Anúncio no Google para médicos: isso é antiético?

anúncio no Google para médicos

Ao desenvolver estratégias de marketing médico, surgem muitas dúvidas sobre quais são os limites da publicidade para esse setor. Embora haja permissão, fazer anúncio no Google para médicos exige cautela.

Você conhece o papel dessa ação em uma estratégia de marketing? Sabe quais são as restrições impostas para profissionais de saúde? Então, continue a leitura. Neste post, explicaremos tudo sobre o assunto.

Como funciona o anúncio no Google para médicos?

Provavelmente, você já utilizou o Google para realizar algum tipo de pesquisa. Nas páginas de resultados da sua busca, os primeiros e os últimos links recebem um maior destaque, o que os caracterizam como anúncios.

Ainda, os anúncios também estão presentes em diversos sites e blogs, espalhados pela página em formato de banners. Este formato de publicidade também integra o Google Ads, a plataforma de anúncios do Google.

Em resumo, anunciar no Google significa destacar o seu site médico, blog ou página na web entre os resultados de busca, ou divulgar seus produtos e serviços em sites parceiros deste buscador.

No primeiro caso, estamos falando dos anúncios na rede de pesquisa e funcionam da seguinte forma: você paga ao Google para que o seu link se destaque nos resultados das buscas que contenham palavras-chave definidas por você. Assim, o usuário faz a pesquisa e, se utilizar esses termos, o seu link aparecerá no topo das primeiras páginas.

Já o segundo formato caracteriza o anúncio na rede de display, ou seja, inserção de publicidades gráficas em sites que utilizam o Google para monetizar suas páginas com a venda desses espaços. Com isso, o usuário é impactado por uma campanha ao visitar essas páginas parceiras.

Além dessas alternativas, o Google Ads também permite anunciar no YouTube ou em aplicativos. Em todas as formas, os anúncios exigem investimento financeiro por parte do anunciante. Por isso, é uma estratégia chamada de tráfego pago. 

Ademais, fazer anúncio no Google para médicos funciona do mesmo modo que para o público geral. Porém, existem limitações impostas pelo Código de Ética Médica e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Para que servem os anúncios?

Todo profissional de saúde que deseja expandir a sua base de pacientes e escalar os seus resultados precisa investir em estratégias de marketing médico. Embora seja possível alcançar excelentes retornos com o tráfego orgânico, os anúncios permitem levar o seu nome ou do consultório a um público ainda maior, gerando resultados mais rápidos.

Além disso, o Google Ads possibilita uma hipersegmentação do seu público, ou seja, seus anúncios são exibidos apenas para o tipo de busca que você delimitar, com base em palavras-chave, faixa etária, localização geográfica etc.

Agora que você já entende o que é anunciar no Google e sabe a importância dessa estratégia, você precisa conhecer os benefícios reais que podem ser obtidos ao implementá-la no seu consultório.

Quais os benefícios em fazer anúncio no Google para médicos?

Desenvolver anúncio no Google é uma prática essencial para profissionais que desejam ganhar mais visibilidade e ampliar seu alcance. Assim, para que você entenda o potencial dessa estratégia, listamos as principais vantagens que ela pode proporcionar:

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Impactar o paciente em várias fases da jornada

A jornada do paciente compreende todas as etapas que ele percorre para, de fato, se tornar um paciente do seu consultório. Essa jornada se inicia no momento em que ele identifica um sintoma e persiste até o momento do pós-consulta.

Ainda, para que o usuário percorra todo esse trajeto, você precisa criar ações de marketing específicas para cada uma das etapas, de modo que consiga despertar o desejo e manter o interesse dele. 

Ademais, os anúncios entram na jornada do paciente para incentivá-lo a ação de agendar uma consulta. Entretanto, anunciar na rede de pesquisa do Google pode atrair pessoas que ainda estejam no primeiro estágio da jornada.

Gerar autoridade para o nome do médico ou consultório

Um dos principais benefícios das estratégias de tráfego pago é gerar autoridade para você ou para o seu consultório. Isso porque os anúncio colocam o seu nome em posição de destaque, fortalecendo sua presença digital e aumentando sua relevância.

Segmentação de acordo com a estratégia

O Google Ads possibilita a criação de anúncios específicos para usuários que tenham o perfil do seu paciente ou não, variando de acordo com a sua estratégia e o objetivo da campanha. Com isso, você tem inúmeras formas de anunciar.

Quais os limites estabelecidos no marketing médico?

Conforme mencionamos, a principal diferença em fazer anúncio no Google para médicos está nas restrições estabelecidas pelo CFM. Essas limitações têm por objetivo impedir que os profissionais realizem práticas contrárias à ética médica.

Porém, isso não significa que a publicidade paga é indevida. Pelo contrário, desde que não seja invasiva e não contrarie as regras do Manual de Publicidade Médica, trata-se de uma estratégia muito bem-vinda.

O que não pode ser feito?

O Manual de Publicidade Médica criado pela resolução n.º 1.974/11 do CFM, impõe regras claras sobre a prática da publicidade que devem ser seguidas tanto para ações de tráfego orgânico quanto pago. A seguir, conheça os principais pontos desse manual:

  • obriga que, ao produzir conteúdos para mídia impressa, digital ou audiovisual, o médico informe sua identificação ou da empresa pela qual é responsável;
  • proíbe o uso de expressões que transmitam a ideia de superioridade;
  • não autoriza o profissional a fazer divulgações em que se autodeclare como o único capaz de realizar um tratamento ou assegurando a eficácia do mesmo;
  • proíbe a utilização de imagens dos pacientes, mesmo que autorizado por eles;
  • veta a associação do tratamento com melhoria do desempenho físico, intelectual, estético ou de outra natureza;
  • proíbe o uso de imagens impactantes do corpo humano;
  • não autoriza a produção de conteúdos direcionados para crianças e adolescentes;
  • proíbe a divulgação de preço e de formas de pagamento do serviço como diferencial competitivo.

Como utilizar o anúncio no Google para médicos sem ferir a ética profissional?

Primeiramente, as regras contidas no Manual de Publicidade não impossibilitam o marketing médico e nem proíbe que os profissionais façam anúncios. Na verdade, ele apenas pontua como você deve realizar essas ações.

Assim, é possível orientar a sua publicidade para evidenciar tudo o que você tem a oferecer para o paciente, tais como, qualidade dos equipamentos e do atendimento prestado por você e por sua equipe, agradabilidade do ambiente da clínica, entre outros.

Por isso, basta identificar os seus diferenciais e apresentá-los nos seus anúncios. Obviamente, você precisa avaliar se a sua publicidade não está ferindo os princípios da ética médica e nem as limitações impostas pelo CFM.

Portanto, fazer anúncio no Google para médicos não é uma prática indevida e muito menos não recomendada. Porém, suas ações de marketing médico não devem ser invasivas e nem apelativas, respeitando sempre a privacidade dos pacientes.

Quer saber como acertar nas suas campanhas? Saiba o que o iMedicina pode fazer pelo seu marketing no Google Ads e comece alcançar melhores resultados agora!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: