6 maneiras de aumentar o tráfego orgânico do seu site médico

tráfego orgânico

Não é segredo que ter um site médico é essencial. Com essa página, é possível se apresentar, oferecer conteúdos de qualidade, agendamento online e, assim, atrair e fidelizar pacientes. Porém, de que adianta ter um site se ele não recebe visitas? Por isso, é também muito importante trabalhar no tráfego orgânico dele.

O nome parece complicado, mas tráfego orgânico nada mais é do que o número de visitas que o site recebe de forma natural, a partir de buscadores como o Google e o Bing.

A outra versão de tráfego é o pago, em que são criados anúncios com o objetivo de promover o site e conquistar mais pessoas para acessar a página. Isso costuma ser feito pelo chamado Google Ads, quando uma verba é definida para que a página seja vista mais vezes.

As duas formas podem ser trabalhadas de maneira conjunta. No entanto, a atenção ao tráfego orgânico deve ser especial. Afinal, a partir de algumas práticas, já é possível atrair pacientes ou futuros pacientes para o site sem precisar gastar nada.

É sobre cada uma dessas táticas que vamos falar neste texto. Continue a leitura!

O que é SEO?

A sigla SEO significa Search Engine Optimization ou, em português, Otimização para Motores de Busca. São as formas de fazer com que o site fique bem ranqueado, ou seja, apareça nos primeiros resultados do Google quando for pesquisado por palavras-chave correspondentes.

Por exemplo: se você é um endocrinologista em São Paulo, é preciso sempre usar no seu site as palavras-chave “endocrinologista”, “endocrinologia” e “São Paulo”.

Dessa forma, quando alguém pesquisar por esses termos, muitas vezes desejando uma consulta, encontrará a sua plataforma nos primeiros resultados e conhecerá o seu trabalho.

Isso parte da premissa de que, quase nunca, uma pessoa verifica além da primeira página de buscas do Google.

SEO não é só isso

Um bom trabalho de SEO não é feito apenas com palavras-chave. Para que o site fique em um bom ranqueamento, é fundamental ter atenção também a outros detalhes. O primeiro deles é utilizar meta description, aquele pequeno texto que aparece abaixo do link do site no Google e que explica o tema da página.

Além disso, também é importante otimizar as imagens. Isto é, deixá-las em tamanhos ideais e utilizar alt text, o texto que surge quando é passado o mouse por cima da figura. Não para por aí: é necessário ainda usar tags e categorias nos conteúdos, de preferência, com palavras-chave.

São muitas coisas a serem feitas para ter um bom SEO. No entanto, o núcleo de marketing do iMedicina tem especialistas nessa área, que sabem como conquistar tráfego orgânico para site médico.

Como aumentar o tráfego orgânico do site?

Separamos 6 dicas essenciais para aumentar o tráfego orgânico do seu site e atrair mais pacientes para a sua clínica. Veja!

1. Entenda que o tráfego orgânico também precisa de bons conteúdos

Será inútil ter um SEO bem trabalho, mas, quando a pessoa acessar a página, se desinteressar rapidamente por ela. Por isso, também é extremamente importante produzir bons conteúdos.

A dica é ter um blog associado ao site, no qual devem ser publicados textos com assuntos relevantes para quem procurou por aquele tema.

Voltando ao exemplo do endocrinologista, os conteúdos desse profissional podem envolver orientações sobre controlar a diabetes e sinais de doenças na tireoide. Contudo, é arriscado utilizar demais conteúdos de outras especialidades que podem não interessar a quem pesquisa por endocrinologia no Google.

Além de artigos no blog, é interessante ainda colocar o currículo, com os pontos mais importantes da formação médica, os atendimentos prestados e fotos em boa qualidade. Assim, é possível mostrar toda a autoridade do profissional na sua área de atuação e conquistar a confiança do futuro paciente.

Prontuário Eletrônico Gratuito

Para fechar, também é bom usar um serviço de agendamento online. Isso vai atrair e facilitar para que a pessoa finalmente marque uma consulta.

2. Utilize vários formatos de conteúdo

Um bom conteúdo envolve os formatos em que ele é publicado. Para deixar seu site ainda mais interessante, não fique apenas nos textos. Aposte em outros tipos, como vídeos, e-books, infográficos, áudios e imagens.

A página ficará mais “rica” e o paciente ainda mais encantado!

3. Estabeleça uma regularidade para as publicações

Outra dica simples, mas que é decisiva para o sucesso do tráfego orgânico, é publicar conteúdos com regularidade. Não adianta fazer um bom trabalho inicial com SEO e investir em publicações diferentes se esse esforço não é mantido.

Quando são feitos posts periódicos, as pessoas começam a acompanhar o site como um lugar para conhecer mais sobre saúde e cuidar melhor de si mesmas. Assim, a autoridade médica se fortalece.

4. Divulgue o site nas redes sociais

O marketing médico envolve uma integração de tarefas e plataformas. Portanto, não há problema em se referir ao site nas postagens feitas nas redes sociais.

Por exemplo, em um post no Instagram, você pode abordar um assunto que já tem um artigo sobre ele no blog. Na legenda, explique que as pessoas podem conhecer mais sobre aquele tema no seu site e colocar o link dele na biografia (bio) do perfil. Essa ação simples atrairá mais tráfego orgânico.

O oposto também pode ser feito. Em algum momento no site, convidar as pessoas a conhecer suas redes sociais. Com isso, você também tem a chance de ganhar mais seguidores nos perfis.

5. Não se esqueça de usar o e-mail marketing

Outra ferramenta essencial para quem busca tráfego orgânico é o e-mail marketing. São usados conteúdos relevantes e encaminhados para pessoas que se cadastraram no site ou em alguma lista no próprio consultório médico.

Assim como nos materiais publicados no site, essas mensagens também devem ser úteis para quem as recebe. É possível fazer isso com a automação, ou seja, separar os pacientes em grupos e oferecer temas adequados a cada um deles.

Dessa forma, por exemplo, as pessoas classificadas como diabéticas, recebem conteúdos sobre essa doença. Já os que têm hipotireoidismo, veem e-mails com temas relacionados a isso.

É importante inserir o link do site e realizar uma chamada de ação ao final de cada mensagem. Isto é, convidar a pessoa a acessar a página e conhecer mais sobre aquele assunto.

6. Conte com a ajuda do mundo offline

Não despreze o mundo offline na hora de buscar mais tráfego orgânico para o seu site. Com medidas simples, é possível atrair mais pessoas para a página.

Uma forma é apenas inserir o link do site em cartões de visita ou em outros materiais de papelaria do consultório. Além disso, não custa avisar ao paciente, após uma consulta, que você tem uma página com conteúdos que possam interessá-lo.

Como saber se o trabalho com o tráfego orgânico está sendo bem-feito?

Após colocar em prática todas essas táticas, é preciso avaliar o trabalho e verificar se ele realmente está dando bons resultados.

A orientação é utilizar a ferramenta Google Analytics. Com ela, é possível ver quantos acessos o site teve, quais foram as páginas mais visitadas e por quanto tempo, em média, as pessoas permaneceram vendo os conteúdos, entre diversas outras métricas.

Com essas informações, você consegue perceber se o tráfego orgânico está sendo bem utilizado e, a partir disso, traçar mais estratégias para que o site continue crescendo e atraindo pacientes.

Para otimizar seu site e alavancar as taxas de conversão, baixe nosso e-book gratuito sobre otimização do site médico e saiba como implementar todas as estratégias agora mesmo!

metodologia imedicina

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: