio médico deseja, no mínimo, um bom padrão de qualidade em seu atendimento, não é mesmo?

Nenhum paciente quer encontrar lugares insalubres, com falta de equipamentos e materiais básicos para ser atendido, uma vez que investe parte de seus rendimentos em busca de algo melhor.

E se não for pra ter este padrão, com certeza a maioria das pessoas migraria dos planos particulares para voltarem a ser atendidos pelo sistema público!

Com certeza as operadoras não querem que isso aconteça, por isso todas costumam ser rigorosas quanto aos seus padrões de qualidade tanto no atendimento quanto na estrutura do local em que ele acontece.

Fique de olho para não fugir ao que foi previamente imposto, assim você e seu consultório não correm o risco de perder o credenciamento.

• Solicitar autorização da operadora antes de um atendimento ou procedimento

Outra conduta que pode ser imposta como regra nos convênios médicos é de que seja solicitada autorização a cada novo atendimento feito a um paciente conveniado.

Isto é bastante comum visto que mensalmente muitas pessoas deixam de pagar os seus planos devido a inúmeros problemas financeiros ficando, assim, sem receber atendimento caso seja necessário.

A não observação a esta regra pode gerar prejuízos para o próprio profissional que, no fim das contas, terá que arcar com os gastos do atendimento.

Uma dica importante neste assunto é sempre pedir para que o paciente chegue um pouco mais cedo na consulta, justamente para que esta verificação seja feita e o atendimento autorizado.

Por que atender a convênios médicos?

E se você ainda está em dúvida sobre atender ou não a planos de saúde aqui vai um resumo que pode lhe ajudar a tomar esta decisão.

A não ser que você seja um profissional de bastante renome, com uma extensa cartela de pacientes e sem horários vagos na agenda, credencie-se! Fazer parte de operadoras contribuirá com a sua receita além de lhe ajudar a crescer na carreira.

Gostou deste artigo? Aproveite para ver outro que já está disponível em nosso blog sobre as vantagens de atender a convênios médicos!