Como as redes sociais podem atrair mais pacientes para os seus atendimentos de telemedicina

telemedicina

Dificilmente alguém, nos dias de hoje, não possui ao menos um perfil em redes sociais, independente da profissão, idade ou interesse. Esse é um canal de comunicação extremamente relevante e acessível, responsável por aproximar pessoas e, ainda, fortalecer as oportunidades profissionais como, por exemplo, divulgar os serviços de telemedicina na área médica.

No marketing médico, o uso das redes sociais é fundamental para ações de relacionamento com o paciente. Além de aproximar o profissional de seus pacientes atuais, elas promovem, ainda, o alcance de novos potenciais, a partir da criação de uma percepção de autoridade e confiança gerada no canal.

Não há como falar sobre marketing de conteúdo médico sem falar sobre estratégias de conteúdo focadas nos canais sociais digitais. Mas você sabe, de fato, como essas mídias podem influenciar a jornada dos pacientes do momento da descoberta até agendar uma consulta por telemedicina?

No conteúdo a seguir você encontrará estas respostas. Acompanhe e entenda como maximizar os atendimentos de telemedicina em seu consultório utilizando as redes sociais. Boa leitura!

Redes sociais x telemedicina: confiança é fundamental

Realizando uma pesquisa simples nas redes, é possível encontrar centenas de perfis médicos. No entanto, poucos são os que realmente se destacam e conseguem converter os seguidores em pacientes, de fato.

Uma das questões que deve ser avaliada é a qualidade, profundidade e clareza das informações compartilhadas. Se em outros segmentos os clientes buscam empresas com certa autoridade e domínio no assunto, na área médica essa preocupação é ainda maior  ー visto que se trata de dois bens intangíveis: a saúde e a vida.

Neste sentido, administrar as suas redes de modo que aproxime o paciente e o faça se sentir seguro sobre a relação, é primordial. Demonstrar conhecimento e autoridade no assunto eleva as chances de o potencial paciente confirmar suas expectativas e, no fim, efetuar o agendamento online de sua primeira teleconsulta.

Um ponto importante e que deve ser lembrado é que a telemedicina, principalmente quando envolve um primeiro atendimento, exige um nível de intimidade, confiança e conforto ainda maior por parte do paciente. Afinal, até aquele momento, o paciente pode ter muitas dúvidas sobre o procedimento.

Como esse método de atendimento ainda é uma novidade, os pacientes podem se sentir receosos em relação à segurança da telemedicina. É por isso que os canais de comunicação do profissional precisam servir como fonte de conhecimento confiável sobre o assunto.

Como utilizar as redes sociais para conquistar mais pacientes na telemedicna?

As redes sociais são canais preciosos de informação. É o lugar certo para desmitificar conceitos errados, informar sobre os novos métodos de atendimento e tirar dúvidas.

O planejamento das ações nas redes não deve focar na conversão de novos pacientes a qualquer custo, mas, primordialmente, deve propor conteúdos que contribuam com a educação das pessoas em relação à sua saúde. 

Assim, ao acompanhar as postagens, o paciente deve entender o que lê para sentir confiança no médico e, acima de tudo, aprender com o que ele tem a dizer. Ao realizar esse trabalho de fornecer informações relevantes, o paciente começa assimilá-lo como autoridade no assunto e, logo, agendar consultas é o passo natural.

Adquirir autoridade online é um processo que pode levar tempo. Para fazer isso da maneira correta, é preciso se atentar a alguns pontos que serão explicados a seguir.

Perfil profissional com dados completos

Um erro bastante comum entre alguns médicos, seja em início de carreira, seja com mais experiência, é a utilização de uma rede pessoal como vitrine. As redes sociais, quando utilizadas no âmbito pessoal, não aprofundam tanto as relações profissionais. E é simples entender.

Nos perfis pessoais você reúne familiares e amigos, compartilha informações e opiniões pessoais e discute assuntos que podem gerar polêmica ー como alinhamentos políticos, futebol, dentre outros.

Tais pautas podem afastar novos pacientes que não possuem o mesmo pensamento. Por isso, é fundamental criar um perfil profissional específico para as atividades médicas. 

Além da separação das atividades, é preciso incluir todos os dados de contato, como telefone, endereço e site. Informações como horário de atendimento, especialidades e mapas de localização também devem ser considerados, assim como os links de agendamento oline.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Vídeos, fotos e imagens profissionais

Se a primeira impressão é a que fica, o seu perfil social deve investir em mídias profissionais. Criar fotos que demonstram seriedade e profissionalismo, mas que ao mesmo tempo gerem conforto, simpatia e intimidade, é crucial no marketing médico.

Em vez de optar por uma foto de perfil do acervo pessoal, inclua uma foto profissional, produzida especialmente para este fim. Aliás, a modalidade de ensaios corporativos é muito buscada por quem deseja profissionalizar seus perfis.

O mesmo vale para os vídeos. Criar um roteiro prévio, utilizar equipamentos profissionais é apostar nos recursos de edição resulta em vídeos mais atrativos aos potenciais pacientes. Como consequência, também ajudam a criar uma percepção de autoridade na área de atuação.

Conteúdos em alta na mídia

Para manter-se atualizados, muitos pacientes buscam informações nos perfis médicos. Por isso, é indispensável que os assuntos mais comentados na mídia, sobretudo no segmento da saúde e do bem-estar,  tenham espaço em seu perfil.

Opte por elaborar posts informativos sobre dúvidas que estão em alta, bem como assuntos e acontecimentos relevantes – desde que estejam relacionados, de alguma maneira, com as soluções que você pode oferecer ao seu paciente.

Agora, por exemplo, os olhos do mundo estão direcionados a Covid-19. E assim permanecerá por um bom tempo. Pautas que abordam, as novas descobertas sobre o coronavírus, bem como métodos de prevenção, são boas escolhas.

Utilizar o espaço para campanhas sazonais que possuem meses de ações especiais, como câncer de mama, depressão, autismo e relacionadas também é uma estratégia interessante para informação e ganho de visibilidade.

Nesse contexto, a telemedicina deve ser abordada como uma nova forma de atendimento, que chega para auxiliar a população e levar orientação a quem não pode sair de casa.

As redes sociais podem servir de canal tanto para o conhecimento da modalidade, quanto para tirar dúvidas a respeito desses atendimentos.

Conteúdos sobre qualidade de vida

Além dos conteúdos pontuais da especialidade, abordar assuntos generalistas, que se relacionem com qualidade de vida, saúde e bem-estar, também são promissores para os perfis médicos.

Posts sobre imunização, emagrecimento saudável, saúde mental e alimentação balanceada usualmente promovem bons índices de engajamento com o público. Uma boa dica é integrar assuntos generalistas com as especialidades que, você, médico, atende. Mas lembrando que não é necessário se prender a especialidade de atuação.

Interação com seguidores

Ao mesmo passo em que atualiza suas redes sociais com conteúdos relevantes para sua audiência, também deve se preocupar com as respostas às interações dos seguidores.

Se um futuro paciente visualiza um post e retorna com uma dúvida, crítica ou sugestão via comentários, é indispensável respondê-lo de maneira transparente e com agilidade. A relação de confiança entre médico e paciente pode iniciar já a partir de um primeiro comentário ali.

Impulsionamento e posts patrocinados sobre telemedicina

Por fim, para que seus conteúdos atinjam o maior número possível de potenciais pacientes, é preciso investir em posts patrocinados. Ao impulsionar uma postagem no Facebook ou Instagram relacionada à aplicação da telemedicina por exemplo, você investe um valor x e atinge um número específico de pessoas interessadas nesta modalidade de atendimento.

Interessante salientar que, assim como todas as ações de marketing, o um impulsionamento deve ser bem direcionado. Se você realiza suas atividades médicas no estado do Rio de Janeiro, é crucial que o público se concentre no eixo Rio-SP e não na região Sul.

A vantagem dos posts patrocinados é que você pode acompanhar em tempo real o volume de engajamento. Assim, é possível ajustar a estratégia para obtenção de resultados ainda mais promissores.

E então, o que achou do artigo? As redes sociais, quando inseridas de maneira inteligente na estratégia de marketing médico, são excelentes parcerias para divulgar o seu trabalho e os atendimentos por telemedicina.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue navegando pelo blog.

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: