5 mitos sobre site médico: desmistificados

site médico

Fazer ou não um site médico? Compartilhar ou não certa informação? Se preocupar com a estrutura de sua página? Essas são questões válidas que podem assombrar nossas mentes em dado momento, mas você já pensou em quantas dessas coisas são resolvidas com base em mitos?

Existem muitos tabus cercando o desenvolvimento de sites médicos, e alguns deles nós aceitamos tanto como verdade que nunca nem paramos para questionar! Que tal afastar algumas dessas ideias erradas sobre a divulgação de seu trabalho? Aqui vão alguns mitos que achamos importantes desconstruir!

 

Mito 1: Site médico é proibido!

E quem nunca ouviu essa? A ideia de que não se pode fazer um site médico, que não é autorizado desenvolver uma publicidade em cima de seu consultório, não é de hoje. O problema é que essa concepção é baseada num mito!

Não há nada de errado em querer tornar o seu trabalho mais visível e fazer seu consultório ou clínica ser mais conhecido. Como em todo tipo de trabalho, a publicidade é importantíssima para o crescimento de um profissional médico e de seu espaço de trabalho. Fazer uso dessa ferramenta virtual que é o site médico é perfeitamente aceitável e legal!

 

Mito 2: Não posso colocar o meu endereço no site médico

Alguns dirão que tudo bem você fazer o seu site, desde que não divulgue na página o endereço do seu local de trabalho. E a pergunta é: por quê?

Quando se está divulgando um trabalho é necessário que o seu público tenha algum modo de comunicação com você, então a presença de seu endereço, telefone ou qualquer tipo de contato é importante! Afinal, de que adiantaria só a publicidade sem um direcionamento que traga mais pacientes até você, não é mesmo?

 

Mito 3: Vou precisar da ajuda de profissionais

A ideia que mais te afasta do desenvolvimento o seu site médico é o fato de acreditar na necessidade de um profissional para ajudá-lo? Então vamos destruir esse mito juntos agora mesmo!

Tudo bem, ter um designer trabalhando com você na construção de seu site é, com certeza, uma ideia incrível, mas nem sempre é lá muito rentável.  Ainda mais quando você está começando a trabalhar na publicidade do consultório. A questão é que é possível sim você mesmo desenvolver o seu site médico!

Hoje em dia existem diversas plataformas em que o manuseio é simples e onde você pode hospedar o seu site sem grandes problemas (e sem muitos gastos). O iMedicina mesmo oferece um excelente serviço para os interessados em começar o seu site médico.

Se isso não te convenceu, então corre para ler os “5 motivos pelos quais você mesmo deve fazer o seu site médico”!

 

Mito 4: Quanto mais menus, abas e texto no meu site médico melhor!

O ditado que prega qualidade antes de quantidade é sempre um ótimo mantra para se seguir. Não é diferente quando o assunto é o seu site médico!

Os sites que mais chamam atenção são aqueles concisos, em que as informações mais importantes estão evidentes e, de preferência, tudo concentrado em uma única página. Quando nós focamos na facilitação que essas simplicidades podem ter para o nosso público, as chances de nosso site médico ser um sucesso são ainda maiores!

 

Mito 5: Beleza traz resultados!

Ter um site atrativo é sim importante, mas será mesmo que só a beleza vai trazer os resultados positivos que esperamos?

Para que seu site médico seja bem-sucedido é esperado que vá muito além de uma plataforma bonita, é preciso também ter um recheio interessante! A única forma de se produzir conteúdo pertinente e convidativo – o que vai realmente prender as pessoas no seu site – é conhecendo profundamente os seus pacientes e entendendo quem é seu público alvo.

Quantos desses mitos ainda estavam no fundinho da sua mente, sussurrando motivos para afastá-lo da publicidade virtual de seu trabalho? Esperamos que tenhamos desmitificado alguns deles e, se precisar saber mais, não deixe de dar uma conferida em outros artigos aqui do blog!

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Compartilhe este conteúdo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos relacionados

O que achou? Deixe seu comentário!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Já está de saída?

Junte-se a dezenas de milhares de Médicos e receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.

Ao inscrever na nossa newsletter, você está autorizando o iMedicina a enviar conteúdos de seu interesse. Jamais fazemos spam! Confira nossa política de privacidade.

Junte-se a Dezenas de Milhares de Médicos

Receba no seu email os melhores conteúdos sobre gestão, empreendedorismo e marketing em saúde.