3 motivos pelos quais o seu software médico não está entregando os resultados que você esperava

software médico

Adotar um software médico é um investimento benéfico para hospitais, clínicas e consultórios. No entanto, pode sair caro se a organização escolher o sistema errado.

Se você escolheu o sistema médico errado, você vai passar boa parte da vida achando que é impossível alcançar o sucesso, independentemente do quão dedicado é o seu consultório e de como a sua equipe faz o uso do sistema de gestão médica eletrônico.

Atualmente, diversos consultórios e até mesmo hospitais grandes estão insatisfeitos com seus sistemas de gestão médica, pois não conseguem obter os resultados que estavam esperando. E, por conta disso, muitos começaram a buscar um novo sistema de gestão médica para substituir o sistema atual, a fim de superar esse problema.

Por isso, é importantíssimo ficar longe do software médico errado, pois assim você poderá evitar aborrecimentos e, principalmente, o atraso dos seus resultados.

E quanto a você que está lendo este post, com certeza você já possui um software médico e, quem sabe, até está cogitando a possibilidade de substituí-lo, não é? Acompanhe-nos agora e veja os 3 motivos pelos quais o seu sistema de gestão médica pode não estar entregando os resultados que você esperava. Vamos lá?

 

3. O suporte é de baixa qualidade

Uma das coisas mais importantes que um bom software de gestão médica pode (e deve) oferecer para pequenos consultórios é um serviço de suporte de qualidade.

Quando um software é instalado (software off-line) ou quando você recebe acesso a um software online (baseado em Web), o mínimo que você pode esperar é um serviço de suporte, principalmente se for um software pago. Quando os problemas e as mudanças surgirem, você precisará de alguém para lhe instruir.

Você precisará de apoio e, se o fornecedor do seu software não oferece esse apoio, você enfrentará grandes problemas, o que consequentemente consumirá o seu tempo e lhe impedirá de alcançar os resultados esperados.

Se você deleta algum arquivo importante ou faz uma mudança sem querer por conta de não conhecer muito o seu sistema, por exemplo, você deve ter no mínimo um serviço de suporte que te auxilie a recuperar os seus arquivos e reverter as mudanças.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Se o seu software é complicado demais e você ainda não tem um suporte rápido e de qualidade, você está utilizando um sistema que está lhe impedindo de crescer.

 

2. Não há as funções que você mais precisa

Quando se trata de um software médico, existem duas maneiras de impedir que o seu consultório alcance os resultados esperados. A primeira é comprar um ótimo software de gestão médica, mas utilizá-lo incorretamente. A segunda é comprar um sistema de gestão médica que não possui as funções que você precisa para o seu fluxo de trabalho, como prontuário eletrônico, gestão de consultas e agenda, e muito mais.

A maioria dos softwares é projetado por programadores que entendem de programação, mas que não pensam da maneira como você pensa medicamente. Isso faz com que alguns softwares médicos sejam “inutilizáveis”, principalmente quando não oferecem os recursos necessários. Talvez, esse seja o caso do seu software.

Se o seu sistema atual não oferece os recursos principais que você precisa para o seu fluxo de trabalho, para que você o utiliza se ele não simplifica sua rotina?

 

1. Não é um software médico para a sua especialização

À medida que o mercado de softwares médicos cresceu, mais desenvolvedores estão oferecendo seus sistemas para diferentes tipos de organizações – por exemplo, existem sistemas destinados a especialidades bem específicas, enquanto outros destinados a hospitais maiores – enquanto outros estão atirando para vários lados.

Como as opções aumentaram, alguns desenvolvedores passaram a oferecer softwares genéricos com a promessa de que eles se adaptam para qualquer organização.

Basicamente, são softwares que podem ser usados em um consultório médico e também em um escritório de advocacia, por exemplo. O mesmo software, os mesmos recursos e em diferentes áreas. No entanto, como já era de se esperar, esse tipo de software não é flexível o suficiente para atender às necessidades de diferentes áreas.

Portanto, se o seu software médico não está entregando os resultados que você esperava, talvez seja pelo fato de que ele não é especificamente para a sua prática.

E você, está obtendo bons resultados com seu software médico? Comente!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: