Site para clínicas: Saiba a importância da presença digital

site para clínicas

Em um mundo cada vez mais tecnológico, ter uma forte presença digital se tornou obrigatório para a sobrevivência de qualquer negócio. Com os profissionais de saúde não é diferente. O passo mais importante dessa estratégia é ter um bom site para clínicas.

Você sabe por que ele é tão importante? Conhece os benefícios de ter o seu próprio endereço na internet? Neste sentido, continue a leitura deste artigo. A seguir, responderemos a todas essas e outras perguntas relacionadas ao tema.

O que é presença digital?

No cenário atual, a internet é o lugar de encontro de pessoas de todas as etnias, idades e gêneros. Segundo a pesquisa TIC Domicílios 2019, três em cada quatro brasileiros acessam a internet, representando um total de 134 milhões de pessoas conectadas no país.

Assim, é possível afirmar que, com esse grande número de usuários, boa parte do seu público-alvo está inserido neste ambiente. Então, para aproveitar o máximo desse potencial, você precisa desenvolver a sua presença digital.

Ainda, estar presente digitalmente significa utilizar os meios digitais para melhorar o relacionamento com seus pacientes, responder às dúvidas dos usuários, divulgar o seu trabalho e o seu consultório na internet.

Como resultado, ao desenvolver ações de marketing  médico na internet, você passa a estar disponível para milhões de internautas brasileiros. Então, há uma probabilidade muito maior de atrair e fidelizar pacientes por meio dessas estratégias.

Qual a importância do site médico nessa estratégia?

Segundo pesquisa realizada nos EUA, com a empresa OnePoll, cerca de 65% das pessoas entrevistadas afirmaram que já utilizaram o Google para obter alguma informação sobre seu estado de saúde.

Dessa forma, ao observar essa estatística percebemos uma realidade que também ocorre no Brasil, tanto que esse buscador ficou conhecido como o “Dr. Google”. No entanto, qual a garantia que essas pessoas têm de que a informação encontrada é verídica e e tem respaldo científico?

Por isso, uma das principais razões para que um profissional de saúde esteja presente na internet é: educar a população. Embora seja possível cumprir esse papel com o uso das redes sociais, desenvolver um site para clínicas garante a sua independência. Como assim?

As redes sociais são controladas por empresas que possuem suas próprias políticas e, enquanto usuário, você precisa segui-las. Portanto, existe o risco de bloqueio das suas postagens, dos comentários dos seus seguidores e da coleta dos seus dados.

Além disso, o site médico funciona como um cartão de visitas moderno, onde as pessoas acessam para encontrar dados confiáveis sobre você ou sua clínica. Outrossim, o site gera autoridade para a instituição e por consequência, de forma individualizada para cada um dos seus médicos.

Por fim, se o seu objetivo é dar maior visibilidade ao seu nome ou ao de outros profissionais, sem dar crédito a instituição, você não deve desenvolver um site para clínicas, mas sim específico para cada médico.

Quais os benefícios de desenvolver um site para clínicas?

Em clínicas e consultórios não informatizados, o agendamento de consultas fica restrito ao horário comercial. Da mesma forma, há uma maior dificuldade de interação entre médico e paciente.

Prontuário Eletrônico GratuitoPowered by Rock Convert

Por outro lado, ao contar com um site para clínicas, você oferece diferentes formas de contato para o seu público, além de permitir que outras pessoas encontrem os seus serviços por meio de uma simples pesquisa na internet. Outros benefícios do site médico são:

  • credibilidade: ter um site próprio transmite uma imagem de profissionalismo para quem o encontra, diferenciando o profissional da concorrência;
  • fortalece sua presença digital: com um site você marca presença na internet e passa a estar disponível para quem procura pelos serviços que você presta;
  • baixo investimento: o investimento no desenvolvimento do site é baixo, quando comparado com o número de pacientes alcançados pela internet;
  • agendamento online: com um site próprio, outro recurso oferecido aos pacientes é a marcação de consultas online;
  • compartilhamento de informações importantes: criar um site para clínicas possibilita a divulgação dos profissionais que compõem o corpo clínico, endereço, horários de atendimento, telefones, e-mails, etc;
  • produção de conteúdos relevantes: no seu site, você pode criar um blog e passar a produzir e distribuir conteúdos informativos sobre sua área de atuação.

O que um site para clínicas precisa ter?

Agora que você já entende o conceito e a importância de ter uma forte presença digital e conhece os benefícios de ter um site para clínicas, precisamos falar sobre os principais fatores que precisam ser considerados ao desenvolvê-lo.

Descrição dos profissionais

A descrição dos profissionais é uma informação básica e essencial para todo site de clínicas ou de consultórios. Ao acessá-lo, as pessoas esperam encontrar o nome dos profissionais que nela atuam: o CRM, especialidades e principais expertises.

Ainda, essas informações permitem que os visitantes do site conheçam a clínica e o perfil dos médicos do seu corpo clínico. Quando você não puder disponibilizar esses dados, informe, pelo menos, as informações referentes ao diretor clínico da instituição.

Informações completas sobre local de atendimento

Imagine a seguinte situação: uma pessoa acessa o seu site procurando saber mais sobre a clínica. Assim, ela se interessa por marcar uma consulta, mas, não encontra o local de atendimento e desiste.

Esse é um tipo de problema que você não pode deixar acontecer. Além da descrição dos profissionais, o site precisa constar o endereço, horário de atendimento, convênios atendidos, telefones para contato e, se for o caso, aviso sobre o recurso de agendamento online.

Especialidades atendidas

Não inserir informações sobre as especialidades atendidas nas clínicas é outro erro comum de muitas instituições de saúde. Em alguns casos, são disponibilizados os dados, mas não são facilmente encontrados.

Com isso, a tendência é que o potencial paciente tenha uma imagem negativa da empresa e desista de entrar em contato para obter esse tipo de informação.

Otimização para SEO ao desenvolver site para clínicas

O  famoso SEO, ou Search Engine Optimization, é um conjunto de técnicas que, quando aplicadas em um site, melhoram sua avaliação junto ao mecanismo de busca e, consequentemente, ocupam melhores posições nas páginas de resultados, fazendo com que tenha mais destaque e alcance mais pessoas. Algumas da otimizações de SEO são:

  • inclusão de CTA (Call-To-Action): as chamadas para ação, em português, são aquelas palavras, frases ou parágrafos que, geralmente, são inseridos no final de um texto, em um banner no site ou em um link convidando o usuário a executar uma ação;
  • meta-description: é a descrição de um site que aparece nos resultados dos buscadores, logo após o título;
  • heading tags: é a marcação utilizada para hierarquizar os títulos de uma página ou texto;
  • palavras-chave: são as palavras que permitem ao mecanismo de busca entender sobre o que aquele site, página ou texto tratam.

Descrição dos procedimentos mais realizados

Além de informar os procedimentos que são realizados na clínica, o site também pode descrever quais são aqueles feitos com mais frequência. Assim, transmite a imagem de maior expertise da instituição na execução daquela exame ou cirurgia. Porém, não é uma informação obrigatória e apenas deve ser informada se for interessante para a clínica.

Pontos de conversão

Os sites médicos não devem ser pensados apenas para prestar um papel informativo para os visitantes, mas também como mais uma forma de convertê-los em pacientes. Para isso, você pode inserir diferentes pontos de conversão, como, por exemplo:

  • formulários de contato, onde ele pode inserir seu nome, telefone e/ou e-mail;
  • agendamento online;
  • formulário para recebimento de newsletter;
  • formulário para avaliações da clínica;
  • botões de compartilhamento de conteúdos ou informações.

Além desses intens, um site para clínicas também precisa se adaptar os diferentes dispositivos eletrônicos (responsividade), possuir menus intuitivos e ter boa legibilidade. Por não ser uma tarefa simples, recomenda-se que seja desenvolvido por profissionais especializados.

Após a leitura deste artigo, você conheceu os principais aspectos que demonstram a importância de ter um site para clínicas, além de descobrir as informações e otimizações que não podem faltar.

Quer saber mais sobre o assunto? Baixe esse Guia gratuito do site médico perfeito e alcance melhores resultados com a sua presença digital!

metodologia imedicinaPowered by Rock Convert

Deixe seu
comentário

Compartilhar

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email
Share on twitter
Share on linkedin

Assuntos
Mais Procurados

Clínicas Digitais | Conheça o Livro
iMedicina Software Gratuito - Conheça!

Ainda não encontrou
o que buscava?

Método iMedicina

O iMedicina é uma das 10 Maiores Empresas de Tecnologia da Área de Saúde do Brasil, segundo a Distrito.me

Auxiliamos Profissionais de saúde nos 3 Pilares Fundamentais que precisam para prosperar na carreira: