3 dicas para avaliar o custo x benefício de um software médico

software médico
Powered by Rock Convert

Os consultórios online estão deixando de ser apenas uma tendência modernista. Antes, o papel e caneta e a forma tradicional de administração eram suficientes para conter a demanda, atender os pacientes e organizar o cotidiano do médico.

No entanto, isso vem ficando obsoleto. O aumento da concorrência e as mudanças no consumo dos serviços em saúde exigem mais estratégia daqueles que querem alavancar resultados. Principalmente após a necessidade de isolamento social devido ao novo coronavírus, ficou bem claro que a transformação digital é essencial para o consultório crescer. 

Assim, um software médico se torna fundamental para conduzir a rotina das novas demandas que estão chegando. É preciso acompanhar os números com mais clareza e ter acesso aos dados do paciente de qualquer lugar, sem deixar a segurança de lado. Além disso, os atendimentos por telemedicina se tornarão cada vez mais constantes. 

Disponibilizar ferramentas que facilitem a chegada do paciente ao consultório é essencial para se destacar da concorrência. Do mesmo modo, oferecer um atendimento humanizado, focado na experiência do paciente faz toda diferença na hora de fidelizá-los.

A tecnologia aliada à saúde consegue trazer benefícios que vão além da melhoria da gestão. Um bom software médico auxilia a equipe administrativa, otimiza a produtividade do time, organiza o dia a dia e melhora o relacionamento com o paciente.

A questão é: como escolher um sistema capaz de atender todas essas necessidades sem prejudicar o orçamento do consultório? Existem alguns pontos que devem ser levados em conta. Acompanhe o artigo e conheça essas 3 dicas para levar em consideração na hora de adquirir seu software médico.

Como calcular o custo x benefício de um bom software médico

Softwares médicos não são produtos novos no mercado. Já existe uma infinidade de opções e funcionalidades que podem tanto incrementar como apenas encarecer o sistema. 

Mapear as necessidades do consultório ajuda a trazer clareza para a escolha do melhor software médico. Independente de quais sejam elas, alguns pontos são importantes para a sua avaliação. Acompanhe:

1 – Todas as funcionalidades em um único local

Seja qual for a necessidade do seu consultório ou clínica, o mais indicado é adquirir um único software que consiga suprir toda a sua demanda ou, pelo menos, a maior parte dela. 

Um software para o financeiro, outro para a gestão, outro para telemedicina, além de maior gasto, ainda dá muito mais trabalho para gerir. O melhor custo benefício é encontrar o sistema que integre todas as funcionalidades que você precisa em um único local. 

Por isso, antes é preciso saber o que você realmente precisa. Nem sempre os sistemas pagos são a melhor opção. Existem excelentes produtos gratuitos que oferecem as funcionalidades principais para gestão e organização da clínica. 

No entanto, não adianta escolher esses modelos quando eles possuem limitações de usuários. Nesses casos, vale a escolha de um software médico gratuito sem limitação de usuários ou fazer opção pelos softwares pagos, que integre todas as funções essenciais para você.

2 – Escolha o software médico que te ofereça segurança

Essa é a palavra de ordem para quem está informatizando o consultório. O  prontuário eletrônico, inclusive, tem a sua própria legislação. Daí, podemos entender como a segurança é fator primordial na avaliação de um bom software.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

A tecnologia empregada para evitar fraudes e acessos não permitidos ao sistema e às informações armazenadas nele deve ser de ponta. 

Um bom software possui limitação de acesso de acordo com a função de cada colaborador da equipe do consultório. Assim, quem é cadastrado como administrativo ou marketing terá acesso a todas as funcionalidades requeridas nessas áreas, mas não conseguirão visualizar o prontuário do paciente. 

Ter criptografia e protocolo de segurança HTTPs também é indispensável para resguardar os dados armazenados e impedir invasão ao sistema. Quem utiliza telemedicina precisa ter certeza que a plataforma herda todo o sistema de proteção dos software, além de controle da sala virtual de atendimento pelo médico.

O melhor custo x benefício está no software que te ofereça a tecnologia de segurança necessária para manter os pacientes e os seus atendimentos protegidos. Por isso, além de todos os requisitos citados acima, a empresa que fornece o serviço também precisa estar de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor nos próximos meses.

3 – Prefira o software armazenado em nuvem

Você certamente encontrará boas opções de softwares locais, instalados nos computadores do consultório. O problema dessas plataformas é que além de oferecer menos segurança contra invasões do sistema, costumam ser mais dispendiosos que os online.

Um software local requer custos de instalação e manutenção, enquanto os sistemas baseados na nuvem não precisam ser instalados e a manutenção é feita online pelo próprio sistema. Nos locais, ainda há custos com a compra da licença de uso do software. Já os softwares onlines oferecem opções até sem custo algum. Para os que são pagos, apenas a assinatura mensal ou anual é cobrada do usuário.

Os softwares na nuvem ainda permitem muito mais mobilidade e acessibilidade. O usuário pode acessar as informações de onde estiver, em dispositivos diferentes, como celulares ou notebooks, basta que estejam conectados à internet. Os locais, por sua vez, só permitem acesso da máquina em que o sistema foi instalado. Assim, se você está fora do consultório, não conseguirá utilizá-lo.

iMedicina: a solução que você estava procurando

O iMedicina é a empresa de software médico líder em relacionamento com o paciente. Além de conduzir toda a estratégia de marketing médico com base na jornada do paciente, a empresa ainda oferece um software robusto, com as funcionalidades necessárias para o crescimento do seu consultório em um único local.

Para os consultórios ou clínicas que estão começando, o software gratuito não tem limites de usuário, sendo ideal também para os sistemas de coworking médico, tendência dos novos tempos.

As principais funcionalidades gratuitas abrangem o prontuário e agenda eletrônica, agendamento online e telemedicina. A gratuidade da plataforma não expira, o médico só muda de plano caso ache necessário. 

Para aqueles que querem ir além da organização e desejam um método eficaz para a atração e fidelização de pacientes, o plano premium é a opção certa. Além de todas as funcionalidades do software, o consultório tem acesso a estratégia de marketing completa, com presença digital e anúncio online.

Isso tudo sem falar na facilidade de treinamento da equipe e usabilidade do sistema, acessibilidade com armazenamento em nuvem e segurança de última geração.

Quer saber como o iMedicina ajuda a transformar seu consultório? Fale com um consultor!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: