Consulta online: do agendamento ao pagamento utilizando iMedicina

consulta online

Embora seja alvo constante de dúvidas e polêmicas, a telemedicina é uma modalidade complementar de atendimento do paciente. Com a consulta online é possível democratizar o acesso à saúde, relativizando a noção de distância e rompendo as barreiras geográficas.

Você já ouviu falar na ferramenta de telemedicina do iMedicina? Não? Então, não deixe de ler este artigo. A seguir, você vai conhecer mais sobre esse software que vem se destacando no mercado e também saberá como utilizá-lo para oferecer atendimento remoto.

O que é o iMedicina?

Trata-se de um sistema de gestão armazenado em nuvem que foi planejado e desenvolvido exclusivamente para atender às necessidades de consultórios e clínicas médicas. Neste sentido, o iMedicina conta com funcionalidades que são essenciais para profissionais de saúde.

Ainda, em função de todos os benefícios que oferece, este software médico é líder em atração e fidelização de pacientes. Por isso, é também considerada a ferramenta que contém todos os recurso necessários para o crescimento sustentável da empresa.

Ademais, o iMedicina tem o seu desenvolvimento fundamentado em três pilares: atração, atendimento e fidelização. Assim, todas as suas funcionalidades são direcionadas para o alcance desses objetivos.

Por fim, esse software médico dispõe de um prontuário eletrônico, automações de marketing, agendamento online, prescrição digital, módulo financeiro, agenda médica, segurança dos dados e ferramenta gratuita de telemedicina.

O que fazer para usar a plataforma de telemedicina do iMedicina?

O módulo de telemedicina do iMedicina conta com toda a segurança necessária para resguardar o sigilo das informações dos pacientes durante o atendimento. O primeiro passo para utilizar esse recurso é ativar a função no seu cadastro, no menu configurações do usuário.

Porém, essa ativação só está disponível para os usuários do tipo profissional de saúde e não para os perfis administrativos. Em seguida, você precisa preencher o campo com observações. As informações inseridas nele serão enviadas para o paciente no ato do agendamento.

Por isso, recomenda-se que o campo seja utilizado para informar dados de pagamento, orientações de acesso, data do agendamento, nome do profissional e alternativas de contato com o consultório.

Por último, insira também o link do termo de consentimento livre para assinatura, digitalização e envio do paciente. Antes de iniciar a consulta online, saiba que o uso de dispositivos móveis é restrito aos pacientes. Os médicos devem acessar a plataforma pelo computador.

Conheça o passo a passo para oferecer a consulta online com o iMedicina

Agora que você conheceu um pouco mais sobre o iMedicina e aprendeu a ativar a função de telemedicina no seu cadastro, explicaremos cada um dos passo que precisam ser dados para que a consulta online ocorra sem transtornos.

Agendamento da consulta online

O primeiro passo para realizar atendimentos por telemedicina é fazer o agendamento da consulta no iMedicina. Para isso, basta acessar a opção “agendar” e nos tipos de atendimento escolher “Teleorientação”.

Contudo, para que a alternativa também esteja disponível para o paciente, no momento do agendamento, é necessário configurar essa modalidade na ferramenta. Isso poder ser feito na configuração do turno de trabalho.

Em seguida, você terá a possibilidade de escolher quais tipos de agendamentos estarão disponíveis no sistema online. Então, escolha “Personalizado” e depois selecione “Teleorientação”.

Com essas configurações, o paciente poderá escolher a modalidade de atendimento desejado no momento do agendamento online da consulta. A opção estará na guia “Tipo de Agendamento” e a opção escolhida deve ser também “Teleorientação”.

Fazendo o atendimento

Agora você já sabe como agendar uma consulta online e também já configurou o iMedicina para que o paciente realize a marcação. Então, é a hora de conhecer as etapas necessárias para iniciar o atendimento.

Normalmente, o link da consulta é enviado automaticamente para o paciente. Caso ele relate não ter recebido, você pode encaminhar a informação de duas formas:

  • copiando o link do paciente e enviando por WhatsApp ou e-mail;
  • escolher a opção “Reenviar Link do Paciente”.

Ainda, a garantia de segurança do atendimento está neste link. Por isso, apenas você e o paciente devem ter acesso a ele. No iMedicina, os dados das consultas online são criptografados de ponta a ponta.

Continuando, após a confirmação de recebimento do link pelo paciente, basta clicar em “Iniciar Atendimento” para a sala virtual ser criada. Apenas depois da sua entrada na sala é que será permitido ao paciente acessá-la.

Tela de atendimento

Nos atendimentos por teleorientação, quando o paciente acessa a sala virtual, o prontuário dele surge na tela de atendimento. Assim, você poderá ouvir o relato dele e simultaneamente preencher as informações que forem necessárias.

Da mesma forma que o atendimento presencial, lembre-se de ser claro e preciso nas suas anotações. Em disputas judiciais, essas informações podem ser necessárias. Após o fim da consulta online, lembre-se clicar em “Finalizar” para fechar a sala virtual.

Por fim, há uma polêmica sobre a necessidade de gravação ou não do vídeo das consultas por telemedicina. A portaria do Ministério da Saúde não é clara a respeito do tema. Por isso, o iMedicina não disponibiliza esse recurso.

Prescrição digital

Com o objetivo de ser uma ferramenta completa, o iMedicina firmou parceria com a plataforma de prescrição digital chamada Memed. Com isso, a experiência com o serviço é aprimorada, trazendo mais agilidade para o atendimento.

Para prescrever medicamentos durante a consulta online, acesse a aba “+Documento” e, em seguida, escolha a opção “Prescrição rápida”. Com essa ação, será aberta uma nova tela para preenchimento dos medicamentos que constarão na receita médica.

Quando você terminar de digitar o nome do medicamento ou do princípio ativo, a plataforma exibirá informações sobre o fármaco, tais como, composição, indicação, contraindicação, dosagem e outras recomendações.

Posteriormente, finalize a prescrição. Com isso, aparecerá informações para a impressão do documento, caso seja um medicamento de Controle Especial ou Alto Custo, ou para envio por SMS.

Ainda, a plataforma também permite que você salve modelos de prescrições para utilizar em outros atendimentos. Para isso, basta clicar em “Protocolos” e depois em “Salvar a prescrição como protocolos”.

Por último, você também pode criar alerta para possíveis alergias do paciente. Essa função deve ser acessada no momento da prescrição, clicando no nome do paciente e escolhendo a opção de alergia.

Pagamento da consulta online

Para o pagamento da consulta, o procedimento deve seguir o padrão do adotado nos atendimentos presenciais.

Geralmente, basta informar os dados bancários e/ou as alternativas de pagamento, que podem ser transferência bancária, Pix ou a geração de boletos. Outra alternativa é utilizar sistemas de transações virtuais.

Portanto, como você pode perceber, o iMedicina conta com todos os recurso necessários para que você possa oferecer a modalidade de consultas online para seus pacientes, de maneira segura, ágil e prática.

Gostou? Cadastre-se agora e comece a utilizar todos os benefícios da consulta online com o iMedicina!

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: