Prescrição digital no cenário pós-pandemia

prescrição digital

A realidade causada pela pandemia da COVID-19 demonstrou que a modernização dos serviços prestados pela medicina é algo essencial para a sustentabilidade dos pequenos consultórios, principalmente. Exemplo disso, é o uso da prescrição digital.

Considerada uma das áreas mais importantes e tradicionais, a medicina enfrenta desafios constantes. Contudo, usar a tecnologia a favor é fundamental para os profissionais que desejam se destacar no mercado e enfrentar momentos de crise sem perder a lucratividade.

A prescrição digital é importante para proporcionar agilidade, comodidade e eficiência para o tratamento do paciente se tornando um assunto inevitável no cenário pós-pandemia. Confira neste post informações relevantes sobre a receita digital e, porque será uma tendência após a pandemia!

Como a prescrição médica digital é realizada?

As receitas digitais são emitidas normalmente como se fosse uma receita em papel,após o diagnóstico e determinação do tratamento por meio de medicamentos, realizadas em consulta presencial ou telemedicina.

 É devidamente assinada pelo profissional e deve constar o número do seu registro no Conselho Regional de Medicina — CRM. Só que, neste caso, a assinatura é validada por meio da assinatura eletrônica certificada., que o médico precisa obter em uma empresa certificadora com padrão ICP-Brasil.

Após a emissão, o paciente entrega a farmácia que deseja comprar os medicamentos, que avalia o arquivo e se a assinatura está válida através de um dispositivo eletrônico próprio para tal. As farmácias podem receber as receitas pessoalmente ou enviadas por meio digital.

Quando a pessoa retira os medicamentos, a farmácia registra no sistema a hora e data da entrega dos produtos para evitar uma segunda compra com a mesma receita. 

Quais os requisitos?

A prescrição digital é submetida a todos as normas éticas e sanitárias das receitas em papel. Contudo, para ser de fato válida é preciso verificar se os seguintes requisitos estão sendo cumpridos:

  • regras estabelecidas pela Portaria SVS/MS 344/98;
  • assinatura digital com certificado ICP — Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira.

O profissional da farmácia deve ter acesso à internet para verificar a veracidade das informações contidas na receita digital. Para atender melhor a regulamentação da telemedicina, uma parceria entre os conselhos federais da Medicina e da Farmácia com o ITI — Instituto Nacional de Tecnologia da Informação facilitou a validação de prescrições médicas digitais. 

Por que a prescrição digital ficou em evidência durante a pandemia?

A pandemia do COVID-19 alterou a rotina de trabalho de diversos setores da economia. Na medicina não foi diferente e a modernização precisou ser acelerada para proporcionar maior eficiência e qualidade, se adequando a necessidade do isolamento social. 

Por esse motivo, a telemedicina ficou em evidência, pois teve sua realização liberada para atender pacientes com maior comodidade e segurança. Entretanto, já havia legislação no Brasil favorecendo a prescrição eletrônica e permitindo ter validade jurídica. 

De acordo com a Resolução CFM Nº 1.821/2007, sobre o Prontuário Eletrônico se aplicam também ao procedimento de receita médica.

Por que a prescrição digital é uma tendência pós pandemia?

A prescrição digital proporciona benefícios importantes e tem o intuito de tornar mais fácil, ágil e seguro o processo de aquisição de medicamentos e tratamentos. Esses fatores foram evidenciados durante a pandemia se tornando extremamente útil e uma tendência mesmo após o isolamento social.

 É um forma de receita vantajosa para os pacientes, médicos e farmácias. Veja os motivos pelos quais será uma tendência após a pandemia!

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Pode ser usada em qualquer tipo de consulta

A versatilidade é um ponto importante para qualquer médico, independente da especialidade. Sendo assim, o profissional pode prescrever de forma digital em consultas realizadas presencialmente ou por telemedicina. 

Além disso, a prescrição digital possibilita o acesso a informações adicionais sobre os medicamentos, auxiliando o conhecimento de cada detalhe para uma prescrição segura e que preserve a integridade do paciente. 


Diminui as chances de eventos adversos 

A utilização de prescrições digitais eliminam as dificuldades comuns na hora de entender a receita, reduzindo as chances de erros e equívocos. Permite maior legibilidade para qualquer pessoa, já que não é escrita à mão.

Com a compreensão exata do que foi determinado pelo médico, o farmacêutico terá maior segurança para indicar o melhor medicamento. Contribui, ainda, para a segurança do paciente, uma vez que minimiza as dúvidas sobre o procedimento correto para o tratamento. 

Diminui os riscos de fraudes

Infelizmente, a falsificação de receitas médicas e atestados é algo recorrente principalmente nas grandes cidades brasileiras. É um problema sério que pode causar muitos transtornos. 

A prescrição digital conta com a assinatura eletrônica e o número do registro do profissional, atestando a autenticidade das informações. Uma forma inteligente e moderna para evitar fraudes, pois é mais difícil de falsificar a assinatura digital.

Comodidade e agilidade

Um dos maiores benefícios da prescrição digital, que demonstra o motivo de ser algo promissor mesmo após a pandemia é a comodidade e agilidade. Enviada por SMS ou e-mail, basta apresentar a receita digital na farmácia que será avaliada a autenticidade e em minutos o medicamento será disponibilizado para compra. 

Com a telemedicina ganhando cada vez mais espaço nos consultórios, todo o processo fica ainda mais confortável e adaptável a qualquer rotina. Ainda mais pela possibilidade de ser acessada de qualquer dispositivo móvel.

A receita digital é gratuita e fácil de usar 

Outro ponto positivo da receita digital é a facilidade de usar, permitindo que qualquer profissional possa ter acesso à prescrição eletrônica gratuitamente em softwares médicos que não precisam de investimento para funcionar.

Desde a otimização dos softwares para gestão médica, tudo se tornou mais fácil, prático e eficiente, com o objetivo de promover a saúde do paciente da melhor forma possível. 

Exemplo disso é o software do iMedicina, que proporciona maior organização e informações completas sem custos. Integrado com o bulário eletrônico da Memed, auxilia a prescrição durante a consulta fornecendo todo o embasamento para uma orientação segura. O melhor disso tudo é que o sistema conta com uma versão gratuita, sem limite de usuários.

Como percebeu no contexto desse artigo, mesmo após a pandemia a prescrição digital se consolidou como uma alternativa moderna, ideal para proporcionar tranquilidade e comodidade ao paciente.. 

Quer saber mais sobre o assunto? Continue navegando pelo Blog iMedicina!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: