Relação médico paciente: quais são os pilares da boa relação

relação médico paciente

Nos últimos anos, os pacientes têm ficado mais exigentes. Nesse sentido, para cativar esse público, é importante investir em métodos que favoreçam a relação médico-paciente. Além disso, é essencial analisar toda a jornada do paciente até a fidelização.

Mas, afinal, como garantir que o relacionamento com os pacientes seja positivo? Quais são os pilares que devem ser levados em consideração durante esse processo? É sobre isso que falaremos neste post. Confira!

Por que é importante o relacionamento com o paciente?

Uma coisa é fato: ter um bom relacionamento com as pessoas ao nosso redor é essencial para que possamos realizar as tarefas diárias com maior harmonia e disposição. Da mesma forma, quando se trata de saúde, este relacionamento pode ser ainda mais importante.

Isso porque na relação médico-paciente, o indivíduo que espera os cuidados de saúde deposita toda sua confiança no médico para que cuide do seu maior bem. Portanto, ter habilidades para lidar com o paciente fará toda a diferença durante o tratamento.

Veja quais são as principais vantagens da relação médico-paciente de qualidade:

  • fidelização: uma boa relação aumenta consideravelmente as chances de fidelização dos pacientes. O que é de fato muito valioso. O paciente fiel é satisfeito e torna-se um promotor da marca. Ou seja, ele divulga o consultório para amigos, parentes e conhecidos. Essa é uma das principais estratégias para atração de novos atendimentos;
  • menor índice de desistências: o relacionamento positivo com o paciente, antes mesmo da consulta, reduz os índices de cancelamento de consultas. Consequentemente, seu consultório tem maior ganho financeiro;
  • retorno do paciente: o retorno do paciente após a primeira consulta é a resposta para uma relação médico-paciente que funciona. Isso é, sem dúvida, uma grande vantagem econômica.

Quais são os pilares da relação médico-paciente?

Para garantir uma boa relação com seus pacientes, é imprescindível ter em mente os pilares para a construção deste relacionamento. Confira a seguir:

  • respeito: o respeito é indispensável para a relação entre o profissional e seu paciente. Portanto, lembre-se de tratar a todos eles com respeito, compreendendo suas individualidades e limitações;
  • confiança: quando um paciente opta por determinado profissional, ele já está depositando confiança em seu trabalho. Isso é um ótimo sinal! Para continuar construindo essa relação, é necessário mostrar interesse pelo atendimento do quadro de saúde. Além disso, é importante frisar a bagagem profissional para gerar ainda mais confiança. Entrar em contato com o médico, quando necessário, também é uma forma de construir laços com o paciente;
  • atendimento humanizado: o atendimento humanizado é sem dúvida um grande diferencial. Faça com que seu paciente se sinta acolhido. Dê a ele opções específicas para seu caso e tenha empatia! Isso faz toda a diferença durante a consulta e na impressão que ele terá do seu atendimento.

Como construir a relação médico-paciente?

Agora, você já sabe qual é a importância da relação médico-paciente e quais são os pilares para torná-la sólida. Porém, há algumas dicas que você pode levar em consideração para deixar este relacionamento ainda melhor. Listamos abaixo:

Prontuário Eletrônico Gratuito

Comece na pré-consulta

Muito se engana quem pensa que o relacionamento com o paciente só acontece durante a consulta. Este é indispensável, no entanto, garantir um bom atendimento na pré-consulta também é importante. Ter este cuidado vai fazer com que os pacientes tenham uma impressão positiva sobre você e sua clínica.

Antes da consulta, existem algumas estratégias importantes para envolver os potenciais pacientes, como:

  • criar um perfil ativo nas redes sociais;
  • desenvolver diálogos com os usuários dessas redes;
  • divulgar posts semanais no seu blog com conteúdo de qualidade;
  • disponibilizar um canal de atendimento para a marcação de consultas de forma facilitada, como o agendamento online.

Atenção durante a consulta

Seguir as estratégias ainda na pré-consulta é essencial para atrair novos pacientes. Pessoas que conhecem um consultório pelas redes sociais geralmente possuem expectativas altas sobre o atendimento médico. Portanto, ser estratégico durante a consulta em si, focando no desenvolvimento da relação médico-paciente, pode construir pacientes fieis.

Lembre-se dos pilares da boa relação (respeito, confiança e atendimento humanizado). Como complemento, temos mais algumas dicas valiosas para o atendimento presencial:

  • seja pontual e organizado(a): o primeiro passo é tentar ser o máximo pontual e organizado possível. Isso interfere bastante na experiência do paciente. Uma boa opção para organizar sua rotina e seus atendimentos é com a ajuda de um software médico;
  • dê atenção às queixas do seu paciente: durante o atendimento, busque ouvir as queixas do paciente com atenção e cuidado, anotando o que for necessário para ser avaliado posteriormente. A demonstração de interesse e de expertise para ajudá-lo fará toda a diferença;
  • passe as informações de maneira clara e objetiva: após o relato sobre as queixas de saúde, responda o paciente de maneira clara e objetiva. Seja simples ao informar suas conclusões e sobre o tratamento que deverá ser utilizado. Nesse momento, é muito importante transmitir segurança;
  • fique à disposição para o esclarecimento de dúvidas: ao fim da explicação, pergunte ao paciente se ele possui alguma dúvida e fique à disposição para esclarecê-las. Se possível, ofereça uma opção de contato direto com você.

Invista no pós-consulta

O relacionamento com o paciente não termina no fim da consulta. Muito pelo contrário. Se você deseja fidelizá-lo, as estratégias de pós-consulta tornam-se essenciais.

Para este momento, é importante ter uma campanha de e-mail marketing. Assim, você envia dicas e conteúdos relacionados à queixa do paciente, que possam ajudá-lo ainda mais. Para isso, é essencial ter um sistema para automação de mensagens de pós-consulta.

Investir no relacionamento com o paciente, mesmo após a consulta, demonstra cuidado e atenção. Um diferencial capaz de fazer com que seu paciente não se esqueça do atendimento.

Viu como é importante desenvolver a relação médico-paciente e colocar os pilares como norteadores deste relacionamento? Esperamos que sim! Caso tenha alguma dúvida, deixe nos comentários.

metodologia imedicina

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: