CID Médico e CID odontológico: como realizar a consulta

CID médico e CID odontológico: como realizar a consulta

Classificações internacionais facilitam reconhecimento, diagnóstico e estatística de doenças

A Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde, também conhecida pela sigla CID, é uma lista de todas as doenças e condições externas relacionadas à saúde conhecidas pela medicina na atualidade. A classificação tem validade mundial e é editada e atualizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A organização faz renovações menores na lista a cada ano, e atualizações maiores a cada três anos.

Para a medicina, o CID já se encontra na décima edição, sendo, portanto, o CID-10. Esta versão da Classificação já está em vigência desde 1993, e a entidade das Nações Unidas já afirmou que no ano de 2017 deve ser lançada uma nova versão do documento, o CID-11.

A importância da Classificação

Embora o CID da Medicina possua um capítulo dedicado aos problemas relacionados à cavidade bucal, as doenças lá descritas são bastante lacunares e não possuem abrangência suficiente para englobar os problemas de saúde relacionados à odontologia. Os problemas bucais relacionados no CID-10 (dos médicos) vai apenas dos códigos K00 a K03.1

Para os dentistas, existem mais doenças que preenchem a classificação do K00 até o K14.9, de acordo com o documento atualizado divulgado pelo Conselho Federal de Odontologia. Acompanhe a seguir os subcapítulos do CID-OE (Classificação Internacional de Doenças em Odontologia e Estomatologia).

O CID-10 possui 22 capítulos, dos quais as doenças são divididas por categorias, de A a Z, acompanhadas de algarismos. O código vai do A00 ao U99, e pode ter até 6 caracteres. Cada doença tem o seu código.

São milhares de doenças e variações de condições de saúde que são compreendidas e designadas pela classificação, utilizadas por universidades, profissionais, centros médicos, instituições de pesquisa e outras instituições para trocar informações acerca de doenças, facilitar o estabelecimento de estatísticas e gráficos sobre a incidência de doenças e determinadas regiões, além de permitir também a comparação de diferentes períodos temporais em uma mesma região.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

CID-10 e CID-OE

Existem algumas pesquisas acadêmicas na área da medicina e da odontologia que tentam mostrar que o CID-10 e o CID-OE nem sempre são tão eficazes quanto se apresentam para englobar todos os diagnósticos e dar contas de todas as ocasiões. Os pesquisadores analisaram os prontuários de alguns pacientes, e acabaram por concluir que a classificação pode se tornar lacunar e incompleta para determinadas situações. Ainda assim, o CID, tanto na medicina como na odontologia, é a classificação de enfermidades mais aceita e plural.

Depois de se formar, o médico e o dentista ainda terão boas décadas de carreira pela frente, e nestes anos todos, muitas novidades na área da saúde certamente surgirão. Para ficar atento e atualizado a estas mudanças, é importante participar de eventos e congressos para se informar sobre tendências e novos conhecimentos, mas é importante também ter bom conhecimento da CID que é relativa ao seu trabalho ou, pelo menos, do capítulo no qual atua a sua especialidade.

Não precisa memorizar

Certamente, é quase humanamente impossível que sua memória consiga guardar o nome e o código de milhares de doenças das mais diversas características e contextos, portanto, a forma mais comum de se ter contato com o CID-10 ou com o CID-OE é pesquisando pelas doenças e códigos diretamente na classificação.

A forma menos prática de se fazer isto é acessar ao arquivo eletrônico que compila todo o código (Um PDF pesado e com algumas páginas) e realizar uma pesquisa manual. Isso seria uma atividade lenta, pouco prática e pouco eficaz, e você corre o risco ainda de não encontrar a doença desejada.

Consulte as doenças em segundos

Muitos sites na internet, incluindo os portais do Conselhos Federais de Medicina e de Odontologia divulgam em suas plataformas os respectivos CIDs. Mas existem também alguns portais que fazem uma pesquisa personalizada e específica dentro da Classificação para encontrar a informação desejada.

Um destes portais é o www.cid10.com.br. Com ele, o profissional pode fazer a busca por doença, por código ou ainda pesquisa uma neoplasia específica (tumores). O site é bastante limpo e simples de usar. O site compreende ainda as doenças presentes no CID-OE, mas serve apenas para fazer a pesquisa dos códigos. Uma vez que você encontre a doença pela qual se interessa, é isso. O site não fornece mais nenhuma informação, que fica a cargo do profissional para reunir.

O DataSUS oferece um programa que também dispõe o CID. Basta acessar o site do sistema e baixar o aplicativo, que é completo. Se você dispuser apenas do PDF com o código, no caso do CID-OE, também não precisa se descabelar para encontrar as doenças. Lembre-se que através do comando CTRL-F no seu computador, você pode pesquisar por palavras chaves dentro de todo o arquivo. É rápido e fácil

Achou este artigo relevante? Continue em nosso blog e saiba muito mais!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: