Dia do médico: conheça a história do Médico Sem Fronteiras

dia do médico

No dia do Médico, saiba o que é e como atuam os Médicos Sem Fronteiras

Todos os médicos são heróis. É impossível não pensar no dia do Médico, como o dia daquele que enfrenta mil dificuldades para atender a seus pacientes. E tem médicos que enfrentam situações ainda piores.

Como os Médicos Sem Fronteiras, Organização composta por médicos e jornalistas na França, em 1971, e que hoje se espalha por todo o mundo. A Organização leva ajuda médica e cuidados às vítimas de epidemias, desastres naturais, conflitos armados, desnutrição e outras catástrofes.

No dia do Médico, vale a pena conhecer mais do MSF

Além de levar auxílio médico-humanitário às diversas populações, amenizando suas dificuldades, outro papel fundamental do Médicos Sem Fronteiras é o de apresentar ao mundo uma realidade até então muito negligenciada por governos e autoridades que pouco ou nada fazem.

Não fosse pela Organização, milhões de vidas teriam se perdido em meio a tantos problemas. No entanto, a Organização é imparcial e neutra e decide onde, quando e como atuar.

Não há qualquer tipo de apoio a Governos ou Autoridades, simplesmente a divulgação de toda situação presenciada pelo seu contingente, durante atendimento médico, depoimentos dos pacientes, comunicação com toda população que colabora com os médicos.

Se a Organização encontra extremas situações desumanas, tem a liberdade para denunciar livremente a violação de direitos humanos e a ruptura de convenções.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

São situações que podem ser denunciadas pelo MSF: os crimes de guerra e contra a humanidade, os atos de genocídio além do deslocamento forçado de vários povos e o retorno obrigatório de refugiados.

Contudo, a preocupação com a comunicação é extrema, em razão de preservar a segurança tanto dos pacientes, como dos médicos e jornalistas que trabalham juntos.

Para a escolha do local de atuação, os profissionais analisam a quantidade de pessoas atingidas, as condições de vida, água e saneamento, o ambiente político e as possibilidades de atuação.

No dia do Médico, para que caminhos o MSF aponta?

Em casos de grande urgência, a resposta do MSF se dá entre 48 e 72 horas. O atendimento rápido se deve a eficiência da logística que padronizou a experiência dos médicos, a manutenção de estoques e os métodos de trabalho.

A partir de 1980, a Organização passou a utilizar kits específicos para cada tipo de situação emergencial, já preparados e embrulhados para viagem. São medicamentos, suprimentos e equipamentos básicos para atendimentos desde a vacinação mais simples até a montagem de um hospital inflável.

No Brasil, a Organização chegou em 1991 e os trabalhos na época reuniram esforços para combater a cólera que se espalhava na região da Amazônia. Em 2006, a Organização deu início a um trabalho de recrutamento de profissionais e à captação de recursos financeiros para viabilizar projetos no país.

No dia do médico, o privilégio é saber que o relacionamento com o paciente, vai além dos consultórios e que tem no MSF um grande exemplo. Leia mais aqui! 

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.