Como fazer uma consulta online por telemedicina usando o iMedicina

telemedicina

Os recentes avanços da tecnologia têm provocado verdadeiras revoluções em diversos setores. Na medicina, diversas soluções foram apresentadas graças às inovações tecnológicas que contribuem com uma atuação ainda mais eficaz do médico com seus pacientes.

A mais recente foi a telemedicina, que pode auxiliar médicos a levar atendimento a locais que não tem acesso a um sistema de saúde completo. Além disso, a ferramenta contribui com a prevenção da COVID-19, já que, se consultando de casa, as pessoas evitam aglomerações em busca de atendimento. 

O iMedicina possui uma ferramenta de telemedicina gratuita bem completa que auxilia muito no relacionamento entre médico e paciente. Descubra como é fácil fazer uma consulta, usando o prontuário do iMedicina.

Configure sua conta

O primeiro passo para que o médico comece a realizar atendimentos online,usando a solução de telemedicina desenvolvida pelo iMedicina é criar uma conta gratuita para acessar a plataforma. Após o cadastro, é disponibilizado um tour pela plataforma para compreender toda a lógica de funcionamento do software.

Após o tour, o médico já terá configurado seus atendimentos e turnos de trabalho. Em seguida, será o momento de ativar o agendamento online. A partir daí, o usuário já poderá marcar um horário para ser atendido por meio da plataforma do iMedicina. 

Como é feito o agendamento?

Após a configuração do software, a agenda do médico fica disponível para que o paciente escolha o dia e o horário que está disponível para realizar a teleconsulta. Após essa seleção, um e-mail com as informações é enviado para o paciente, enquanto que o médico recebe uma notificação no software.

Quando chegar o dia da teleconsulta, o médico pode compartilhar o link da sala com o paciente. Assim que o paciente entrar, o atendimento se inicia. A ferramenta garante uma conexão ainda mais efetiva entre médico e paciente, uma vez que ela possibilita que ambos se vejam por meio de vídeo ao vivo. 

Essa solução traz ainda mais segurança para o paciente, já que ele está em um momento frágil e procurando auxílio para um possível diagnóstico. Para o médico, a ferramenta possibilita que ele, além de estar vendo o paciente ao vivo, consiga anotar todas as informações no prontuário em tempo real.  

O médico pode ficar tranquilo em relação a segurança de dados e informações, pois toda a ação é realizada dentro do software. A ferramenta conta com os protocolos mais rígidos da internet, assegurando a realização dos atendimentos. 

Facilidade no pós-consulta

O prontuário do iMedicina possui integração com a Memed, que liberou a prescrição de assinatura digital de receitas médicas. Graças a essa facilidade, o paciente consegue comprar os remédios que são prescritos pelo médico de forma segura e tranquila. 

O processo para o médico realizar a assinatura digital é muito fácil. É preciso apenas que ele tenha o token de assinatura digital integrado ao iMedicina, digite sua senha, e a receita estará assinada digitalmente. 

Divulgue o link de agendamento para seus pacientes

Após ter a conta configurada e o modo de telemedicina ativado, é hora de fazer com que os pacientes e futuros pacientes saibam que o médico está atendendo por meio do módulo de telemedicina. 

Para isso, é recomendada a divulgação nas redes sociais dos médicos, além de disparo de e-mail marketing contando a novidade. Outra dica é o uso de pop up com o link da agenda no site do médico. Essas e outras formas de divulgação podem ser aliadas para a atração de pacientes.

O iMedicina tem ótimas soluções para alavancar o marketing do seu consultório, ou da sua clínica. Não deixe de usar essa importante ferramenta, que é o marketing digital, para atrair ainda mais pacientes. 

Alguns cuidados que devem ser tomados durante a teleconsulta.

No Brasil, a telemedicina vem ganhando espaço a cada dia, principalmente, na área de laudos de exames a distância. Com a COVID-19, ela passou a ter ainda mais protagonismo, porém é recomendado que, durante este período, os médicos que optem por usar essa modalidade tomem alguns cuidados.

Devido ao momento urgente em que o uso da telemedicina foi autorizado para as finalidades de atendimento pré-clinico, suporte assistencial de consulta, monitoramento e diagnóstico reconhecidos pela portaria do ministério da saúde em caráter de exceção,  ainda não se tem uma regulação muito aprofundada. 

Por isso, é muio prudente que os médicos tomem alguns cuidados para se resguardar de possíveis problemas que possam vir a acontecer. Documente tudo formalmente antes da consulta para se precaver sobre qualquer eventualidade que possa ocorrer futuramente. 

Escolha uma plataforma segura

Existem algumas forma de se realizar o atendimento online, como, por exemplo, o Whatsapp, o Messenger, entre outras plataformas de vídeo, porém não é recomendado o uso delas. 

Apesar de serem criptografadas, as redes sociais citadas acima possuem um histórico de ataque de hackers. Prefira, então, utilizar uma plataforma que una todas os protocolos de segurança da internet, garantindo, assim, total sigilo e segurança para o médico e para o paciente. 

Elabore um termo de consentimento

É recomendado que o médico, antes de iniciar a teleconsulta, oriente ao paciente assinar um termo de consentimento atestando que ele está de acordo em realizar a consulta por meio de teleconsulta.

Essa ação serve como uma forma do médico se resguardar de possíveis problemas no futuro que possam vir a acontecer. Por mais que a relação entre médico e paciente é pautada na confiança, mas é preciso tomar alguns cuidados.

Registre todos os dados no prontuário

Por questões de segurança, é recomendado que o médico registre todos os dados no prontuário do paciente. Essa ação o resguarda de possíveis problemas, além também, é claro, de servir para o histórico médico do paciente e levar um tratamento ainda mais eficaz. 

Seja ainda mais detalhista! Registre que a consulta foi realizada por meio da telemedicina, e coloque que o paciente preencheu o termo de consentimento. Se caso o paciente precisar de um acompanhamento presencial em uma unidade hospitalar, também deixe esclarecido no prontuário e envie por e-mail essa recomendação para formalizar a orientação.

A telemedicina é uma forma de facilitar e melhorar a relação entre médico e paciente. A ferramenta tem um potencial de expandir os serviços de saúde para locais que antes não possuíam um sistema de saúde completo, além de garantir o acesso à consulta quando, por algum motivo, o paciente não puder ir até o consultório. 

A qualidade de uma consulta feita por teleconsulta deve ser equiparada a mesma qualidade de uma consulta presencial. Por isso, é muito importante que os médicos estejam preparados e também amparados pelos melhores dispositivos, garantindo, assim, um atendimento de excelência.

Gostou das dicas? Registre-se agora e comece a usar o sistema do iMedicina gratuitamente.

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.