Como divulgar a telemedicina para os seus pacientes

telemedicina

A telemedicina tem sido uma grande aliada dos médicos durante a pandemia da Covid-19. Através dela, é possível dar continuidade ao atendimento dos pacientes de maneira remota e respeitando as regras de isolamento de cada localidade. 

Contudo, como se trata de uma prática recém-regulamentada no país, é preciso educar os pacientes a respeito dela e informá-los sobre a sua disponibilidade.

Neste artigo, vamos dar dicas práticas de como divulgar para os seus pacientes que você está atendendo por meio da telemedicina. Acompanhe para descobrir as melhores formas de fazer isso.

O que os seus pacientes precisam saber sobre a telemedicina

Os conceitos relacionados à telemedicina não são novidade para grande parte da comunidade médica. Na verdade, eles vêm sendo aplicados desde o século passado.

O primeiro registro que se tem conhecimento dessa data de 1910, quando o estetoscópio eletrônico foi inventado em Londres. De lá para cá, o advento da tecnologia foi rápido e fez com que as atividades médicas à distância ganhassem novas formas.

Hoje, essa modalidade é muito ampla e envolve práticas como a teleorientação, o telemonitoramento e teleinterconsulta.

A recente regulamentação da telemedicina no Brasil por parte do Ministério da Saúde permitiu o uso da teleorientação em caráter temporário, enquanto durarem as medidas de enfrentamento ao coronavírus.

A adoção dessa prática em caráter de emergência fez com que muitos pacientes fossem pegos de surpresa. Poucos têm conhecimento do que se trata essa metodologia, por isso, é comum que os médicos se deparem com uma série de dúvidas sobre o assunto.

Se este é o seu caso, saiba que, além de divulgar que você está usando a telemedicina, você precisará educar seus pacientes sobre essa nova forma de atendimento.

Tenha paciência e use a sua autoridade profissional e suas estratégias de marketing médico para conscientizá-los e esclarecer as suas dúvidas. 

Por onde começar a divulgação

Tendo em vista que a telemedicina é nova para os seus pacientes, uma boa forma de começar a divulgação dos seus serviços é os contextualizando sobre as mudanças e sobre a regulamentação dessa prática no país.

Escolha uma linguagem voltada para o público leigo para que você possa elucidar os principais mitos e verdades sobre o assunto de maneira educativa.

Todo esse suporte ajudará você a atrair e reter mais pacientes mesmo durante o período de isolamento social. Saiba por onde começar a divulgação:

1) Inclua um link de agendamento no seu site

Profissionais de saúde que tem um site médico já estão muito à frente dos concorrentes por se preocuparem com a presença digital dos seus consultório.

Um bom site possui botões de agendamento online para facilitar o trabalho das pessoas de reservar um horário na sua agenda e romper com a dependência dos atendimentos telefônicos em jornada comercial.

Além dos botões de ação já presentes no seu domínio, você pode incluir um link de agendamento da telemedicina em seu site. Assim, as pessoas poderão fazer todo o processo de marcação de consulta pela internet.

Outra dica é citar os atendimentos remotos no próprio conteúdo do site.

2) Escreva um artigo sobre isso no seu blog

Alimentar um blog com conteúdos da sua especialidade é uma maneira muito efetiva de gerar autoridade e atrair novos pacientes.

As ações de marketing de conteúdo servem como porta de entrada no seu site. Pacientes que estão buscando informação sobre um determinado problema de saúde podem acabar acessando o seu blog e dando sequência na leitura de vários posts.

Utilize essa plataforma de grande visibilidade para esclarecer as dúvidas sobre a telemedicina. 

Uma das maneiras de fazer isso é escrever um post no seu blog com todas as respostas aos questionamentos mais frequentes sobre o assunto. Encerre o texto informando aos leitores que você adotou essa modalidade no seu consultório e compartilhando o link do agendamento online.

Desta maneira, você aumenta as chances de captar novos pacientes por meio do seu conteúdo.

3) Agende o disparo de um e-mail marketing

Os softwares de gestão do consultório mais avançados possuem módulos de relacionamento que permitem que o médico crie e dispare automações de marketing. 

Quem adota um sistema como esse pode criar mensagens personalizadas para cada perfil de pacientes que atende. Isso é possível graças ao uso de tags configuradas durante o atendimento.

Recorra à essas segmentações já criadas para enviar diferentes automações de e-mail marketing informando aos seus pacientes sobre a teleorientação.

Vale, inclusive, incluir o link do artigo do seu blog para que as pessoas deem sequência a sua jornada de marketing.

4) Compartilhe a novidade nas suas redes sociais

Por falar em relacionamento com pacientes, as redes sociais são outro tipo de canal por meio do qual é possível conversar com o seu público-alvo.

Crie um post para compartilhamento na sua timeline do Instagram e do Facebook explicando que é telemedicina e como os pacientes podem agendar uma consulta com você.

Caso você mantenha um canal no Youtube, vale até gravar um vídeo curto sobre isso. Explique o que é teleorientação e em quais situações ela pode ser usada pelos pacientes.

Ajude-os a compreender como os seus serviços podem ser úteis durante a pandemia. Ah! Vale até mesmo tranquilizá-los sobre a confidencialidade dos dados trocados pela internet e do seu compromisso ético que continua inabalado nos atendimentos remotos. 

Conclusão

A telemedicina é mais uma das grandes mudanças consequentes da pandemia do coronavírus que o mundo todo está vivendo. 

Certamente, a regulamentação em caráter de urgência abrirá espaço para que o Conselho Federal de Medicina (CFM) avalie como a tecnologia pode ser usada a favor dos serviços médicos.

Tenha em mente que essa experiência possivelmente não será passageira e trará grandes impactos para a sua forma de atuação. Logo, quanto antes você se adaptar e começar a educar os pacientes sobre essa prática, melhor.

Elega um software médico seguro para realizar os atendimentos de teleorientação e divulgue essa modalidade para os seus pacientes. Assim, você conseguirá manter o equilíbrio financeiro durante a pandemia e sairá na frente dos concorrentes se consolidando como referência na sua área de atuação. 

Gostou das dicas? Baixe o Guia completo da Telemedicina.

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.