Marketing médico: o que é HTTPS em um site e como funciona?

Marketing médico

A criação de um site médico envolve diversas tarefas: definir o layout, os conteúdos, as fotos, os serviços disponibilizados e vários outros pontos que não podem faltar. Mas existe mais um ponto no marketing médico que é essencial, porém, nem sempre é o primeiro a ser lembrado. 

Trata-se da implantação do protocolo HTTPS, algo fundamental para a segurança dos sites. Você deve conhecer essas letras como as que ficam antes do clássico “www” nos links, mas mais do que isso, elas também geram o ícone de cadeado que vemos antes do “endereço”. 

Todo esse simbolismo é usado para mostrar que, com esse protocolo, os dados inseridos naquela página estão protegidos de ataques de hackers e seus consequentes vazamentos. Afinal, em alguns tipos de conexões, como redes de Wi-Fi públicas, podem existir pessoas mal-intencionadas a postos para captar as informações sensíveis da página. 

Entretanto, é preciso ter atenção a um detalhe: HTTP não é o mesmo que HTTPS. O segundo é uma evolução do primeiro. Enquanto HTTP significa HyperText Transfer Protocol, HTTPS é a sigla para Hyper Text Transfer Protocol Secure. Pode parecer apenas o acréscimo de uma palavra, mas as diferenças são grandes.

Continue a leitura deste post e confira mais detalhes sobre esse protocolo.

Por que é importante para um site médico?

O HTTPS gera uma camada de proteção extra, com a criptografia de todos os dados do site. É como se as informações inseridas na página se transformassem em uma linguagem única, que apenas o usuário e o servidor conseguem entender, tornando-as confidenciais. Assim, há um impedimento maior contra invasões. 

Por ser um assunto muito técnico, pode parecer que a implantação do protocolo seja algo exclusivo para equipes de TI e que pouco se relaciona com médicos que desejam ter suas próprias páginas na web.

Contudo, esse protocolo de segurança é extremamente importante para o marketing médico. Assim, o motivo está no fato de que os sites de profissionais da saúde recebem diariamente informações sensíveis e sigilosas. 

A partir de diversos serviços oferecidos nas páginas, os pacientes fornecerão seus dados, seja por meio de um formulário para uma pesquisa, o preenchimento de um cadastro ou no sistema de agendamento online.

Dessa forma, não podem existir riscos de que um simples número de telefone ou até o quadro clínico de uma pessoa vaze para acessos maliciosos. 

Portanto, não só o paciente fica seguro com o certificado digital aplicado no site, mas o dono da página também, pois saberá que os dados ali inseridos não serão vazados, o que evita até mesmo a quebra do sigilo profissional, algo tão resguardado no exercício da Medicina.  

Como conseguir esse protocolo?

Para validar o protocolo HTTPS em um site, é preciso anteriormente ter um certificado digital SSL (Secure Sockets Layer). É ele que promoverá uma conexão segura entre o navegador e o servidor da web.

Algumas plataformas de hospedagem de sites já oferecem o certificado no momento da criação da página. No entanto, não se preocupe, a equipe do módulo de marketing médico do iMedicina já está atenta a toda a importância dessa segurança no momento da criação dos sites premium que desenvolve. 

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Existem outros benefícios para o marketing médico?

Sim, mesmo que toda essa proteção gerada já seja motivo suficiente para o uso da certificação digital durante o trabalho de marketing médico, ainda existem mais benefícios causados pelo protocolo HTTPS. 

Prioridade do Google para o SEO

Não sabe o que é SEO? É a sigla de Search Engine Optimization, que em português pode ser traduzido para a otimização dos motores de busca. Isto é, o ranqueamento que o Google utiliza ao mostrar os sites em determinada ordem após uma pesquisa. 

Assim, se o SEO estiver adequadamente trabalhado, o seu site aparecerá nas primeiras posições dos resultados de busca e terá mais chances de ser visto por pessoas que procuram por atendimento da sua especialidade e na sua cidade de atuação. Em consequência disso, você aumenta as chances de levar mais pacientes ao consultório médico

Esse assunto se relaciona com a segurança do site, pois, há alguns anos, o Google informou que priorizaria as páginas com certificado digital SSL que gera o protocolo HTTPS. Dessa forma, as que aplicam essa medida de proteção ganham pontos na corrida do ranqueamento. 

O paciente navega por mais tempo 

É comum sentir medo quando acessamos um site e o Google nos mostra o aviso de alerta de página insegura. Por isso, o marketing médico deve evitar esse sentimento nos pacientes que buscam por um profissional para cuidar de algo tão importante como a saúde.

Logo, quando virem o ícone do cadeado antes do link — gerado pelo protocolo HTTPS — as pessoas que acessarem o seu site terão a garantia de segurança para interagir com todos os serviços disponibilizados.

Dessa maneira, elas permanecerão mais tempo navegando no site, lendo os conteúdos e recebendo as informações que mostram os seus conhecimentos na especialidade.

Assim,  também preencherão formulários para receber outros materiais, como e-mail marketing e responderão às pesquisas. Por fim, haverá maiores chances delas usarem o agendamento online e se consultarem com você.

Além dessa consequência óbvia de atrair pacientes, o SEO do seu site será cada vez mais valorizado, pois os algoritmos do Google também consideram o tempo de navegação de cada pessoa para ranquear bem a página.  

Um marketing médico com mais profissionalismo

Em muitos casos, o site é o primeiro contato do paciente com um médico. Então, é importante que ele obtenha uma boa imagem com tudo o que vê na página. Isso envolve o bom ordenamento das editorias, conteúdos relevantes para o público alvo, fotos de alta qualidade e a segurança do site durante toda a navegação.

Então, investir em um certificado digital demonstra a seriedade e profissionalismo adequado para a pessoa que acessa a página e que pode se tornar um paciente com apenas alguns cliques. 

Portanto, enquanto a estratégia de marketing médico é traçada, a escolha da chave de segurança não deve ficar em segundo plano. Pode parecer um detalhe, mas ela será decisiva para os resultados. 

Quer saber como o iMedicina pode ajudar a construir a sua estratégia de marketing médico? Fale com um consultor.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.