SEO: o que é e como aplicar no seu site médico

SEO

Se você já se adequou aos consultório online, sabe que é importante a construção de uma presença digital relevante. Para isso, seu site e seu blog tem um papel significativo na sua estratégia de marketing médico. No entanto, para que as pessoas os encontrem, você tem dois caminhos: SEO bem estruturado ou Anúncios em Mídias Pagas.

Quando alguém pesquisa por uma determinada palavra-chave no Google, que é o buscador mais usado da internet, ele entrega alguns resultados para aquela pesquisa de acordo com esses dois caminhos. 

Os primeiros e os últimos links que aparecem dentro da  página de resultados são destinados aos links patrocinados. Isso quer dizer que o Google mostra ali páginas de empresas que pagam por aparecer nessas posições.

Entre os links patrocinados, no meio da página, você encontra o resultado orgânico para aquela pesquisa. Nessas posições estão listadas os links que correspondem à palavra-chave pesquisada, conforme a sua relevância, do ponto de vista do Google.

Mas é o Google quem decide qual link aparece em qual lugar na lista de resultados orgânicos? Sim! É justamente por isso que o SEO bem estruturado vai fazer toda diferença na sua estratégia.

Acompanhe o artigo e entenda melhor sobre o assunto!

O que é esse tal de SEO afinal?

Essa sigla significa, em inglês, Search Engine Optimization, que traduzido pode ser entendido como “otimização para ferramentas de busca”. 

O SEO é um conjunto de técnicas utilizada na construção de páginas para internet, como sites e blogs, que impactam no ranking dos resultados orgânicos, influenciando os algoritmos que as ferramentas de busca utilizam para definir a posição dos links.

Sempre que alguém publica uma página na internet, o Google (o Yahoo, o Bing e outros buscadores) indexa essa página “no seu acervo” para mostrá-la toda vez que alguém procurar pela palavra-chave a qual ela corresponde.

O problema é que todos os dias, milhares de páginas são publicadas. Então, como a ferramenta sabe qual é aquela que ele deve apresentar no resultado da pesquisa? Algoritmos! 

Cada buscador desenvolve uma série de critérios e algoritmos que as páginas devem preencher para que atinjam a relevância necessária para aparecer nos primeiros resultados. Dessa forma, quanto mais critérios a página preencher, mais alto será o posto ocupado por ela no resultado de pesquisa orgânico.

É por isso que a maior parte das vezes que você faz uma pesquisa no Google, você encontra a resposta nos primeiros sites que você acessa.

Então, quando falamos em SEO bem estruturado, estamos falando das técnicas utilizadas na construção do seu site médico para que ele tenha um posicionamento estratégico no ranking de resultados orgânicos apresentados pelos buscadores.

Ok, mas qual a importância desse posicionamento?

Faça um teste. Busque por “criar um site médico” no Google. Note que os anúncios estão te oferecendo o serviço, sem dar mais informações. Já nos resultados orgânicos você provavelmente achará a resposta para criar um site médico nos primeiros links apresentados.

Falamos sobre o Google porque ele é de longe a ferramenta mais comum para pesquisas na internet mundialmente. A intenção deles é se tornar realmente indispensável como fonte de busca para todas as dúvidas que alguém possa ter. 

Como sabemos, é possível encontrar todo tipo de coisa na internet e é lá que as pessoas vão primeiramente para solucionar suas questões. 

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Para que se tornem indispensáveis, as ferramentas precisam oferecer valor para o usuário. Em milésimos de segundo, o Google apresenta mais de 90.000.000 de páginas indexadas para responder sua pesquisa “criar um site médico”.

Imagine precisar percorrer essa quantidade de links para encontrar uma resposta coerente? Você realmente voltaria a fazer uma pesquisa ali ou encontraria outro meio? 

A forma de entregar valor é desenvolver algoritmos que buscam pela maior quantidade de relevância que essas páginas possam ter para solucionar a questão do usuário prontamente, isto é, sem que ele precisa ficar abrindo todos os links.

O SEO então vai fazer o trabalho de corresponder ao máximo de requisitos para que o posicionamento da sua página esteja sempre entre os primeiros lugares orgânicos. Ou seja, sem que você tenha que pagar nada por isso. 

Quanto mais os algoritmos estão desenvolvidos, menor a chance da pessoa passar pela 2ª,3ª,4ª página de resultados. Se o seu site estiver entre elas, dificilmente será encontrado.

Como criar uma estratégia de SEO para o seu site médico

Uma estratégia de SEO leva em consideração diversas técnicas para serem aplicadas dentro do conteúdo e na estruturação do site. Isso porque o Google tem fatores de ranqueamento variados para serem atendidos. Alguns deles são:

  • Autoridade da página;
  • Autoridade de domínio;
  • Relevância de links;
  • Originalidade de conteúdo;
  • Tamanho do conteúdo;
  • Palavra-chave;
  • Tempo de permanência na página;
  • Velocidade de carregamento da página;
  • Design responsivo.

SEO on page

Dentro da página, no conteúdo, existem alguns elementos que possuem maior destaque. 

Um página é considerada autoridade, quando o Google entende que ela está preenchendo as expectativas de quem a acessa. Existem várias formas de medir essa autoridade, por exemplo se o usuário passa bastante tempo navegando por ela, se entra em outros links contidos no conteúdo, se ele volta a procurar essa página em outra oportunidade, etc.

A primeira coisa que deve ser feita então, é ter um conteúdo original, que entrega ao usuário exatamente aquilo que está anunciando no título. 

Existem alguns atributos importantes a serem respeitados no SEO on Page:

  • Conteúdo – além de original, deve ser escaneável. Isso quer dizer que precisa ter a leitura facilitada, dividida em tópicos, palavras em negrito,parágrafos curtos e bullet points por exemplo. 
  • Palavras-chave  – devem ser usadas em quantidades razoáveis pelo conteúdo, sem parecer forçadas. Além disso, precisa aparecer no Título HTML da página e na meta descrição. O Título é aquele texto azul clicável que aparece no Google logo embaixo do domínio da página. É nele que você clica quando quer entrar no site. O ideal é que tenha até 65 caracteres. A meta descrição é aquela descriçãozinha que fica embaixo do Título.
  • URL – a URL deve conter a palavra-chave. Também precisa ser amigável, isto é, ser fácil de entender, sem aquele tanto de caracteres estranhos ou cheia de código.
  • Links internos – espalhados pelo seu conteúdo, você precisa colocar links relevantes que levem o usuário a outros conteúdos do seu site/blog. Assim você constrói um caminho para que ele percorra e conheça ainda mais o seu nome/serviço/marca. Mas, isso não deve ser realizado de qualquer forma. Os links precisam realmente melhorar a navegação do usuário.
  • Texto alternativo das imagens – Sempre que acrescentar uma imagem no seu site médico preencha o item de texto alternativo explicando do que se trata aquela imagem, caso ela não seja exibida ao usuário. Interessante é que se puder, utilize a palavra-chave da página para isso.

SEO off-page

Aqui se enquadram as estratégias de linkbuilding. Isso nada mais é que a presença de links dentro do seu conteúdo que levae para conteúdos de referência fora do seu site. Além de enviar links, você também deve recebê-los. Dessa forma, quanto mais sites relevantes para sua palavra-chave te citarem como referência, melhor é a sua relevância de links e autoridade de domínio.

SEO técnico

Alguns fatores técnicos auxiliam na qualidade do conteúdo e são levados em consideração pelo algoritmos na hora do posicionamento. 

Por isso, pensar na experiência do usuário dentro do site é indispensável. Aqueles sites cheios de pop-ups, botões mal posicionados, com informações desorganizadas cansam o usuário, que logo saem da página.

A velocidade de carregamento também precisa ser observada. O ideal é que ela demore menos de 2 segundos para ser carregada. Do contrário, grande parte dos usuários não vão ter paciência de esperar e já passam para a próxima opção sem ver o que você tem a oferecer.

E por último, mas não menos importante, SEMPRE que publicar uma página lembre-se de que é necessário indexá-la para que os robozinhos do Google, que fazem a varredura dos sites, encontrem o seu!

Quer saber mais sobre SEO e estratégias importantes para o seu marketing médico? Continue navegando pelo blog, leia o artigo Como o iMedicina ajuda a posicionar melhor seu nome no Google.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: