O que é a experiência do paciente e como ela pode ser medida

experiência do paciente

Como mensurar a experiência do paciente? Essa é uma dúvida recorrente para quem atua na área médica e está preocupado em melhorar o desempenho para atrair e fidelizar cada vez mais o público-alvo.

Para criar estratégias que melhorem a interação do paciente com o consultório, é necessário entender o conceito de experiência do paciente. O objetivo deste post é avaliar seu impacto na relação médico-paciente e mostrar como você pode acompanhar os resultados!

O que é experiência do paciente?

O paciente, embora utilize serviços específicos, vinculados à saúde é, acima de tudo, um cliente do consultório ou clínica. Nesse sentido, podemos contextualizar a experiência como a interação com o seu estabelecimento durante o período de atendimento e relacionamento.

Quando a experiência é positiva, a marca estará sempre presente na memória do paciente como um referencial de uma prestação de serviços de excelência. Vale salientar que experiência é diferente de satisfação do paciente.

A satisfação pode ser algo pontual ou momentâneo, enquanto a experiência se baseia nos diversos contatos, e nos estágios em níveis menos ou mais intensos, de acordo com a necessidade e jornada do paciente ao longo do relacionamento com a instituição de saúde. 

Qual o impacto da experiência do paciente na construção do relacionamento médico-paciente?

O interesse genuíno pelas dores e necessidades de cada paciente faz com que ele se sinta importante e acolhido dentro da instituição e por sua equipe. Esse processo humanizado de atendimento na área médica é crucial para criar vínculos.

Ao oferecer personalização e tratar o paciente com a dignidade que ele merece, ouvindo suas queixas para melhor diagnosticar ou orientar, são fatores que colaboram para uma experiência enriquecedora.

Toda a equipe deve estar alinhada com o objetivo de proporcionar uma boa experiência ao paciente. Do primeiro contato aos procedimentos de rotina, o padrão deve ser o mesmo para que não sinta diferença em nenhuma das áreas ou canais em que for atendido.

Como criar estratégias para maximizar a experiência do paciente e acompanhar os resultados?

Para ser excelente e corresponder às expectativas é preciso colocar o paciente no centro do negócio, elaborando estratégias que direcionam as ações e conduzam a uma jornada simplificada, pautada em soluções.

Conheça o perfil do paciente

Quem é o paciente do seu consultório ou clínica? Ao identificar o perfil do seu público será mais fácil oferecer o melhor serviço, conforme suas necessidades. Faça um levantamento do histórico dos principais serviços para entender onde e quando os pacientes se sentem mais satisfeitos.

A partir daí você terá condições de melhorar ainda mais o desempenho e a qualidade para atender um volume maior de pessoas com perfis similares, que estão em busca do mesmo tipo de atendimento.

Personalize o atendimento

A área médica exige muito mais que profissionais especializados e ambiente agradável. O atendimento deve ser personalizado, assegurando que o paciente seja tratado pelo nome e tenham todo o suporte necessário para garantir a longevidade do relacionamento.

A experiência que ele vivenciar a cada vez que for ao consultório ou à clínica dará a certeza da escolha. Ouvir o próprio nome e saber que os profissionais se importam com seu bem-estar pode fazer com que o paciente se sinta sempre valorizado.

Facilite a interação e a comunicação

Os meios e canais de comunicação são importantes para uma comunicação ágil, personalizada que permita maior interação entre o paciente e a unidade de saúde.

Além da disponibilização dos principais canais — telefone, site, chat, aplicativo de mensagens — mantenha a equipe sempre capacitada para atender de modo adequado e empático.

O tom de voz e linguagem deve ser cordial e demonstrar total preocupação como que o paciente sente, mantendo o padrão elevado de qualidade no atendimento. Com isso, a experiência do paciente será garantida por uma comunicação clara e eficiente.

Avaliar os resultados

Chegamos a um ponto importante que é a necessidade de avaliar os resultados para saber se as ações e procedimentos estão obtendo resultados. Falaremos das métricas em seguida, já adiantando que é primordial analisar a experiência não apenas de uma maneira sentimental, mas por meio de dados estatísticos.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

As taxas e índices revelam como anda o desempenho da equipe técnica, administrativa e de atendimento. Os resultados são termômetros que permitem aplicar ações preventivas e corretivas para melhorar a qualidade e a experiência do paciente.

Entre as formas de acompanhamento, estão:

Pesquisa de satisfação por ferramenta NPS

O NPS ou Net Promoter Score é utilizado para mensurar e avaliar a experiência do serviço, instalações e tudo que esteja relacionado ao atendimento e prestação de serviços ao paciente.

A métrica revela a possibilidade que o cliente tem de ser um promotor natural da marca e recomendar a parentes, amigos e até conhecidos. A pergunta principal para avaliação é:

“De 0 a 10, qual a chance de você recomendar nossos serviços para um amigo ou parente”.

Na aplicação do NPS, os pacientes são divididos em categorias:

1. Detratores (notas 0 a 6)

Formada por aqueles que estão insatisfeitos e exigem maior atenção, pois demonstram uma experiência ruim, que precisa ser trabalhada para melhorar a imagem que ele tem do consultório ou clínica.

2. Neutros (7 a 8)

O nível de satisfação dos pacientes na categoria “neutro” é médio e eles são mais disponíveis para a comunicação, colaborando com sugestões de melhorias. No geral, a experiência é mediana, mas eles não estão totalmente fiéis ao seu consultório.

3. Promotores (9 a 10)

Nessa categoria estão os pacientes fidelizados que já mantêm um relacionamento melhor com o médico ou equipe técnica, gosta do atendimento e se sente confortável em indicar os serviços para outras pessoas.

Desenvolvimento de métricas KPIs

Falamos do quanto é importante avaliar resultados e as métricas estão aí para ajudar nesse contexto. Em consultórios ou clínicas é essencial mensurar a percepção dos pacientes em relação aos serviços e atendimento.

Veja alguns dos indicadores mais importantes que você pode utilizar para medir a experiência do seu paciente:

Customer Satisfaction (CSAT)

Utilizada para medir se as estratégias de satisfação do paciente correspondem às expectativas, essa é uma métrica de perguntas simplificadas, que classificam, em uma escala de 0 a 10, a experiência vivenciada pelo paciente em relação aos serviços prestados.

Customer Effort Score (CES)

Essa é a métrica que avalia a experiência do paciente considerando a simplicidade e facilidade com que são propostas soluções para possíveis problemas relacionados às necessidades de serviços e atendimento prestados ao paciente. 

Churn

Conhecida como taxa de desistência o Churn é o terror de qualquer tipo de negócio, pois mensura o número de perdas de pacientes em um determinado período. Uma taxa mínima de churn demonstra que a experiência do paciente está satisfatória e que ele se mantém fidelizado.

Taxa de retenção

Qual a capacidade do seu consultório ou clínica de reter os pacientes por um determinado período? A taxa de retenção está atrelada à taxa de churn, só que ao contrário, ou seja, quanto maior essa métrica, mais o paciente apresenta o desejo de permanecer vinculado à sua marca.

A experiência do paciente pode ser positiva ou negativa e dependerá do relacionamento que você e toda a sua equipe desenvolver com cada paciente — quanto mais próximo, empático e personalizado, maior a chance de satisfação e fidelização durante toda a jornada.

Quer saber mais sobre o assunto? Continue navegando pelo Blog iMedicina!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: