SMS ou email: descubra o melhor para estratégia de marketing médico

marketing médico

Implantar estratégias de marketing médico é essencial para profissionais que desejam ter um bom relacionamento com os seus pacientes.

Ações como o envio de SMS e o de e-mails marketing fortalecem muito a retenção de pessoas atendidas na sua clínica. Entretanto, é preciso conhecer as vantagens e as desvantagens de cada uma delas para usá-las corretamente.

Neste post, vamos explicar tudo o que você precisa saber antes de colocar em prática qualquer uma das táticas. Acompanhe para esclarecer as suas dúvidas!

Marketing médico: uma estratégia de relacionamento

As ações de marketing médico surgiram com o intuito de atrair e reter mais pacientes em clínicas médicas. Por isso, por essência, são estratégias de relacionamento com o público-alvo.

Os profissionais que investem neste tipo de ação costumam colher como resultado:

  • menor taxa de ausências e atrasos nos agendamentos;
  • aumento da base de pacientes;
  • incremento da fidelização do público-alvo;
  • crescimento do tíquete médio gasto para situações em que o profissional realiza procedimentos, como, por exemplo, dermatologistas;
  • acréscimo de consultas particulares e, consequente independência de convênios médicos.

Esses são só alguns efeitos comuns em consultórios de todo o porte. O segredo para chegar a esse ponto é ter constância e coerência em seu planejamento.

O ideal é contratar uma empresa que preste esses serviços para o seu consultório. Opte sempre por fornecedores especializados no ramo médico para não correr o risco de infringir alguma norma do Manual de Publicidade Médica.

Dê preferência para parceiros que forneçam ações de marketing médico integradas com prontuário eletrônico para que você tenha controle dos dados gerados no seu consultório de ponta a ponta. 

SMS ou e-mail marketing: entenda as diferenças

O primeiro passo após a contratação de um fornecedor de marketing médico é responder o briefing para mapear as suas reais necessidades. As suas estratégias serão definidas a partir desses apontamentos.

É justamente nessa etapa em que costuma surgir a dúvida sobre qual estratégia aplicar: disparo de SMS ou e-mail marketing.

Para facilitar a sua escolha, vamos falar um pouco mais sobre os benefícios e desvantagens de cada uma delas. Saiba quais são.

SMS

O advento de mensageiros instantâneos como o Whatsapp e o Facebook Messenger fez com que as pessoas tivessem a impressão que o SMS morreu. Contudo, se você é um dos defensores desta corrente temos uma notícia para te dar: isso é mentira.

As mensagens SMS continuam com vida longa graças à praticidade de envio e de leitura e aos bons resultados. 

Dificilmente as pessoas resistem a ler um SMS quando ele chega e elas estão com o celular nas mãos. A frequência de checagem no aparelho acaba estimulando a abertura das mensagens e fazendo com que elas ainda sejam muito efetivas.

Esse tipo de conteúdo costuma ser usado no meio médico, principalmente para:

  • confirmar o agendamento de consultas;
  • enviar lembretes de retorno;
  • informações sobre preparo de exames e procedimentos;
  • reativação de antigos pacientes.

A produção dos textos enviados deve ser cuidadosa para que a mensagem-chave seja passada dentro do limite máximo de 160 caracteres. Objetividade e clareza devem fazer parte da preparação do conteúdo.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Os SMS costumam ter grande adesão, principalmente, entre pessoas mais velhas – acima de 40 anos. Isso porque esse grupo ainda está muito mais acostumadas com a praticidade do envio desse tipo de mensagem do que com o uso dos aplicativos mensageiros.

Especialistas em Cardiologia, Pneumologia e Geriatria, por exemplo, podem conseguir bons frutos se aplicarem esse tipo de tática de marketing médico.

E-mail marketing

Os e-mails marketing são mais uma forma de comunicação eficiente e de baixo custo que podem revolucionar os resultados do seu consultório. 

A principal vantagem deste modelo é a possibilidade de escrever mensagens mais longas para os seus pacientes. Dessa forma, fica mais fácil aprofundar o conteúdo e levar informações de qualidade para o seu público-alvo.

O e-mail marketing é uma excelente alternativa de relacionamento e pode ser enviado de acordo com o perfil da pessoa que irá recebê-lo.

Imagine, por exemplo, uma paciente com diabetes. Ele poderá receber informações variadas sobre a doença e o tratamento a qual precisa se submeter, sendo encaminhado para ler o conteúdo completo em seu blog

Ou ainda, poderá ser notificado automaticamente pelo aniversário através de um gentil e-mail de parabéns.

O melhor disso tudo é que nada precisa ser feito manualmente. Os softwares médicos mais avançados que contam com módulos de relacionamento permitem que você configure as suas campanhas de acordo com as tags cadastradas.

Um bom e-mail marketing médico tem um tom mais individualizado e chamadas para ação. Estimula o leitor a acessar outros canais criados, como conteúdos do seu blog ou até mesmo das redes sociais.

O foco aqui não está em apenas enviar uma mensagem qualquer para o seu público. Está em fazer com que ele assimile mais informações sobre os problemas que você trata e comece a considerá-lo como a melhor opção para resolvê-los.

Qual deles escolher, então!?

Se você chegou até aqui pode estar se perguntando qual das duas opções é mais adequada para a sua estratégia de marketing médico. 

Como você pode perceber, ambos os modelos possuem vantagens e desvantagens, por isso, devem ser bem estruturados para que atendam às suas expectativas.

A melhor opção, na verdade, é criar um plano de ação que combine esses dois tipos de mensagem para alcançar o máximo de potencial. 

Invista em campanhas que integrem as duas táticas. Você pode enviar um SMS com um lembrete de consulta e um e-mail com informações úteis sobre a doença que o paciente está tratando, por exemplo.

Ou ainda, identifique qual é o tipo de ação que dá mais resultados com os seus pacientes. Você pode enviar SMS para as pessoas que não abrem e-mail para reforçar mensagens estratégicas. Esse é um bom exemplo de como personalizar as suas estratégias de acordo com as suas necessidades.

Seja qual for a sua escolha, saiba que dessa forma, você se fará presente no dia a dia do paciente. Isso é essencial para evitar que ele acabe considerando agendar consultas com outro profissional ou que desista de dar continuidade ao tratamento. 

Gostou das dicas? Quer saber mais sobre o assunto? Assista a uma vídeo-aula gratuita sobre marketing médico e o seu potencial. 

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira:

  • 1) Atração de pacientes
  • 2) Atendimento com Eficiência e Tecnologia
  • 3) Relacionamento e fidelização

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.