Os riscos de usar um sistema médico off-line no consultório

Os riscos de usar um sistema médico off-line no consultório

A adoção de um sistema médico para prontuário traz diversas vantagens para a gestão de consultórios ou clínicas. Entretanto, é preciso ter muito cuidado no momento de decidir qual modelo escolher, pois ele pode acabar gerando mais problemas do que benefícios.

Nesse sentido, os sistemas de prontuários médicos off-line podem apresentar algumas falhas que acabam gerando problemas e, consequentemente, atrapalham a boa gestão de consultórios e clínicas. 

Neste post, conheça os riscos de usar um sistema de prontuário médico off-line no consultório, e como eles podem atrapalhar a boa gestão da rotina médica, além de comprometer a segurança de dados importantes. 

Diferença entre um software off-line e on-line

Um sistema médico off-line é aquele que necessita ser instalado em um computador. Assim, funciona sem a necessidade de estar conectado à internet e todos os tipos de arquivos ficam salvos dentro do próprio equipamento. 

Já um software on-line não necessita de instalação e precisa apenas de login e senha para conectar. Eles são acessados por meio de um site na internet e todos os arquivos ficam salvos na nuvem. 

Esse tipo de solução apresenta algumas facilidades, como o acesso de qualquer local, pois você não precisa instalar ele, além de garantir outras facilidades que um software médico off-line não oferece. 

Problemas com segurança do sistema médico

Um ponto muito importante quando se fala em sistema de prontuário é a segurança das informações. Os sistemas médicos off-line não apresentam um nível alto de proteção e podem acabar comprometendo a segurança no dia a dia do consultório.  

Ainda, no software off-line, todos os arquivos são guardados em um HD. Nesse sentido, se houver um acidente ou algum tipo de pane que comprometa o computador onde o software está instalado, os dados podem ser todos perdidos.

Além disso, por mais que o sistema não necessite de uso de internet, se o computador não tiver um bom antivírus instalado, os dados acabam ficando comprometidos caso haja acesso a sites não confiáveis, fazendo com que fique vulnerável a ataques cibernéticos. 

Agora, quando é utilizado um software on-line a segurança é muito maior. Isso acontece devido ao fato de que todos os dados são armazenados na nuvem e o seu acesso é protegido por criptografia.

Esse protocolo garante mais segurança para a proteção de dados e evita que informações importantes sejam perdidas ou recebam algum tipo de ataque cibernético, comprometendo toda a segurança.  

Mais facilidades para acessar o sistema médico 

Outra desvantagem de um software médico off-line é a questão de mobilidade. Esse tipo de sistema não permite que o prontuário seja acessado de outro dispositivo, a não ser onde ele foi instalado. 

Entretanto, com os softwares on-line, a mobilidade é muito maior. Como o armazenamento é feito na nuvem, as informações ficam disponíveis 24h por dia, podendo ser acessadas por qualquer dispositivo, em qualquer lugar. Basta ter uma conexão com a internet. 

Dessa forma, se o médico precisar conferir alguma informação pertinente, ele consegue mesmo que seu computador esteja no consultório. Basta ter algum dispositivo eletrônico com acesso à internet. 

Limitação para acesso de dados de pacientes

Hoje, a internet oferece a possibilidade de acessar informações de qualquer dispositivo que esteja conectado à rede de computadores. Nesse sentido, os médicos que utilizam um software on-line conseguem consultar informações sobre os pacientes a qualquer momento.

Infelizmente, essa facilidade não faz parte do cotidiano de quem utiliza um software médico off-line. Já que as informações ficam armazenadas apenas no computador que o sistema está instalado.

Essa falta de acesso aos dados em outras plataformas pode acabar atrapalhando o processo de levar uma boa experiência ao paciente. Além de contribuir de forma negativa na fidelização. 

Problemas para atualizações 

Os softwares off-line precisam de atualizações para continuarem tendo um bom funcionamento. Esse processo pode acabar sendo demorado e depende, principalmente por causa da estabilidade da internet.

Nesse sentido, o acesso do médico em um atendimento durante o processo de atualização acaba sendo prejudicado. Assim, uma simples procura por registros se torna um processo ainda mais demorado. Essa situação acaba afetando o atendimento, causando uma experiência ruim ao paciente. 

Compatibilidade do software

Outro aspecto que pode gerar problemas quando o médico utiliza um software off-line é a compatibilidade. Ele precisa ser instalado em um computador. Essa ação exige algumas especificidades para que funcione corretamente.

Esses requisitos podem gerar um custo maior para o profissional de saúde. Fazendo com que ele precise investir em um computador que seja capaz de rodar o software sem nenhum tipo de problema. 

Já com as ferramentas on-line, a ação de instalação não é necessária. Uma vez que o seu acesso é feito por meio de qualquer tipo de dispositivo eletrônico. Basta que ele tenha uma conexão com a internet. 

Problemas com o suporte do sistema médico

Uma característica encontrada nos softwares off-line é o pouco auxílio para suporte. O que acaba fazendo com que o médico precise contratar um serviço terceirizado de informática.

Muitas vezes, o suporte por parte do desenvolvedor do software off-line se restringe apenas em algumas trocas de e-mails. Nesse sentido, o profissional de saúde acaba sendo obrigado a solucionar o problema sozinho. 

Essa ação acaba atrapalhando na qualidade do atendimento. Uma vez que ele não conseguirá se dedicar ao atendimento médico, além de não poder acessar as informações do paciente que estão contidas no software.

Por esse motivo, a escolha pelo dispositivo que auxiliará na boa gestão do consultório é muito importante. Assim, haverá uma boa experiência para o paciente, além uma melhoria nas outras áreas do consultório ou clínica. 

Nesse sentido, ao optar por utilizar um sistema médico off-line, o profissional corre o risco de não conseguir ser atendido nesses pontos tão importantes para realizar uma gestão otimizada de um consultório ou clínica. 

Cada tipo de solução pode oferecer alguma vantagem, porém, o off-line acabou se tornando defasado, sobretudo com os avanços tecnológicos que são desenvolvidos com o passar dos anos.

Otimizar a gestão do consultório médico requer uma ferramenta preparada para os desafios da atualidade. Somente um bom software médico consegue reunir soluções para todos os pontos abordados aqui, além de outros.

iMedicina possui as funcionalidades listadas neste artigo para otimizar a gestão do seu consultório e ainda possui um plano gratuito para que você possa testar — sem nenhum compromisso financeiro ou contratual.

Complemente o conhecimento adquirido neste artigo com outros de um e-book que preparamos para você! Baixe o guia Administre Melhor para Gerar mais Lucro e saiba como obter melhores resultados.

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: