Google Ads para médicos: tudo o que você precisa saber para criar seus anúncios

Google Ads para médicos

Você já deve ter percebido que a escolha de um médico não é mais baseada na tradição ou em recomendações. Agora, quando se busca por um médico, procuramos no Google! Portanto, se você deseja preencher sua agenda, é imprescindível usar essa ferramenta. Para te ajudar, nós preparamos este material completo para se colocar em prática uma excelente estratégia de Google Ads para médicos. 

Google Ads para médicos: por que você deve fazer?

Primeiramente, e talvez o mais importante, é que se você não estiver na primeira página dos resultados da pesquisa, perderá 99% de todos os possíveis cliques. As entradas no Google são essencialmente divididas em duas categorias: os resultados de busca “orgânicos” e anúncios pagos. No caso do maior motor de busca, estamos falando sobre o “Google Ads” (antigo Adwords).

A vantagem dos anúncios pagos é que eles sempre aparecem antes dos resultados orgânicos. Neste artigo, vamos nos concentrar nessa categoria de presença digital.

Google Ads para médicos: principais elementos de um anúncio

Uma campanha de Google Ads sempre começa com a preocupação sobre quais as “palavras-chave” você deseja colocar como ativador do seu anúncio. Em seguida, criar seus anúncios com um link para seu site e decidir quanto você já pode gastar por um clique em seu anúncio. 

Em suma, quando falamos em Google Ads, precisamos levar em consideração dois elementos que são multiplicados juntos: o Índice de Qualidade e o Custo do Clique.

Vamos entender mais sobre eles.

Índice de qualidade x Custo do clique = classificação do anúncio 

O Índice de Qualidade é determinado por um algoritmo do Google com base na relevância, correspondência com a pesquisa do usuário, classificações e outros atributos não tão revelados pela empresa.  

Custo do clique (CPC): o preço que você deseja pagar por um clique 

Se várias partes estão interessadas em disputar o espaço publicitário no Google, ganha o anúncio mais elevado em termos de qualidade e preço . O valor é cobrado assim que um pesquisador do Google clica em seu anúncio (apenas a exibição não custa ao anunciante).

Atualmente, o preço pago por um anúncio com base em uma consulta de pesquisa específica – a “palavra-chave” – está aumentando continuamente para muitos concorrentes. 

No lançamento da ferramenta, os preços por clique valiam alguns centavos apenas, porém, hoje, um único clique em “palavras-chave” competitivas podem custar de R$ 1 a R$ 15. 

Por isso, para otimizar o valor investido no Google Ads, é importante ficar atento a alguns pontos, que iremos discutir a seguir.

Elementos importantes em uma campanha de Google Ads

Localização

A escolha do médico costuma estar relacionada ao local de residência ou de  trabalho dos pacientes em potencial. Portanto, os anúncios devem ser configurados para o raio de localização do seu consultório médico. Suas palavras-chave também devem conter termos que indiquem onde você está. Por exemplo, “ginecologista em Belo Horizonte”.

Tenha cuidado para não usar palavras-chave excessivamente genéricas, como apenas “ginecologista” e raios demasiadamente extensos. 

Palavras-chave long tail 

O exemplo acima nos leva ao próximo ponto obrigatório: o uso de palavras-chave long tail no seu anúncio pago. A combinação de vários elementos, como profissão, localização e idioma, ajuda você a criar um conjunto único de palavras-chave muito específicas. 

Assim, você irá atingir usuários com verdadeiro potencial para marcar uma consulta, além de economizar com cliques ruins. Um exemplo de palavra-chave long tail poderia ser “consulta ginecológica particular em BH“. 

Se você decidir usar esse tipo de palavra-chave, provavelmente terá poucas impressões, pois esse termo será inserido com menos frequência no Google. 

No entanto, você pode ter certeza sobre o menor custo dessa campanha, assim como sobre a obtenção de cliques com maior qualidade, além da probabilidade de mais cliques que irão se converter em consulta.

Informe a sua especialidade usando palavras-chave

Você é especialista em certas áreas da medicina? Use isso para as suas campanhas de Google Ads. Os pacientes estão procurando especificamente ginecologistas, pediatras, dermatologistas, urologistas e assim por diante. 

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Se houver vários termos para a especialidade, crie diferentes grupos ou campanhas de anúncio, respeitando o tema das palavras-chave. Você pode usar o Planejador de palavras-chave do Google para pesquisar termos e sinônimos relacionados. 

Fale sobre as vantagens do seu consultório, como localização acessível, tempo de espera ou vagas de estacionamento

Como médico, você sabe melhor do que ninguém sobre o que o seus pacientes esperam de você. Por isso, levante pelo menos três pontos diferenciais sobre o seu atendimento e o seu consultório. Use essas informações no Google Ads. Fazendo isso, você pode ajudar o usuário a decidir sobre marcar ou não uma consulta. 

Alguns exemplos de vantagens interessantes a serem informadas incluem:

  • horário de funcionamento;
  • menor tempo ou sem nenhuma espera;
  • vaga de estacionamento gratuita;
  • localização central;
  • atendimento humanizado, etc.

Use extensões de anúncio  

Certifique-se de usar extensões de anúncio. Isso permite que você ocupe mais espaço na página de pesquisa sem pagar a mais por isso.  

Você pode mencionar especificamente todas as suas vantagens nas extensões de anúncio. Alguns exemplos de extensões disponíveis no Google Ads incluem:

  • localização;
  • número de telefone;
  • mensagem (SMS ou e-mail);
  • sitelinks – esta extensão é interessante, pois possibilita informar o conteúdo de cada página do seu site.

O Google decide por si mesmo quando e quais extensões de anúncio serão exibidas, respeitando a relevância e o dispositivo em que o usuário visualiza a campanha. Assim que o Google selecionar as extensões, seu anúncio ocupará muito mais espaço.

Otimize suas campanhas regularmente  

Direcionar “tráfego” para sua própria página da web com uma campanha do Google Ads pode ser implementado de forma relativamente rápida, dependendo da complexidade dos anúncios. No entanto, a questão está no detalhamento das campanhas.

Para comprar tráfego relevante ao melhor preço de clique possível, as campanhas devem ser continuamente otimizadas.  

Se você não ficar atento aos lances, poderá facilmente ser superado por um concorrente. Por isso, ao não verificar os anúncios com frequência, você perderá os dados que indicam a perda de alcance.

O Google muda constantemente os requisitos de gerenciamento do Google Ads. Pode acontecer que as campanhas criadas, bem como os anúncios que já estão em exibição, sejam repentinamente rejeitados e, portanto, não sejam mais veiculados. Evite isso examinando regularmente sua conta.  

Fique atento ao seu site

Você obtém cliques e tráfego para seu site médico, mas não recebe novos pacientes? Talvez o problema esteja na sua página de destino. Se configurado corretamente, o Google Ads pode fornecer informações sobre onde seu site pode precisar de otimização.

No seu site, é importante que os visitantes encontrem uma oferta correspondente e sejam solicitados a entrar em contato com o seu consultório, com botões de chamada para a ação – os call to action. 

Google Ads para médicos: existe alguma restrição?

O Google é muito cuidadoso com as palavras-chave médicas. Por isso, é muito comum que alguns anúncios sejam reprovados devido ao desrespeito às suas Políticas de Publicidade, que são bem extensas. 

No Brasil, por exemplo, é totalmente proibida a veiculação de anúncios que citem a oferta de medicamentos controlados, bem como da fabricação de qualquer fármaco. A simples menção ao nome “Camila” pode ser uma verdadeira dor de cabeça para o anunciante, pois este também é um fármaco para uso ginecológico.

Outros exemplos de palavras-chave proibidas no Google Ads incluem:

  • remédios para perda de peso;
  • suplementos alimentares;
  • prometer curar ou tratar determinadas doenças;
  • promoção de tratamentos médicos especulativos ou experimentais;
  • recrutamento para estudos clínicos;
  • testes domésticos de HIV;
  • anúncios sobre aborto;
  • tratamento para fertilidade, como anticoncepcionais;
  • tratamento para reabilitação de drogas ou álcool, comum em alguns segmentos da Psiquiatria;
  • tratamentos estéticos que citem toxina botulínica, botox, sculptra, dentre outros nomes.

Consulte a Política de Anúncios para Saúde e Medicamentos do Google Ads antes de criar as seus anúncios e evite a reprovação das suas campanhas.

Uma outra forma de garantir que o seu orçamento seja consumido com responsabilidade é delegar essa função para empresas especializadas em marketing médico. Além de conhecerem as normas da plataforma, também são familiarizadas com a regras de publicidade médica.

Quer saber mais sobre isso? Leia o artigo ” O que o iMedicina pode fazer por suas campanhas de Google Ads” e entenda como especialistas podem levar seu consultório para outro nível.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: