A importância da residência médica na saúde pública: saiba o seu papel

A importância da residência médica na saúde pública: saiba o seu papel

Realizar programas de residência médica no SUS beneficia profissional e comunidade

A história dos programas de residência médica mostra que eles foram desenvolvidos para melhorar a qualidade do atendimento para o paciente e, ao mesmo tempo, incrementar a formação do profissional, que se torna mais apto a realizar os atendimentos de contato assistido junto ao paciente por pelo menos dois anos.

Mas ao decidir trabalhar em um programa de residência médica promovido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o profissional eleva o humanismo de sua formação a um novo patamar que pode lhe trazer uma série de benefícios.

Não é fácil, mas traz recompensa!

Alguns médicos e até mesmo professores das grandes universidades tem sérias restrições com relação aos programas de residência disponíveis para os médicos trabalharem no SUS. Afinal, as condições de estrutura para o atendimento destes residentes costumam ser bastante escassas, sem falar em uma rotina de trabalho que pode ser altamente maçante e estressante.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Mas boa parte dos profissionais que realizam as residências no SUS não se arrependem. Apesar das dificuldades, os profissionais sentem que deixam o programa com a sensação de dever cumprido, sentem-se mais preparados e confiantes para o cotidiano da medicina e enxergam as potencialidades e defeitos do sistema de saúde de um ponto de vista mais amplo.

Os programas de residência médica oferecidos pelo SUS normalmente possuem ênfase em atenção básica à saúde, medicina familiar, clínica médica, medicina de emergência e outras especialidades que estão mais voltadas à parte mais carente da população, que frequenta os hospitais públicos brasileiros.

Uma via de mão dupla

Assim sendo, o médico que realiza seu trabalho de residência em um programa da saúde pública, ao se empenhar e dedicar para a obtenção do título de especialista, ajuda a melhorar o sistema de saúde pública e a qualidade de vida da população que atende, por poder contar com um profissional competente e empenhado, mas que apenas está em estágio de preparação.

O Estado sente a necessidade de ter em seus quadros funcionais cada vez mais médicos da família, e investe nesses profissionais. Por exemplo, o Programa de Residência em Medicina de Família e Comunidade – Rio de Janeiro (PRMFC-RIO) começou suas atividades oferecendo 60 vagas e depois ampliando seu número de residentes para 100. Por ano, formam-se cerca de 50 novos médicos da família e da comunidade só na cidade do Rio de Janeiro.

A formação de cada vez mais médicos com ênfase no trabalho em comunidades e, sobretudo, na saúde pública, tem sido prioridade para o governo, pois estes profissionais poderão contribuir e muito para a “Estratégia Saúde da Família”, que visa investir pesado na atenção primária, na prevenção e na conscientização em saúde para desafogar os hospitais e outros estabelecimentos da saúde pública.

Esta estratégia de investir na atenção básica como forma de melhorar a qualidade e evoluir o SUS é consenso entre especialistas no tema. E, para além do Rio de Janeiro, muitas outras cidades já estão desenvolvendo suas estratégias individuais para incentivar cada vez mais profissionais a atuarem neste ramo da medicina.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.