Instagram para médicos: isso abala a imagem profissional?

faturamento do consultório

Tem gente que ama e tem gente que odeia: claro que estamos falando das redes sociais. Por conta desses sentimentos tão conflitantes, sempre surge a dúvida se um perfil no Instagram para médicos é algo ético e que não fere o decoro na profissão. 

Todo esse receio é justificado: a Medicina é uma profissão que é (e deve ser) vista com muita seriedade. Afinal, lida com vidas. Por isso, a publicidade médica segue um regimento próprio e precisa ser coerente com os princípios inerentes da profissão.

Porém, foi-se o tempo em que as redes sociais serviam apenas para publicar fotos com os amigos, em festas ou no churrasco de família. Atualmente, essas plataformas são aliadas de empresas e, agora, são essenciais para quem quer se aproximar de seus clientes.

No caso dos médicos, as redes sociais acabaram virando uma ferramenta para aproximar o relacionamento com o paciente.

Vamos explicar sobre a mudança neste texto. Acompanhe!

As redes sociais se tornaram um lugar de negócios

Você está à procura de uma roupa para uma festa, mas não tem tempo de ficar andando pelo shopping. A solução para o século XXI? Acessar o Instagram, procurar pelas lojas da sua cidade (ou até mesmo de outros locais). Talvez, você vá até o estabelecimento e compre. Talvez, você opte por comprar pela própria rede social e só espera a peça chegar em casa.

Essa é a nova funcionalidade do Instagram e Facebook. Transformaram-se em plataformas para negócios. As empresas, que vendem produtos ou serviços, há muito já sabem sobre a importância de produzir conteúdos interessantes, para atrair e conquistar clientes.

Não é uma tarefa fácil. Por isso, também existem instituições especializadas em produzir essas publicações, inclusive para médicos, nutricionistas, odontólogos, fisioterapeutas e vários outros profissionais da saúde.

Instagram para médico irá atrair o paciente digital 

É claro que, quando os conteúdos para as redes sociais de médicos são produzidos, a regra principal é tomar cuidado para não mercantilizar a Medicina. Por exemplo, não é permitido anunciar preços de tratamentos. 

Portanto, o Instagram para médico possui outro viés: o de ser um local para veicular informações importantes e confiáveis sobre saúde. Isso irá conscientizar a população sobre a necessidade de cuidar de si mesmo e, consequentemente, de manter consultas periódicas com o médico.

Um exemplo simples: durante a campanha Outubro Rosa, o que não faltam são ideias de conteúdos sobre a prevenção do câncer de mama. A maioria dos especialistas pode publicar sobre esse tema, mas principalmente os mastologistas e ginecologistas. É possível falar sobre os sintomas, fatores de riscos, exames preventivos e as novidades no tratamento da doença.

Além de campanhas grandes, diariamente é importante que médicos, em seus perfis, ofereçam dicas de saúde e bem-estar. Um dermatologista, por exemplo, pode mostrar a quantidade correta de protetor solar que deve ser passado todos os dias, enquanto um gastroenterologista apresenta os alimentos que pioram a saúde intestinal. 

Com essas dicas simples, mas que auxiliam no cuidado cotidiano da saúde, o médico aumenta sua autoridade na área de atuação. A cada dia que passa, isso se torna mais fundamental para atrair e fidelizar pacientes que se tornaram digitais.

O paciente digital

Ao precisar de uma consulta, o primeiro passo já não é mais procurar uma clínica em uma lista telefônica. A atitude agora é: digitar na barra de pesquisa do Google “endocrinologista em São Paulo”, por exemplo.

Assim, o paciente encontra o site daquele profissional que realiza um bom marketing médico. Na página, ele também vê conteúdos de qualidade e é redirecionado para as redes sociais, onde é impactado diariamente por postagens que mostram o quanto é importante estar em dia com a saúde.

Dessa forma, todo o conteúdo disposto na mídia pelo médico irá impactar a pessoa, passo a passo pela jornada do paciente. Do momento em que ela percebe que possui um problema, descobre o médico que poderá ajudá-la e marca a consulta. 

Como ter um Instagram para médico que não fere a ética da Medicina?

Depois de perceber a importância de estar presente nas redes sociais, essa dúvida surge nos médicos. Por isso, separamos algumas orientações. Confira:

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Seguir as regras do CFM

O cuidado básico é seguir as diretrizes do Conselho Federal de Medicina (CFM). Na Resolução nº 1.973/2011, a entidade descreve as normas de publicidade médica, que são válidas tanto para meios tradicionais, como jornais, quanto para as redes sociais.

Fica claro que não é permitido divulgar preços, fazer promoções, mostrar “antes e depois” de tratamentos, garantir resultados, falar que é o “melhor médico da cidade”, utilizar imagens chocantes e frases sensacionalistas, entre diversas outras regras. 

São muitos detalhes, mas já existem empresas especializadas para produzir conteúdos médicos para as redes sociais desses profissionais.

Instagram para médicos é lugar de bom senso

Alguns médicos preferem ter um perfil no Instagram focado apenas em sua especialidade e nas dicas de saúde. Outros já gostam de mesclar um pouco com situações cotidianas da vida pessoal. Não há nenhuma proibição para esse segundo caso, o único cuidado a se tomar é ter bom senso.

Isso porque a rede tem alto poder de alcance e as postagens se espalham com muita rapidez. Sendo assim, para preservar a vida pessoal do profissional, de seus amigos e familiares, a dica é utilizar o perfil profissional aberto, para alcance geral e um perfil pessoal restrito, para compartilhamento de momentos mais íntimos e opiniões pessoais.

Sempre preze por assuntos com comprovação científica  

A Medicina não comporta “achismos”. Isso também é válido nos conteúdos produzidos no Instagram para médicos. 

Então, sempre que for publicar um dado, coloque a fonte. Só fale de tratamentos e métodos de diagnóstico que forem cientificamente comprovados. 

Isso mostrará ao paciente que aquele é um profissional sério, que preza pela segurança e que está atualizado com os assuntos da sua área de atuação. 

Instagram para médicos não deve ter polêmicas

Em muitas vezes, o receio de ter um perfil no Instagram vem do medo de que possíveis polêmicas abalem a imagem do médico.

No entanto, é possível evitá-las! Com as dicas mencionadas acima, se seguir as regras do CFM e de sempre usar a ciência como base para todos os conteúdos, o risco de polêmicas será muito baixo.

Podem surgir? Sim. Nesses casos, é importante lidar com maturidade, respeito e profissionalismo. Responder a situação de forma clara e também com base em dados. 

Seja humano

Aquela imagem de médico extremamente sério e de poucos sorrisos já não faz sucesso. É possível mostrar todo o profissionalismo e ainda assim ser uma pessoa atenciosa.

Portanto, quando for falar sobre uma doença, por exemplo, principalmente as graves, mostre empatia e o quanto você se importa com a dor do paciente. 

Isso mostrará às pessoas que, mais do que prescrever um medicamento, o médico será alguém que estará ao lado do paciente na busca pela cura e/ou bem-estar. 

Instagram para médicos é local de interagir!

Publique muitos conteúdos importantes, mas não esqueça de interagir. Responda os comentários e mensagens privadas, sempre com base no profissionalismo e respeito ao paciente. Lembre-se que nenhuma pergunta é “boba” demais para que não mereça atenção.

Também use os recursos oferecidos pelo próprio Instagram para promover essa interação. Faça stories e sane a curiosidade das pessoas de saber como é o dia a dia de um médico. Realize lives e publique vídeos para tratar sobre assuntos mais complexos. Coloque testes e enquetes nas publicações para produzir um conteúdo dinâmico.

Tudo isso é capaz de tornar o Instagram para médicos um local de aproximação entre o paciente e o profissional, sendo uma etapa na jornada essencial para a marcação de consulta. Portanto, se utilizado com responsabilidade jamais afetará negativamente a imagem do profissional.

Gostou do conteúdo? Então, baixe agora o Guia de Redes Sociais para Clíncias e Consultórios e conheça o passo a passo de uma estratégia de sucesso nas redes!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: